Mostrando postagens com marcador Escrita. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Escrita. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Livro A Vida de Nosso Senhor

Resultado de imagem para livro a vida de nosso senhor

Ontem terminei de ler um surpreendente livro de Charles Dickens : A Vida de Nosso Senhor. Surpreendente porque não fazia ideia que existia. Comprei o livro por 10,00 em uma feirinha de livros em um shopping da cidade. Pois bem, Charles escreveu  ou reescreveu uma história resumida da vida de Jesus Cristo, totalmente baseada na bíblia. Com essa história ele queria ensinar essa história a seus filhos quando ainda eram crianças. Nunca quis publicar e só depois de muitos anos de sua morte, seus descendentes resolveram publicar. A edição que comprei é da editora Martins Fontes.

O livro foi escrito entre 1846 e 1849 e é baseado no evangelho de São Lucas, conforme informação da orelha do livro. O manuscrito ficou na família guardado como tesouro na família Dickens por  oitenta e cinco anos, sendo passado de mão em mão. Porém não poderia ser publicado enquanto algum filho do autor estivesse vivo. No ano de 1933 o último filho de Dickens morreu deixando o manuscrito com sua esposa e filhos que decidiram publicar. A primeira edição foi ´publicada em 1934 em Londres e nos EUA e foi um dos livros mais vendidos daquele ano.

O livro é uma narrativa simples, com alguns milagres, parábolas e detalhes sobre a vida de Jesus. Destaquei alguns trechos no final e vou dividir um aqui com vocês:

"Cristandade é AGIR BEM, sempre, mesmo em relação a quem nos faz o mal. Cristandade é amar ao nosso próximo como a nós mesmos e fazer a todos os homens o que desejamos que eles façam conosco. Cristandade é ser amável, bondoso, desculpar e conservar essas qualidades serenamente em nossos corações e, sem vaidade, jamais vangloriar - nos delas, ou de nossas orações, ou de nosso amor a Deus, mas demonstrar sempre que O amamos na busca humilde de agirmos justamente, em todos os sentidos."

É isso!


Rafaela Valverde

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Erva daninha


Resultado de imagem para erva daninha desenho


Corro pela rua
O fone no ouvido
Desci da lua
Não quero mais me distrair
Mantenho a mente sempre aberta
Pra não ruir
Piso em tudo o que é menos no chão
A folha seca, formigas, na perna arranhão
Cai o sangue, ferida aberta
Sangra!
E justo quando está para cicatrizar
Vem outra erva daninha e arranha
Justo quando estou caminhando
Olhando para frente
Na estrada tacanha
Que a vida é...
Mas não posso mais deixar
Que sofra a minha mente
Corpo e coração
Eu já disse coração?
Não importa!
Quebro a rima
Para clarear
O quanto quero estar pra cima
A partir de agora
Imaginar
Mas também viver
A vida aqui fora
Fora de mim
Suspirei
Fui na farmácia, comprei antisséptico
Pra matar tudo isso, enfim
Estou atenta
Distrair para me destruir, não mais
A erva, a daninha, até tenta
Mas eu já superei!




Rafaela Valverde

terça-feira, 12 de junho de 2018

Crescente fértil - Carina Castro

Resultado de imagem para carina castro poetisa


enquanto estendo as roupas
no varal
torço
pra que não chova
enquanto eu estiver fora
seria toda uma tarde enxuta
encharcada
tem também aquela goteira
insistente
pra amparar
pode vir de vento
sem aviso
dependendo da força
entra pelas frestas
da janela
inundando dentro
enquanto se acaba
a civilização
lembro que tenho que me virar em comida
pra suprir fomes alheias
confirmo no calendário o dia que o gás acabou/
localizo a lua crescente
– tempo certo –
pra cortar
os cabelos
pra que cresçam
subo a ladeira quase-sem-fôlego
me sinto sedentária
lembro que tenho
um corpo
mas não lembro
quando assentei poeira no chão
finquei raízes
ergui e pari o mundo
[e o que fez de mim a civilização?]
concebia-me sem pecado
e me embalava com muita graça
quando não temia
a época das cheias
que batiam no peito
não dava pé e não sabia nadar
que vinham
lavando e levando tudo
trazendo feras
peixes à beira da loucura
num transbordar infinito
prateando tudo até que tudo apodrecesse
tornando a lama, lume
crescente fértil
leito de nanã
dou de beber a tantas sedes
que a estiagem sempre é certa
corro pra tirar as roupas do varal
mas no fundo quero
que meu corpo encharque



Rafaela Valverde

sábado, 9 de junho de 2018

Livro Surpreendido pela Alegria - C.S. Lewis

Resultado de imagem para surpreendido pela alegria

Terminei de ler recentemente o livro Surpreendido pela Alegria de C. S Lewis. O livro foi escrito em 1955. Lewis foi um professor da universidade de Oxford e autor de alguns livros infantis, inclusive os das Crônicas de Nárnia. Pois bem, o livro é tratado como autobiografia pelo próprio autor que conta sua vida desde a infância, a relação com a família, as escolas que estudou e sua relação com Deus e com a literatura.

Lewis era ateu, virou agnóstico e depois se converteu ao cristianismo e ele conta com detalhes essas experiências. Confesso que alguns detalhes demais. Não curto muito biografias, acho uma leitura um pouco maçante e esse então, foi bem cansativo, sobretudo pela época em que foi escrito. Mas lutei e conseguir ir até o fim. É uma leitura cansativa até no sentido de muitas informações. Muitos autores e livros são citados, além de pessoas da convivência do autor. Ainda assim gostei bastante da forma que ele escreve e tenho mais alguns livros dele aqui que com certeza lerei. C.S. Lewis faz algumas críticas e revelações sobre questões variadas e algumas coisas voltadas a Deus e a descoberta da sua elação com Ele me marcaram.

É um livro bastante interessante para conhecer o autor, ainda mais para quem nunca leu nada dele, como eu. A mudança brusca no que se refere ao cristianismo e a fé fez eu me identificar muito com ele e sua história de vida.


Rafaela Valverde




segunda-feira, 4 de junho de 2018

Primeiro beijo

Resultado de imagem para primeiro beijo

Eu ainda lembro do nosso primeiro beijo
Você lembra?
Foi de repente
Não pude evitar
Nem tentei 
Me pegou de surpresa
Porque era eu quem queria beijar primeiro
Fiquei sem coragem
Daí você veio
Tranquilamente
Como se fosse a coisa mais natural a se fazer
E era!
Foi na hora certa
Porque eu já estava querendo 
Dizer que foi ótimo é tão clichê
Não foi ótimo
Foi indizível
Inefável
O primeiro de muitos
O mais especial
Foi ali que me apaixonei
O shopping que estava cheio ficou vazio
No momento que você me beijou
Só tinha nós dois ali
Naqueles segundos
Ou minutos?
Ou horas?
Sei lá!
O tempo parou
Quando você me beijou
Soube naquele momento que não quereria mais te deixar!
Ainda lembro do primeiro beijo que você me deu
O melhor de tudo é que partiu de você
Foi iniciativa sua
E isso, meu bem, não dá para apagar!



Rafaela Valverde


sábado, 2 de junho de 2018

Paredes coloridas

Resultado de imagem para arco íris na pared

Acordei. A primeira coisa que vi foi o teto branco acima da minha cabeça. Ainda bem que não há espelho nele. Não quero olhar minha cara remelenta e com olheiras. Afasto o pensamento de você. A droga da vida é essa, acordar e só ter o teto branco pra olhar. Acordar e pensar em você. Viro de lado e imagino que você está ali roncando, seu corpo quente do meu lado. Levanto o braço pra te abraçar mas abraço o oco e percebo que estava apenas imaginando.Saio do meu delírio e lembro que você não está mais ali. Viro de barriga pra cima de novo e olho o vazio. O teto. Branco.Vazio.

O espaço dos meus braços também está vazio. O que preenchia era você. Seu tamanho contundente. Sua sede de viver. Respirava com desespero. Preso à vida e preso aquele sono. E meu braço ia descendo e subindo nos movimentos da sua respiração. Até parece cafona, mas hoje só posso abraçar meu travesseiro. Suspiro e levanto da cama. Ligo o rádio. Toca aquela música. Aquela que você mandou pra mim no tempo das paredes coloridas. Danço um pouquinho, mas aí me lembro do oco, do branco, do vazio e volto a me aperrear.

Decido que não vou arrumar a cama. Decido que não vou fazer nada que não me deixe pensar em você. Ora, eu preciso pensar em você. Eu quero pensar em você. Mesmo que você mal se lembre de mim, mesmo que você não dê a mínima pra mim. Sei que você nem lembra que eu existo. Deito novamente em meio aos travesseiros e olho para o teto branco acima da minha cabeça. Fecho os olhos em seguida e imagino um arco íris. Um arco íris depois do dilúvio, tipo aquele que Deus prometeu a Noé.  E de repente todas as paredes do quarto estão arcoirescas. A minha vontade de te ter de volta é tanta que eu enxergo tudo colorido, como era quando você estava aqui, roncando entre meus braços.



Rafaela Valverde

Confiar em Deus

  1. Resultado de imagem para tribulação




Tribulação e angústia me atingiram, mas os teus mandamentos são o meu prazer. Os teus testemunhos são eternamente justos, dá-me discernimento para que eu tenha vida.
Salmos 119:143-144


Aprendi que não adianta ser "barraqueira", me irar ou ficar triste. Não adianta e não precisa. O que preciso mesmo é confiar em Deus. Ele me mostrou isso mais uma vez essa semana. Quantas vezes será necessário que Ele me prove para que eu acredite que Ele está do meu lado? Eu fico com tanto medo de as coisas não darem certo que fico sofrendo por antecedência. Eu devia me envergonhar e sim, me envergonho, de não confiar suficientemente em Deus e saber que hora certa Ele vai agir. Preciso acreditar mais em Seu amor, misericórdia e graça. Tenho um Deus tão fiel e ainda duvido. Como ouso?

Obviamente a minha fé ainda está no início, sendo desenvolvida e ainda preciso melhorar muito, eu sei. Mas às vezes acho inadmissível algumas coisas que eu faço. Venho tentando mudar e me deixando ser moldada por Deus ao longo dessas últimas semanas, mas ainda assim, claro que que eu sei que não posso mudar de vez. Vou explicar a situação desde o início, mas vou me ater mais ao fato dessa semana  Enfim, no início do mês passado descobri que só iria receber minhas bolsas de estágio e transporte desde o mês de março, no final do mês de maio/início do mês de junho. Desde então tenho estado indignada com a situação, já que não fui avisada desde o início.

Venho mandando emails e ligando para tentar entender e até reclamar. Pois bem, me estressei (quem não se estressaria?) fiquei zangada, angustiada e preocupada. Para resumir a história, na quarta feira, acordei com a cabeça em um dos emails que havia recebido com uma resposta: "ligue pra fulana no setor tal, peça os números da sua matrícula, registro e data de admissão para ver o contracheque..." O que eu havia cismado aquela manhã é que os números de matrícula e registro que já haviam me dado poderiam estar errados e encasquetei que iria ligar para saber se os números realmente estavam corretos. Estava tentando entrar no sistema e o mesmo informava: "Servidor não encontrado". Achei aquilo estranho. Liguei pela manhã e nada. Depois que cheguei em casa, à tarde, ligue novamente e realmente um dos números estava errado. Me passaram errado ou eu anotei errado, não sei. O fato é que consertei os números e consegui entrar no sistema e verificar os valores e data de recebimento. Foi Deus quem meteu aquela ideia na minha cabeça, Ele me disse, tenho certeza disso. Como eu poderia saber ou pensar que o número que me deram há quase um mês estaria errado? Até porque não tinha pensado nisso até essa semana, que foi uma semana que me angustiei muito por causa disso. Deus veio me tranquilizar na minha angústia, na minha tribulação. E ele sempre virá! Aleluia!


Rafaela Valverde

Metonímia - Lívia Natália


Resultado de imagem para lívia natália

Meu pai colocou meu nome num barquinho que comprou.
É miúdo.
Uma insignificância no meio do oceano de vaga vaga.
É reles.

De uma cruel e desleixada vileza.
De uma pequenez quase lírica.

É reles.

Mal cabem nele dois homens e o isopor para a pescaria.

Mal cabem dois homens.

Talvez somente ele – solitário – e o isopor.

Mas, como no milagre,
o barco que leva o meu nome caminha sobre as águas.



Poema do livro Água Negra



Rafaela Valverde

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Discernimento e livre arbítrio

Resultado de imagem para vontade de deus

As pessoas têm uma ideia errônea, a meu ver, que a gente precisa sair do resto da nossa vida para ser cristão. Olha só, tenho uma novidade, não é necessário se alienar de tudo para servir e amar a Deus. "Fulaninho não é crente, não vou mais falar com ele... " "Sicrano é assim e assado, vou me afastar..." ou então "Não vou mais ver essas séries, filmes e ler esses livros mundanos, só vou ver coisas edificantes..."

Tá. Ok. Então se feche em seu mundinho crente e fique aí sozinho, chato e sem assunto. Vai estar em encontro de família, na faculdade, no trabalho ou sei lá mais onde e não vai saber de nada que se passa no mundo. Nada de cultura jovem, nada de cultura feminina, nada de cultura geral. Nada. Mal sabe falar sobre a bíblia e sobre Jesus, até porque Jesus pregava o amor. Seus seguidores o seguiam porque percebia seu amor. Mas, nem vejo esse tipo de pessoas falando no amor dEle. Como se aproximar de alguém para falar de Jesus se mal sabe falar de Jesus e nada sabe sobre cultura geral?Até porque todo ser humano é dotado de cultura e está inserido na cultura da sua comunidade, então é impossível viver totalmente afastado disso.

Pois bem, eu ainda posso escrever literatura, estudar, ver filmes, ter hobby, lazer e atividades culturais. Tenho livre arbítrio garantido por Deus e eu que aguente as consequências dos meus atos, com Ele. Com Ele. Com mais ninguém. É óbvio que é necessário, é obrigação, respeitar e obedecer a palavra de Deus. Mas não vejo porque viver num "pode-não-pode" exigido por pessoas, seres humanos iguais a mim. Eu, a medida que vou em que vou conhecendo e estudando a palavra de Deus, não apenas lendo e decorando versículos, eu mesma vou percebendo o que me apetece ou não. O que devo fazer ou não. Não preciso que ninguém fique me falando. Na verdade, nem eu nem ninguém. Tenho discernimento suficiente, sou uma pessoa adulta e já saí do pior.

A falta de um relacionamento com Deus  e muitas vezes a preguiça de estudar, de meditar, de ver o contexto do texto bíblico, implica na falta de conhecimento dEle e de Sua palavra. Nós temos capacidade  de escolha. Capacidade essa dada por Deus. Portanto, precisamos saber escolher, porque o tempo de Deus é diferente do nosso e uma hora vai ser preciso usar nossa capacidade para escolhermos sozinhos.

É preciso pedir orientação a Deus. Se Ele não responde no nosso tempo, é porque ele vai responder no tempo dEle ou então está esperando que nós usemos nossa inteligência, discernimento, livre arbítrio e conhecimento da palavra - minimamente. Uma hora, em determinado momento da vida será necessário agir e nesse agir aos poucos ir pedindo o direcionamento de Deus. "Senhor, é isso aqui mesmo? Se não for não deixe chegar ao fim..." Enfim, tem muitas formas de fazer isso.

Às vezes a gente fica com preguiça ou então com medo de fazer a escolha errada e acaba esperando muito por uma resposta divina só para se eximir de culpa ou responsabilidade. Queremos imediatismo e ao mesmo tempo queremos que Deus nos diga tudo, nos mostre um sinal ou nos confirme algo através de alguém, porém em muitos casos a resposta já está em nossa cara, na bíblia. Das duas, uma: ou  não lemos ou não estamos sabendo interpretar o que estamos lendo. De um mês pra cá pude perceber que a bíblia não é um livro tão difícil assim de se entender como eu achava antes. Então, força, vocês também conseguirão entender. Beijos de luz!



Rafaela Valverde

terça-feira, 29 de maio de 2018

Essa poesia de estar sem você

Resultado de imagem para amor

Eu não sei exatamente o que sinto quando olho pra você
Se não é amor, é o quê?
Daquele que Deus criou e deu pra gente
E você nem invente
Dizer que estagnou, sei lá, acabou...
Eu não vou acreditar, ah por favor!
Foi Deus quem colocou você na minha vida
E você colocou Ele nela, temos uma dívida
E quero pagar com amor
Mas você me afastou
Hoje sigo saudosa
Nem escrevo mais prosa
Só essa poesia de estar sem você
Estatela na cabeça, é de doer!
Ao acordar, ao deitar
É ao seu lado que quero estar
Descobrindo o que sinto quando te olho
Tento falar e escrever, mas me embolo
Fico nervosa perto de você, nunca percebeu?
Sem ti, se vai a luz, fica o breu
É claro que é amor!
Nem ouso duvidar mais dessa cor
Que nasce em meu rosto quando te vejo
E que nasceu em minha vida, desde que você chegou nela, meu desejo
É você, disso eu sei
Enviado pelo Rei
Ele mesmo me diz em intimidade
Que nosso amor é realidade
Você precisa deixar de orgulho
Ele só acumula entulho
E não combina com amor
Orgulho só traz dor
É bíblico: orgulho ou soberba traz destruição
Humildade é nossa obrigação
Mas, então por que orgulho com quem te ama?
O que temos é chama!
Que poucos têm a oportunidade de viver em tão pouco tempo
Pense bem, é meu alento
Saber da gente
Vou esperar paciente
O dia de você se dar conta
Estarei aqui pronta
Sabia que eu mudei?
A Deus clamei
Pedi que Deus me transformasse
E que você visse
Uma hora verá
Não preciso gritar
Eu olho pra você e amo tudo
Até seu olhar carrancudo
Espero que leia
Faça de mim uma nova ideia
É só o que eu posso dizer
Eu amo você!




Rafaela Valverde

domingo, 27 de maio de 2018

Eu-Mulher - Conceição Evaristo

Resultado de imagem para conceição evaristo


Uma gota de leite
me escorre entre os seios.
Uma mancha de sangue
me enfeita entre as pernas.
Meia palavra mordida
me foge da boca.
Vagos desejos insinuam esperanças.
Eu-mulher em rios vermelhos
inauguro a vida.
Em baixa voz
violento os tímpanos do mundo.
Antevejo.
Antecipo.
Antes-vivo
Antes – agora – o que há de vir.
Eu fêmea-matriz.
Eu força-motriz.
Eu-mulher
abrigo da semente
moto-contínuo
do mundo.



– Conceição Evaristo, no livro “Poemas da recordação e outros movimentos”. Belo Horizonte: Nandyala, 2008.





Rafaela Valverde
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...