Mostrando postagens com marcador Revista Gloss. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Revista Gloss. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Inspiradora

Gente eu ganhei uma coisa muito linda no meu aniversário, foi um poema feito por uma pessoa muito fofa que soube me decifrar muito bem. Vou transcrevê-la aqui. Obs: O título foi dado por mim.

Imagem da internet

Linda morena dos cabelos cacheados
Sorriso fácil e contagiante
Determinação é uma das suas qualidades
Não teme de mudar de planos
A tua sapiência é sagaz
Obrigada por me inspirar

Língua solta para beijar e para se expressar
Sinceridade dita sem fugir da realidade
Despudorada é outra das suas qualidades
Seus olhos não perdem os detalhes do mundo
Improvisos destes versos que criei para você
Morena linda dos cacheados cabelos



Rafaela Valverde

domingo, 22 de novembro de 2015

Não invente

 
Querido rapaz não precisa mentir para comer uma mulher. Não precisa criar um clima de romance só para conseguir sexo. Aliás, a coisa devia estar ruim para o seu lado né? Não precisa elogiar tanto e dizer que o fato dela ser escritora te seduz.

Não precisa dizer que ela é incrível e nem dê a entender que um rolo sexual pode em algum momento virar um romance. Não finja que se interessa pela vida dela e nem diga que queria estar com ela quando ela estiver viajando.

Não dê a entender que você está achando ruim a presença do ex na vida dela. Não afirme mentirosamente que sentiu falta de conversar com ela e que conversaria a noite toda.

Nunca, em hipótese alguma, diga a frase: "eu queria estar aí" se isso não for verdade. Nunca se mostre extremamente carinhoso e atencioso antes do sexo e depois de comer gostoso dizer que ela é chata e grudenta.

Cara, chato e grudento você foi antes dela. Nunca, mas nunca fale que quer aprender sobre os livros que ela já leu ou vai ler na  vida e nem sobre as séries de mulherzinha que ela vê, sem que realmente tenha essa intenção. Séries e livros são importantes pra caralho na vida de quem gosta deles, então não finja estar interessado sem estar.

Não finja que vai ensinar a ela sobre música. Não incentive a a comprar um chip da mesma operadora que a sua afirmando descaradamente que isso melhorará a comunicação entre vocês. Não haverá comunicação via telefone e você sabe disso.

Não faça perguntas sobre ela ter um novo relacionamento nesse momento. Ela vai achar que você está querendo se candidatar. Qualquer um acharia. Cara, não precisa simular um romance para ter sexo, você vai ter do mesmo jeito! Apenas coma ela direito e pronto.

Coma, saia de cima dela e exija que ela não fique "em cima". Mas feche a porta. Quando ela te chamar para inúmeros lugares não invente desculpas apenas diga que não quer ir. Diga NÃO! É uma palavra simples e curta.

Seja franco e direto. Não fique enrolando e dando sinais que mulher não é adivinha, apesar de ter um puta sexto sentido. Dê um fora logo, no dia seguinte do sexo e diga que foi apenas uma noite, uma vez. Ela deu e dará oportunidades de você fazer isso. É tudo muito simples.

Sabe, mulheres já frequentam a escola há algum tempo e são inteligentes. Ela vai entender um não. Não deixe nas entrelinhas. Ela vai curtir um sexo casual, se você deixar claro que é apenas isso.

Agora, se você mandar áudios carinhosos e inteligentes com essa sua voz sexy e afirmar que vai pegar na mão dela ( e realmente pegar) ela vai achar que há um clima de romance imbricado nessas atitudes, entende?

Não chegue por trás dela, abraçando-a e beijando a enquanto ela tá sentada no seu computador. Isso é romântico. Deixa sempre claro que é sexo, sexo casual e nunca conte a história da sua família.

Não crie o que não existe se não tem a intenção de continuar. Não ache que o carinho dela é controle. Deixa ela sair da sua vida e não pergunte como foi o dia dela se realmente não se importar. Atitudes como essas alimentam.

Deixa ela te excluir do Facebook, deixa ela te expulsar da vida dela. Não seja tão gentil e amoroso e não faça essa mulher se apaixonar. Isso depende de você também. Não é apenas culpa dela.

Apenas coma ela bem gostoso, sem mentir. Não invente romance. Só mais uma coisa: mulher consegue fazer sexo casual sem se envolver. Mulher gosta disso e nem sempre ela quer compromisso ou está carente, sabe? E se o sexo for ruim então, ela dá tchau e é tchau mesmo. Mulher sabe falar NÃO. Aprenda uma atitude de macho com uma mulher! E mais uma vez: Não finja, não minta e não a machuque. Isso faz piorar a péssima fama de vocês homens.


Rafaela Valverde

terça-feira, 1 de abril de 2014

Meu amor por você



Estaremos daqui há alguns meses comemorando mais um ano juntos. Serão oito anos, oito longos anos e eu descobri que quero muito mais que oito. Mesmo depois dessa última tempestade, onde por minha culpa mais uma vez, nos molhamos, ficamos vulneráveis, é pra você que eu sempre volto. É o seu cheiro que eu quero sentir à noite. É em você que eu quero me enroscar, dormir de conchinha e fazer performances sensuais. E a sua pele que eu quero entre os meus dedos.

Querer estar junto, querer estar bem, não significa necessariamente que tenhamos que dividir a mesma casa por muitos anos até morrer. A convivência às vezes irrita e pode acabar com a privacidade e o jeito individual de ser, mas o amor. Ah, o amor, ele sempre vai estar aqui. Pelo menos da minha parte, pelo menos de uma forma diferente da habitual. Eu não sou habitual, nenhum ser humano é. 

Esse amor é calmo, é sereno, não traz sofrimento nem encrenca. É tranquilo. É na dele, mas ao mesmo tempo é suado, é conquistado e multiplicado todos  os dias e é assim que deve ser. Me iludo achando que posso, mas eu não posso, nesse momento, imaginar a minha vida sem a sua presença. Quando tentei me imaginar vivendo uma vida vazia sem você, me bateu uma profunda tristeza, minha mente se esvaziou e as lágrimas vieram aos olhos. Além do aperto no peito. Esse parece que eu sempre vou sentir em qualquer coisa que se relacione a você.

Seja lembrando nossas noites de amor, ou seja recordando nosso passado, vivendo nosso presente e traçando nosso futuro, sempre sinto um baque no peito, que como você já percebeu, não consigo controlar em alguns momentos. Temos intimidade, sabemos do que o outro gosta na cama, temos nossa sexualidade própria e não "travamos". O sexo flui, tudo flui. Nos entendemos, compartilhamos as mesmas opiniões (em alguns assuntos), gostamos de comer, de ler e de brincar. Piadas e brincadeiras são constantes em nossa vida. Eu amo a nossa vida. Nossa vidinha! Eu amo nossa simplicidade de viver, nossa casa, nossos gatos. Eu amo você. Eu sempre vou te amar, mesmo que não estejamos mais juntos daqui a oito anos, sei lá.

Como te falei, estava lendo uma matéria em uma revista sobre relacionamentos longos. Sobre casais que já estavam juntos há um tempo e que gostavam disso, gostavam da intimidade, da amizade, do olho no olho, da falta de cerimônia e rodeios para falar de certos assuntos. Gostavam de estar apenas com um e de estarem satisfeitos com um. Apenas um. Aquele que nos completa. Blá, blá, blá. Você sabe o que eu penso sobre isso, mas nessas horas eu fico bobona mesmo e acabo entrando em todos os clichês românticos possíveis para provar para você a enormidade do meu amor.

Não dou conta de uma vida vazia. Vida vazia é vida sem ouvir sua voz, sem estar com você nos momentos de conquista e de derrota, sem ter você para dar bronca, enfim, vida vazia é não amar você, não tocar você, não morder você. Eu sei que muita coisa aqui eu já te disse, mas como eu costumo dizer, palavras são apenas palavras e voam conforme a vontade do vento. Escrevê-las aqui, faz com que elas fiquem eternamente registradas. Eu sou idiota, mas eu amo você. Não me deixa, independente do que eu faça, ou deixe de fazer! Vamos crescer juntos?




Rafaela Valverde

quarta-feira, 12 de junho de 2013

E-mail enviado por mim à redação da Revista Gloss

Olá meu nome é Rafaela e leio a Gloss desde o final de 2010, quando comprei na banca pela primeira vez. Desde então me apaixonei e passei a assinar. Sou de Salvador - Bahia e pretendo estudar Jornalismo. Larguei a faculdade de Pedagogia no ano passado. Foi na Gloss que descobri minha amada Adele, enfim, já faz parte da minha vida e eu amo muito a revista. Então, eu gostaria de fazer as seguintes observações e sugestões: 
Primeiro, desde que comprei a revista pela primeira vez, nunca vi na capa uma mulher negra e venho criticando isso em meu blog há algum tempo. Em segundo lugar, como contei um pequeno fato da minha vida acima (o que eu acho um ato de coragem). Sugiro que a revista traga histórias de verdade com mulheres de verdade, que possam de repente ajudar alguém que queira tomar alguma atitude corajosa, entendem? E por falar em mulher de verdade, que tal mostrar nos editoriais de moda e make mulheres de verdade, com corpo e rosto normais, acima do peso como eu que não gosta de malhar e depilar as pernas, afinal o mundo feminino não é um mar de rosas, não é? Nada contra, mas a revista traz loiras demais, de olhos claros demais, brancas e magras demais. Não dá. Eu não sou assim! Gostaria de ver mais seções literárias e ainda histórias de mulheres que cansadas da química tomaram a radical atitude de fazerem o "big chop". (É o meu caso também, tá?) Existem várias blogueiras que fizeram isso e contar essa história dá nas pessoas uma vontade de radicalizar de certa forma, em algum momento da vida. E além disso poderíamos ter dicas de como cuidar desses novos cachos, já que é um relacionamento novo. A revista trata mais de cabelos lisos naturais. E onde ficam as alisadas, relaxadas, crespas, "big chopadas", etc? Bem, no momento é isso e creio que no primeiro contato já escrevi demais.

Obrigada.


Rafaela Valverde

sábado, 1 de setembro de 2012

A ausência de mulheres negras em revistas femininas


Essa semana perdi o sono pensando em uma coisa: É raro ainda ver a presença de mulheres negras em capas de revistas. Já falei isso aqui em relação a Revista Gloss. Mas já venho observando há algum tempo em outras revistas também. As revistas femininas brasileiras não representam brasileiras e sim o padrão europeu de beleza, corpo, cabelo e moda. Não percebo representatividade da maioria da população brasileira que é negra, com cabelo crespo ou cacheado, se veste basicamente e está acima do peso, ou pelo menos não é escrava da magreza doentia a que somos submetidas diariamente.

Em geral quando há uma atriz negra se destacando em alguma novela de sucesso, tende- se a vê-la também em capas de revistas de moda, comportamento, etc. Mas nesse caso não tenho visto isso acontecer. Me refiro à Maria da Penha, uma das "Empreguetes" vivida por Tais Araújo. A minha preferida, diga-se de passagem e uma atriz ótima que já quebrou  diversos tabus na TV brasileira, interpretando Chica da Silva, na falida Manchete, quando tinha apenas dezessete anos e mostrando uma nudez que hoje não é mais possível para essa faixa etária, fazendo a primeira protagonista negra em três ocasiões: A primeira como eu já falei, em Chica da Silva, depois a primeira protagonista negra da Globo em um horário "das sete" e em seguida a primeira protagonista negra do horário nobre.

Será que uma história de vida e de carreira dessa,ela  não merece os destaques das revistas? E fora que ela é linda. Tem um belo corpo e está dentro dos padrões de magreza. Então por que a relutância? Será que sou eu que estou mal informada? Não. Venho intencionalmente fazendo pesquisas de capas de revistas diversas e não tenho visto com frequência. A frequência ideal não acontece, parece que só há capas assim em poucos momentos para preencher certa cota.

Ainda há pouca representatividade.
Falo de Taís por causa do sucesso das "empreguetes", mas temos muitas outras mulheres negras que merecem ter certo destaque nas revistas, por sua beleza e encanto genuinamente brasileiros. Elas possuem talento e histórias para contar e não são requisitadas para impor nenhum tipo de comportamento, por é que isso que as revistas, principalmente as femininas fazem.

Temos muitas outras: como Ildi Silva que além de negra é baiana e linda e está fazendo Gabriela, Juliana Alves, ex BBB que faz a própria novela Cheias de Charme, Camila Pitanga, Adriana Lessa, Thalma de Freitas, Sheron Menezes, Raquel Fuina, Aparecida pretowsky, Cris Vianna, Lucy Ramos, etc.


Todas essas belas e jovens atrizes poderiam estar em capas de revistas. Se não conhecer alguma, pesquise e verá que todas elas já se destacaram no Brasil em boas novelas. Mas não obtiveram o reconhecimento proporcional a sua obra e continuam sem representatividade nas capas de revistas de uma país essencialmente negro e miscigenado.


Só para lembrar: Assino a Revista Gloss há quase dois anos e nunca nesse tempo a capa foi com uma mulher negra!


Rafaela Valverde

quarta-feira, 20 de junho de 2012

"Ainda está solteira"? - Jana Rosa- Revista Gloss



 A colunista Jana Rosa, da revista Gloss, sugere sete maneiras inteligentes (e indecentes) de responder à pergunta mais cretina de todas.


1. Responda de igual para igual: "Calma aí, para tudo! E você que está gravida?Que benção, hein! E pela barriguinha já deve estar pra nascer, estou certa?"

2. Mude de assunto: "Ai Fulana, parece que tem uma coisinha no seu dente...". Aí você faz aquele movimento de passar o dedo no dente fingindo discrição. E deixa a amiga louca, à procura de um espelho.

3. Banque a superior: " Sabe como é, estudos apontam que as mulheres que se viram sozinhas tem QI maior e que as que sempre têm namorado viram barangas mais cedo".

4. Reconheça - é o fim ficar sozinha: " Imagina, estou noiva do Pedro há um ano. Ele é ótimo, mas somos muito discretos: o cara tá na África do Sul, a trabalho. É milionário e morre de medo de sequestro! Qualquer dia te mostro a foto..."

5. Meta medo: "Sabe, é complicado... Passei o último ano enquadrada - por formação de quadrilha e outros crimes que prefiro não falar agora. Aliás, está com tempo? Estou indo num pico ali no centro fazer um rolé com uns parceiros que conheci na cadeia. Não quer ir junto?"  - Esse forçou e ficou sem lógica, né?!

6. Ataque: Na real, estava esperando você. Quando vai me dar uma chance? Tenho certeza de que não vai se arrepender..." (Só não use essa com sua tia ou avó, ok?)

7. Seja direta: Não é da sua conta, né, fofa? Aproveita e cuida da sua vida - dá uma passadinha no salão e hidrata esses fios."


Agora, saia maravilhosa, jogando o SEU cabelo, pra mostrar que é solteira e tem um poder de sedução invejável.

Edição Junho 2012 - Nº 57 

domingo, 15 de abril de 2012

Falsa,não. Delicada. Revista Gloss Abril 2012


 

  • "Ah, eu estava com o cabelo preso num coque e ele acabou ficando marcado." - No primeiro encontro não é hora de contar para o paquera que você modelou as madeixas meticulosamente com babyliss, amassou com mousse, enrolou bobes, jogou um spray fixador e finalizou com um anti frizz. Pode assustar.
  • "Pai, vou dormir na casa da Carol." - A-hã, você manda esse sms no meio da balada e acha mesmo que ele vai acreditar ? Mas é melhor isso do que explicar que vai dormir com o amigo da Carol que você acabou de conhecer.
  • "Achei lindo o vestido que você me deu. Pena que não serviu. - Pronto assim você já pode trocar aquele presente sem culpa, amiga.
  • "Esse é o fulano. Ele ficava com a Carlinha." - Você está com o seu namorado e encontra um ex-ficante em quem deu uns amassos em uma balada. A saída é melhor passar a bola para a amiga antes que seu amor pergunte de onde você conhece o cara.
  • "Fiz seu depósito hoje cedo. Ainda não caiu? - Agora saia correndo e transfira a grana que você está devendo para o seu amigo enquanto é tempo! 
  • "Não posso... To naqueles dias." É mais delicado afastá-lo assim do que dizer na lata uma verdade ainda mais apavorante: "To peluda!"
  • "Sim, seu novo corte de cabelo ficou ótimo!" Falar para a sua amiga que o look antigo estava melhor vai fazer os fios crescerem mais rápido por acaso? 
  • Que pena, estou com a glicose alta e meu médico me proibiu de comer doces por um tempo." - Não adianta dizer para a sua avó que você não vai comer o quindin que ela preparou ,porque está de dieta. Avós não se sensibilizam com dietas - mas se importam com a sua saúde.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Com que livro eu vou?

Texto: Sabrina Abreu

Assim  como existe o corte de calça jeans perfeito para cada quadril, há os livros ideais para cada uma de nós -  aquela combinação de certos temas e autores capaz de fazer bem, de um jeito muito particular a nossa alma. Para encontrar tanto o visual quanto a biblioteca dos sonhos, só com tempo, tentativa e erro, autoconhecimento. Ninguém nasce estilosa ou se torna expert em sobreposições do dia para a noite. De igual forma, é impossível ter intimidade imediata com os grandes romancistas, os pensadores contemporâneos e modernos, os biógrafos e poetas mais ousados. O bom gosto requer treino. E esse treino pode ser dos mais deliciosos.
Sempre tenho uma fila dessas no quarto!
Talvez fique meio difícil acreditar no prazer dessa busca. Nos tempos de colégio, surgiu um bloqueio por causada leitura obrigatória daquele clássico que parecia arrastada demais? Insista. A boa leitura mexe com tudo. Acalma e perturba. É um presente seu para você mesma, assim como aquela roupa bonita ou uma comida gostosa. Segundo Franz Kafka, "um livro deve ser o machado que quebra o mar gelado em nós." E se  os títulos que caíram em sua mão ainda não provocaram uma ruptura interna, tente outro Machado. E outros Sabinos, Sthendhal, Sartre, Pessoa, Drumond...






Fonte: Revista Gloss/ Fevereiro

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Não me deixe ser feminista sozinho - Vinícius Luiz

"Ser mulher não deve ser moleza. Ter alterações no humor por causa de hormônios não parece divertido_ nem sangrar uma vez por mês ou carregar crianças na barriga por quase um ano.
São coisas que, por mais que eu me esforce, jamais vou saber exatamente como funcionam por falta de prática. Apesar disso, faço o que eu posso para compreender as mulheres e defender seus direitos. É que eu sou feminista. E não há nada de estranho em isso partir de um homem.
Muitas meninas tem ojeriza à palavra feminismo. Acho que é medo de cair no estereótipo da mulher solteirona e masculinizada, construído ao longo dos anos pelos inimigos das feministas históricas. É aí que entram frases do tipo " não quero ser feminista, quero ser feminina" ou " sou contra o feminismo por que acho que todos devem ser iguais". Menina, o feminismo defende exatamente isso, que todos sejam iguais_ e não que as mulheres transformem os homens em capachos.
Para ser feminista não é preciso queimar sutiã ou deixar de usar batom e rímel. Basta ter em mente que homens e mulheres devem usufruir dos mesmos direitos. É não aceitar, por exemplo, que a vítima de estupro seja responsabilizada pelo crime por usar "roupas provocantes". Ou que lhe digam que você não pode fazer faculdade de engenharia civil porque não é coisa de menina. Ou ainda que mulher precisa dar conta sozinha de lavar, passar, cozinhar e ainda ser gostosa.
Pode parecer exagero falar nisso em pleno 2012, mas acredito que as mulheres ainda tem muito espaço a conquistar - e infelizmente, muito do que se defender também. Como parte interessada dessa história, você deveria adicionar um pouquinho de feminismo ao seu feminismo. Vai ser melhor para todo mundo."



Fonte: Revista Gloss de janeiro

sábado, 9 de julho de 2011

Os meus dias e livros!

Bom não sei muito o que escrever, só que estou tendo dias atribulados, por causa do retorno às aulas. Fiquei vários dias sem ir para academia, depois do São João. Na verdade nem ia mais, mas resolvi voltar. Pelo menos três dias na semana. Essa semana, mais especificamente na terça feira, fui na nutricionista e ela mudou minha alimentação. Mas só vou acatar no próximo mês, pois já fiz minhas compras de mês.
Sabe aquelas coisas integrais, desnatadas, ligth, que eu sempre tive preconceito? Agora vou ter que aderir a elas, se eu quiser perder peso. Palavras da médica.
Comprei umas roupas, uma bela sandália plataforma e estou muito feliz com isso. Estávamos um pouco apertados e eu estava sem poder me dar esse luxo, mas hoje fiz isso.
Gostaria de dizer a vocês também que assinei a revista Superinteressante, se não falei antes e vai ser mais uma, junto com a Gloss e a Nova Escola, que vai me acrescentar conhecimento. Este pelo qual sou ávida e sempre serei.
E também hoje fui na biblioteca central, pegar um livro para um trabalho da faculdade, mas como não encontrei, dois que estavam lá em exposição me chamaram atenção e eu resolvi pegar.

Um é Quem ama Educa de Içami Tiba, apesar de eu não gostar dele, resolvi pegar para ter mais conclusões e opiniões sobre o sei trabalho com a educação. E o outro livro é Sexo é sexo de Rosely Sayão, lançado em 1997 e que fala abertamente de sexo e de prazer. Ainda estou no comecinho, mas recomendo!

domingo, 26 de junho de 2011

Dez lições sobre o amor

1-"Dê a quem você ama : asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar." Dalai Lama, líder espiritual
2-"Purifica o teu coração antes de permitires que o amor entre nele, pois até o mel mais doce azeda em um recipiente sujo." Pitágoras, filósofo
3-Quem começa a explicar o amor, a qualificá=lo e a quantificá-lo, já não está amando." Roberto Freire, escritor
4-"Quando se ama não é preciso entender o que se passa lá fora, pois tudo passa a acontecer dentro de nós"  Clarice Lispector, escritora
5- "Temer o amor é temer a  vida, e os que temem a vida já estão mortos." Bertrand Russel, filósofo
6-"Enquanto não atravessarmos a dor de nossa própria, continuaremos a nos buscar em outras metades. Para viver a dois, antes é necessário ser um." Fernando Pessoa, escritor
7-O oposto do amor não é o ódio, mas a indiferença." Érico Veríssimo, escritor
8-"É mais fácil ser amante do que marido, pois é mais fácil dizer coisas bonitas de vez em quando do que ser  espirituoso dias e anos a fio."  Honoré de Balzac, escritor
9-"Enquanto  há suspeita amorosa, o amor aumenta; quando surgem razões que fundamentam a suspeita, o amor é expulso."  Lope de Vega, dramaturgo
10-"Amores superficiais a gente ama em cima do edredom. Lençol é coisa muito séria." Tati Bernardi, escritora

Fonte: Revista Gloss desse mÊs

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Não há mulheres negras nas capas de nossas revistas femininas

Fui na Uneb e a situação ainda está indefinida. Não se sabe ainda como ficará a situação dos alunos. Como sempre sobra para o lado mais fraco. Aula agora, só segunda. Pelo menos eu só vou segunda, depois so São João.
Já falei sobre a inglesa Adele, que eu descobri e me apaixonei S2
Ela é maravilhosa. Uma cantora muito boa mesmo.
Hoje quero falar dois absurdos. Uma coisa que eu estava pensando e uma coisa que eu presencio todos os dias na minha andança nessa cidade. Bom a primeira coisa que eu quero protestar é sobre as capas de revistas brasileiras. Assino a revista  Gloss e até agora não vi nenhuma mulher negra em sua capa. E a revista Máxima também isso não acontece. Tantas mulheres negras lindas e interessantes, que são capazes de sair em capas de revistas boas como essas. Digo isso por que nunca vi desde que assinei a revista e desde que compro a Máxima.
Andei pesquisando e vi que já saiu Thais Araujo na Gloss, mas temos muitas outras negras bonitas como Sheron Menezes, Negra Li, Isabel Fillardis, etc... e quero aqui levantar meu protesto sobre isso.
As mulheres brasileiras precisam de identificar nas revistas que temos no Brasil e não só mulheres brancas são bonitas e inteligentes. Pensem nisso!
O que vcs acham sobre as capas de revistas brancas?

sábado, 18 de junho de 2011

Descoberta de hoje: A cantora Adele

Hoje passei meu dia trabalhando. Agora estou aqui com hidratação na cabeça para pranchar o cabelo, afinal aparentemente as aulas recomeçaram e vou voltar aquela velha rotina cansativa de sempre.
Quero compartilhar com vocês algumas coisinhas que descobri. Lendo a revista gloss desse mês, vi duas indicações de livros que achei interessante A cama na varanda de Regina Navarro Lins e Amor companheiro de Francisco Daudt da Veiga. E também conheci a cantora Adele e me encantei de primeira, por seu rostinho gordinho. Cheguei e fui logo no Youtube ouvir algumas músicas. Não deu outra, me apaixonei e estou baixando o seu disco 21. É, esse é o nome do disco que ela fez quando tinha vinte e um anos (por isso a referência) e que já é o disco mais vendido no mundo em 2011. Acreditem, cd de dor de corno! Pois é , ela terminou o namoro e compôs as onze músicas do disco. Músicas tristes e lindas. Amei e recomendo!

                                               
                                                                   Adele
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...