Mostrando postagens com marcador Deus. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Deus. Mostrar todas as postagens

domingo, 8 de julho de 2018

Te tendo

Resultado de imagem para orando

Sua santidade é tão infinita
E eu sei que não consigo imitar
Nunca serei igual a ti
A tua face é bonita
Não paro de te amar
Jamais me deixa cair
Quero te ver
Porque sentir já sinto
Contigo pra sempre quero viver
Tão forte sua presença
Não posso deixar de crer
De ti estou faminta
Mais e mais vou te conhecer
Chegou e ainda pediu licença
Educado, grandioso
Me dá o maior amor que já tive
Tu és glorioso!
Sereno e cheio de vida
Você vive!
Não importa que duvidem
Eu sei que aí estás
À destra do pai
Um dia voltarás
Antes estava estava no time dos que não criam
Mas da escravidão me apartais
E hoje livre estou
Me juntava aos que não te viam
Mas me dei conta que sempre me amou
E naquele dia
Me encheu de plenitude
E amor
E aí mudei minha atitude
E quis te ter
E assim sigo eu: te tendo!




Rafaela Valverde

Apesar - Itagon


Que música! Apenas ouçam!



Apesar de mim
Não por minha causa
O vento há de soprar
Apesar de mim
As folhas crescerão sem pesar
E o Sol nascerá sobre mim

O dia acontecerá
Apesar
Sejas por mim, não abro mão
Mesmo a pesar

E não vá reparar a bagunça em mim
Estou a caminhar em obras

Eu lanço fora todo medo
Todos meus segredos
E o que me afasta de Ti
Sigo encontrando tudo que me resta
O peso e a pressa
Varredura em mim a pesar

A graça veio me consolar
Não tenho aonde ir
Confio mais em mim
Do que graça do meu Deus
Depósito de ego são minhas mãos

Mas o que posso ou não fazer
Aonde vou me esconder
Se o que restava era encontrar
Você

Eu lanço fora todo medo
Todos meus segredos
E o que me afasta de Ti
Sigo encontrando tudo que me resta
O peso e a pressa
Varredura em mim a pesar




Rafaela Valverde

terça-feira, 3 de julho de 2018

O estar só

Resultado de imagem para estar só

Quantas vezes será que vou precisar repetir que me sinto sozinha?
E de que vai adiantar?
Quem é que vai me ouvir além Daquele que mora lá em cima?
Não há nada que remedie esse estar só
Solitude, afinal, só é bom quando se escolhe
Quando compulsoriamente vive-se
Sente-se a revolta e angústia
Dos dias que poderiam ser mais divertidos
Sobram apenas TV, cobertor, brigadeiro e pipoca
Sozinhos!
É bom que posso aproveitar minha gula sem atrapalhações
Mas tem horas que até eu preciso de companhia para comer
Pergunto-me o porquê
Tento entender
Em oração questiono
Porque afasto todo mundo
Esse pequeno escrito é mais um pequeno e inútil manifesto contra a poeira que o estar só levanta
Contra quem hei de me levantar/;
Quem preciso culpar?
A mim mesma, será?
O fato é que já não aprendi a viver sozinha
Estou sozinha quase o tempo todo há quatro anos
E quando todos se vão no fim de semana
Tranco - me aqui nessa caixa escura
Sem ver caras muito menos corações
Já sei como viver sozinha
E gosto até
Mas há de haver um limite
Ou não há?
Só!
Estar só não é bom nem para quem quer
Quem não quer vive a penar
Sinceramente, não quero mais estar só
Nem oito, nem oitenta
Não quero companhia o tempo todo
Nem tampouco um estar só tão constante quanto o tempo
Entendeu, vida?
Céu?
Deus?
Entenderam?
Estar só tem limite
Quantas vezes será que vou precisar repetir?
E de que vai adiantar?




Rafaela Valverde

segunda-feira, 2 de julho de 2018

E o nosso tempo?

Resultado de imagem para deus

Algumas coisas têm me influenciado ao longo desses dias para vir escrever este texto agora, é verdade. Lógico, não se constrói saberes sozinho. Pois bem, sempre leio blogs, livros, vejo vídeos no Youtube e principalmente leio a bíblia. E através disso tudo construo minhas próprias ideias. Vi esse vídeo (Vídeo Por que você acordou hoje?) agora a pouco de Luca Martini, se não conhece vá conhecê-lo. E até compartilhei no Facebook. Esse vídeo me fez pensar em algumas coisas que já vinha pensando. Aliado a isso fiz um devocional através do livro Bom dia de Max Lucado que dizia Encha seu dia de Deus. O texto trazia o seguinte versículo: Mas tu, Senhor, és Deus compassivo e misericordioso muito paciente, rico em amor e em fidelidade. Salmos 86,15. Então, o que eu quero dizer é que Ele é o único que não nos abandona. Quantas vezes perdemos tempo fazendo coisas idiotas e sem sentido? Perdemos tempo em redes sociais (eu já fiz e ainda faço muito isso) e esquecemos de observar as pequenas coisas do dia que podem ser sinais de Deus e Seu amor por nós. No entanto, Ele é paciente e misericordioso para esperar por nós. Quando é dito para encher seu dia de Deus, não significa que tem que ficar orando e lendo a bíblia o dia todo, até porque a gente precisa trabalhar, estudar, etc. Isso é dito, a meu ver, sobre relacionamento, comunhão, parceria e submissão à sua vontade. Porém para que saibamos e consigamos ouvi- Lo se faz necessário nos calarmos, fazer silêncio, deixar o celular um pouco de lado, parar de tagarelar. Simples assim. Simplesmente observar um pássaro ou uma borboleta passeando e quicando em nossa frente pode ser Deus se aproximando da gente. Sentir o vento no rosto, ver o mar ora revolto, ora calmo; tomar banho de chuva ou sentir o sol queimando nossa pele. Esses são os sinais diários  de Deus. Deus nos dá novas manhãs todos os dias para que estejamos próximos Dele, usufruindo da sua benignidade e amor absolutos. Muitas vezes damos mais importância a nossos afazeres que a Deus. Mas Ele não nos abandona. Mesmo a gente estando distraído. É isso. Estar em comunhão com o Pai e encher nosso dia e nossa vida Dele não significa ir à igreja quase todos os dias e nem a ler a bíblia de maneira descontextualizada e afastada Dele, como se fosse um documento formal e antigo e nada mais. O que temos feito para nos aproximarmos de Deus? Temos deixado coisas fúteis de lado? Coisas que nos fazem perder um tempo absurdo. Eu, por exemplo, vou contar um segredo: volta e meia fico sem redes sociais,ou Netflix ou qualquer outra coisa, passo dias sem postar ou assistir nada, em propósito com o Senhor, voltando a atenção para Ele. Me privando de tão pouco em relação ao que Ele faz por mim. É isso que queria dizer. 





Rafaela Valverde

sexta-feira, 29 de junho de 2018

Escolhi não sofrer

Resultado de imagem para olhando o horizonte


Eu escolhi não sofrer. Decidi que não ficaria choramingando por pessoa bosta. Acordei um belo dia e disse para mim mesma: "não vou mais pensar nessa pessoa escrota". E assim tenho seguido minha vida. E sabe que não tenho pensado mesmo? Pra mim é como se a pessoa nem existisse e como se ela nunca tivesse passado pela minha vida. Eu dou graças a Deus todos os dias por isso. Quando a gente passa a enxergar mais Deus e mais a gente mesma, para de pensar, de se importar e de gostar de homem escroto que não merece a gente. Isso é maravilhoso! Deus fala para amarmos a Ele acima de qualquer coisa e isso faz sentido quando passamos por certas coisas. Quando amamos outra coisa mais que a Ele temos grande chance de nos dar mal. Porque ninguém tem tamanho amor e tamanha capacidade de nos corresponder como Deus. Deus não nos decepciona. Nunca. Então, essa lição fica bem clara pra mim na medida em que as coisas vão acontecendo, principalmente no que se refere a relacionamento com outras pessoas, sendo namoro ou amizade. Se isso está acontecendo é porque eu amei mais pessoas do que a Deus e essas pessoas sempre vão me decepcionar e sempre serão imperfeitas, assim como eu. Simplesmente porque elas são pessoas. É claro que não podemos redimir pessoas escrotas da sua escrotidão e mau caratismo. Não tenho dúvidas que as pessoas escolhem agir mal com outras. Assim como temos o amor, temos livre arbítrio dados por Deus. Então, a pessoa sabe que está sendo escrota e continua sendo. Por livre escolha dela. E eita que já me perdi do que eu estava falando exatamente. Estava falando da minha decisão de não sofrer. Pensei e vi que tinha duas opções: sofrer e choramingar por alguém ridículo que fez promessas falsas ou simplesmente mudar e sair da zona do sofrimento. Escolhi, é claro, a segunda opção e até já escrevi poema sobre isso. Depois que esse embuste-encosto saiu da minha vida eu me reconciliei com Deus, eu sinto um amor imenso no meu coração; minha auto estima está mais lá em cima do que nunca - ao contrário de quando estava com ele que me sentia como um lixo que não podia nem falar e me expressar, já que tudo o que eu falava estava errado. Depois que esse traste se retirou da minha vida tenho mais tempo para mim mesma, mudei o cabelo, durmo melhor (na minha cama de casal nova!), estou fazendo exercícios físicos e me amando tanto, mas tanto. Cada vez mais linda, mais rainha. Até minha pele melhorou! Não tenho mais nenhuma necessidade de medir minhas atitudes e palavras por causa de pessoas medíocres. E isso me dá um grande alívio. O que consequentemente me fortalece e faz com que não sofra mesmo. Um peso foi retirado da minha vida e eu sofri e chorei por mais ou menos um mês, mas agora já passou, já foi. Estou bem plena. Melhor que nunca. E a tendência é melhorar. Porque Deus está comigo. É só o que importa.



Rafaela Valverde

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Toca Em Mim de Novo - Isadora Pompeo







Essa música é muito linda e me toca muito. Gosto muito de Isadora! 



Lembro quando te encontrei
Tudo novo você fez
Os abraços que senti
Me fizeram prosseguir

Várias vezes eu caí
E você me levantou
Eu achava estar bem
Mas me rendo

Eu me rendo
Eu me rendo
Eu me rendo a ti

Eu me rendo
Eu me rendo
Eu me rendo a ti

Toca em mim de novo
Enche-me de novo
Eu não me vejo
Sem tua presença

Toca em mim de novo
Enche-me de novo
Eu não me vejo
Sem tua presença




Rafaela Valverde

Livro A Vida de Nosso Senhor

Resultado de imagem para livro a vida de nosso senhor

Ontem terminei de ler um surpreendente livro de Charles Dickens : A Vida de Nosso Senhor. Surpreendente porque não fazia ideia que existia. Comprei o livro por 10,00 em uma feirinha de livros em um shopping da cidade. Pois bem, Charles escreveu  ou reescreveu uma história resumida da vida de Jesus Cristo, totalmente baseada na bíblia. Com essa história ele queria ensinar essa história a seus filhos quando ainda eram crianças. Nunca quis publicar e só depois de muitos anos de sua morte, seus descendentes resolveram publicar. A edição que comprei é da editora Martins Fontes.

O livro foi escrito entre 1846 e 1849 e é baseado no evangelho de São Lucas, conforme informação da orelha do livro. O manuscrito ficou na família guardado como tesouro na família Dickens por  oitenta e cinco anos, sendo passado de mão em mão. Porém não poderia ser publicado enquanto algum filho do autor estivesse vivo. No ano de 1933 o último filho de Dickens morreu deixando o manuscrito com sua esposa e filhos que decidiram publicar. A primeira edição foi ´publicada em 1934 em Londres e nos EUA e foi um dos livros mais vendidos daquele ano.

O livro é uma narrativa simples, com alguns milagres, parábolas e detalhes sobre a vida de Jesus. Destaquei alguns trechos no final e vou dividir um aqui com vocês:

"Cristandade é AGIR BEM, sempre, mesmo em relação a quem nos faz o mal. Cristandade é amar ao nosso próximo como a nós mesmos e fazer a todos os homens o que desejamos que eles façam conosco. Cristandade é ser amável, bondoso, desculpar e conservar essas qualidades serenamente em nossos corações e, sem vaidade, jamais vangloriar - nos delas, ou de nossas orações, ou de nosso amor a Deus, mas demonstrar sempre que O amamos na busca humilde de agirmos justamente, em todos os sentidos."

É isso!


Rafaela Valverde

Estou muito melhor sem você

Imagem relacionada

Olha só, estou muito bem sem você
Voltei a me exercitar
Pintei o cabelo
Re-encontrei Deus
Não imploro mais por atenção
Ela vem!
Atenção e tudo mais
Olhos se voltam
Quando passo em qualquer lugar
Sem você
Sem seu peso
Olha, estou muito melhor sem você
Nem imaginava, sabe?
É que sou tapada
Acabo cobrindo a visão de mim mesma
E fico vendo mais o outro
Mas agora, depois de umas porradas
Vou me ver mais
Me olhar mais
E preciso repetir:
Estou tão bem sem você!
Se soubesse que ficaria assim
Já teria soltado sua mão
Desde a primeira vez que percebi
Que tu querias partir
Demorei de soltar
Segurei com força
Hoje nem sei o porquê
Não queria ficar sem você
Hoje não sei viver sem mim
Sou muito melhor sem você
Respiro sem achar que estou incomodando
Posso ser eu mesma
Não aquela que você fazia eu ser
Saiba que não me deixou ser um terço do que eu realmente sou
Perdeu!
Brilho no olhar, não mais aquele de paixão
Alívio me alcançou
Eu perdi!
Perdi o medo de me expressar
Brigar e lutar pelo melhor
Nem preciso mais!
Estou otimamente bem sem você!
Ora, ora...
Não preciso mais exigir ser bem tratada
Simplesmente sou e deixo ser
Eu mereço!
Não preciso mais implorar ínfimas e pobres palavras
Elas vêm automaticamente
E, ei psiu?
Estou muito, mas muito bem mesmo
Sem você!
E espero que você finalmente esteja melhor
Que esteja feliz
Sem mim...
E sem você também
É sim, você sem você
Porque é você quem se sabota
Quis me sabotar também
Comigo não!
É você quem afasta as pessoas de você!
Enfim, você se foi
Quis ir
Graças a Deus!
Porque eu estou muito bem, obrigada!
Vou ali ver TV e comer pipoca
Sozinha e também acompanhada.




Rafaela Valverde

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Responsabilidade afetiva, você tem?

Imagem relacionada

Vou falar um pouco sobre responsabilidade afetiva. Não que eu seja psicóloga nem nada e nem estou aqui para tentar discutir e definir teorias acerca de quaisquer temas que sejam, mas com certeza já fui bastante atingida pela falta de responsabilidade afetiva dos outros, principalmente dos homens. Então, a intenção aqui é falar da minha experiência para tentar conscientizar as pessoas para que tenham responsabilidade e empatia com os sentimentos dos outros.

Bem, primeiro vou começar por um ponto muito importante, talvez o mais importante para algumas pessoas: o amor próprio, a prioridade para si mesmo. Claro que a gente mesmo deve vir em primeiro lugar, ninguém está falando o contrário. E não, não é egoísmo pensar na gente em primeiro lugar. Ao contrário, quando pensamos em nós mesmos e nos amamos fica mais fácil olhar para o outro com amor e empatia. Pois bem, para ter amor próprio e se valorizar não precisa usar outras pessoas a seu bel prazer, nem é preciso envolver alguém até esse alguém se apaixonar para se auto afirmar. Olha só, que incrível, existem outras formas de se auto afirmar: fazer exercício físico, escrever, pintar, produzir alguma coisa, ser inteligente... Há muito o que se fazer no universo para se sentir bem consigo mesmo, não precisa envolver o sentimento de outra pessoa ou outras pessoas, no plural. Porque tem gente que faz disso um hábito e age com irresponsabilidade afetiva diversas vezes na vida.

Vamos lá. É preciso olhar o outro com respeito, amor fraternal, seriedade e empatia - mais uma vez a empatia - ela é essencial! Quando você não está preparado para se envolver em relacionamentos ou ficar, ou seja lá o que for que envolva  outrem - e não venha com uma conversa de que não se sabe, a gente sempre sabe se está preparado ou não (!) então, não se envolva. Então não envolva ninguém em sua teia de insatisfação, dor e incoerência. Tenha um relacionamento com você mesmo ou com Deus. Mas fique só.Vá pensar na vida, ler a bíblia, ir ao cinema ou ao teatro, fazer caminhada, ver o pôr do sol. Talvez não dê para acreditar mas é possível fazer muitas coisas sozinho e ser feliz sozinho também.

Se não se sente preparado não envolva outra pessoa em sua vida, com sua família, com suas questões e vida pessoal. Essa pessoa também tem família, vida pessoal e questões. Ela tem sentimentos e provavelmente vai sofrer quando não mais conseguir satisfazer seus caprichos de pessoa mimada. Se não quer namorar não namore, se não quiser ficar não fique, se somente quiser ficar, sem ter certeza se gosta para ter algo mais sério, deixe claro, bem claro. Fale, grite e não fique inventando palhaçadas de namorico de adolescente. A outra pessoa não é idiota, nem criança. Ela vai entender e se não tiver na mesma vibe, vai sair da sua vida. Apenas tenha sinceridade, maturidade, humildade e amor ao próximo. Se você é uma pessoa boa você vai se preocupar minimamente com o outro e com o que vai causar na vida desse outro. Pense, respire, analise, ore, pergunte a outras pessoas, se questione várias vezes se você realmente gosta dessa pessoa a ponto de se relacionar. Não deixe o outro se relacionando sozinho. É triste, machuca. Se não vai ficar, se não tem intenção de ficar, não prometa nunca ir embora, não prometa vida a dois, casamento, filhos, futuro. Não prometa, idiota. Não prometa!

E além de tudo isso, envolver alguém deliberadamente em sua vidinha medíocre, ainda tem a falta de sinceridade. A coisa não está mais andando, todo mundo está percebendo, mas você não tem a coragem de falar, de abrir o jogo. Fica maltratando, ignorando, fazendo joguinho, se cala, passa mais tempo no celular, não toca, não beija, não deseja e faz de tudo para que a outra pessoa termine. Isso é uma sacanagem. É uma covardia! Você acaba gerando mágoas, raiva e energias ruins para si mesmo e para sua vida.

Ter um pouco de cuidado com o outro não custa nada. É simples. É só ficar quietinho no seu canto. Não baixar Apps de paquera, não pedir para amigos te apresentarem a alguém e não ficar buscando outras pessoas, PESSOAS, sim, olha eles são SERES HUMANOS iguais a você. Não diga que ama, não elogie, não envolva, não mande músicas, não seja romântico, não faça nada que faça o outro se apaixonar por você, se você não tiver realmente afim de viver aquilo. Porque relacionamento é coisa séria e não é fácil. Relacionamento é ajuste, é diálogo constante, é conflito, é conviver com outra pessoa e aceitar seu jeito de ser. Relacionamento é respirar fundo às vezes, e querer matar o outro de vez em quando, é muito difícil e não é para qualquer um, portanto se você realmente não quer se relacionar com AQUELA PESSOA, se acha que talvez vocês não combinem tanto, então não ENVOLVA ESSA PESSOA. Deixe ela em paz no canto dela. Porque qualquer coisa diferente disso é cretinice. Cresça, acorde e tenha responsabilidade afetiva. Nós agradecemos.



Rafaela Valverde

terça-feira, 12 de junho de 2018

A igreja deve estar sim conectada ao contexto social e político

Resultado de imagem para igreja e sociedade

Eu tinha uma visão bem diferente de igrejas, sobretudo as protestantes. Em vários sentidos. Pois hoje estou tendo a oportunidade de mudar minha visão, sobretudo no que se refere à questão que vou levantar agora: a igreja deve estar conectada com o contexto social e cultural em que está inserido. Sim! Não podemos ser e ter uma igreja alienada, distante das pessoas e distante da comunidade e da sociedade.

Pois bem, no último domingo estava na igreja, em um culto de missões, e este foi contextualizado  com dados estatísticos da Secretaria de Segurança Pública do estado da Bahia em relação aos casos de assassinato em nosso estado em apenas um final de semana. Dados foram dados com detalhes e discutidos aliados ao tema de missões e versículos bíblicos.

Em vários outros momentos, foram trazidas ideias e questões sobre a situação atual do nosso país. Vamos mal econômica, social e politicamente. E isso não deve estar de fora de nenhum ambiente. Devemos discutir essas questões. A corrupção também foi pauta do culto e de nossas orações. Críticas à política partidária e aos políticos que se aproveitam das igrejas para angariarem votos, ou ainda aqueles que são honestos mas não conseguem ser eleitos.

O pastor nos perguntou em quem tínhamos votado há quatro anos. Se ainda nos lembrávamos. E que éramos responsáveis por tudo que acontecer a nossa nação, pois não sabemos escolher, não sabemos votar com discernimento e inteligência. Foi ressaltado também que Deus nos deu inteligência, capacidade de escolha e livre arbítrio. E na verdade temos escolhido e agido muito mal. Além de votarmos mal, ainda por cima não queremos nem ouvir falar em política com nossa eterna preguicite aguda. Sobretudo, de pensar.

Achei importante a igreja trazer essa reflexão. Fazendo associações, relacionando fatos e ideias. Isso é bastante inteligente. Eu tinha uma visão muito distorcida, como já disse. Eu achava que crente era burro, que só lia a bíblia e nada mais. Achava que crente não tinha capacidade de falar nada que não fosse suas crenças e julgamentos da vida alheia. Mas estou mudando meus pontos de vista e sou dessas que lê, estuda e procura se informar, além disso, procura votar e agir. Além de me interessar por política. Até porque se a gente, pessoas boas, não nos importamos com política, acabamos deixando nas mãos de pessoas más. Isso, igreja! Esteja sim envolvida em causas sociais e políticas, porque sabendo podemos argumentar e argumentando podemos cumprir nossas obras.



Rafaela Valverde

Sou Escolhido - Priscilla Alcântara



Amo!
.
Acordar e Te ver
E não pensar como meu dia será
Te entregar toda a minha vida
Pois sei que podes cuidar

Acordar e Te ver
E não pensar como meu dia será
Te entregar toda a minha vida
Pois sei que podes cuidar

Tudo o que irei fazer, tudo o que irei viver
Decida por mim, que a todo momento eu posso errar
Tua voz obedecer, é o que devo fazer
Me ensina assim, que a todo momento irei acertar

Sou escolhido, e Te ouvirei quando chamar
Não devo falhar, sem cair, sem me arriscar
Sou escolhido, e Te ouvirei quando chamar
Viverei pra Te servir enquanto eu respirar
Enquanto eu respirar

Acordar e Te ver
E não pensar como meu dia será
Te entregar toda a minha vida
Pois sei que podes cuidar

Acordar e Te ver
E não pensar como meu dia será
Te entregar toda a minha vida
Pois sei que podes cuidar

Tudo o que irei fazer, tudo o que irei viver
Decida por mim, que a todo momento eu posso errar
Tua voz obedecer, é o que devo fazer
(Me ensina assim, que a todo momento irei acertar)

Sou escolhido, e Te ouvirei quando chamar
Não devo falhar, sem cair, sem me arriscar
Sou escolhido, e Te ouvirei quando chamar
Viverei pra Te servir enquanto eu respirar
Uoh, uoh

Sou escolhido, e Te ouvirei quando chamar
Não devo falhar, sem cair, sem me arriscar
Sou escolhido, e Te ouvirei quando chamar
Viverei pra Te servir enquanto eu respirar

Escolhido, escolhido
Eu sou! Uoh!



Rafaela Valverde

sábado, 9 de junho de 2018

Livro Surpreendido pela Alegria - C.S. Lewis

Resultado de imagem para surpreendido pela alegria

Terminei de ler recentemente o livro Surpreendido pela Alegria de C. S Lewis. O livro foi escrito em 1955. Lewis foi um professor da universidade de Oxford e autor de alguns livros infantis, inclusive os das Crônicas de Nárnia. Pois bem, o livro é tratado como autobiografia pelo próprio autor que conta sua vida desde a infância, a relação com a família, as escolas que estudou e sua relação com Deus e com a literatura.

Lewis era ateu, virou agnóstico e depois se converteu ao cristianismo e ele conta com detalhes essas experiências. Confesso que alguns detalhes demais. Não curto muito biografias, acho uma leitura um pouco maçante e esse então, foi bem cansativo, sobretudo pela época em que foi escrito. Mas lutei e conseguir ir até o fim. É uma leitura cansativa até no sentido de muitas informações. Muitos autores e livros são citados, além de pessoas da convivência do autor. Ainda assim gostei bastante da forma que ele escreve e tenho mais alguns livros dele aqui que com certeza lerei. C.S. Lewis faz algumas críticas e revelações sobre questões variadas e algumas coisas voltadas a Deus e a descoberta da sua elação com Ele me marcaram.

É um livro bastante interessante para conhecer o autor, ainda mais para quem nunca leu nada dele, como eu. A mudança brusca no que se refere ao cristianismo e a fé fez eu me identificar muito com ele e sua história de vida.


Rafaela Valverde




Filme Uma Questão de Fé

Resultado de imagem para filme uma questÃO DE FÉ

O filme Uma Questão de Fé, originalmente  A matter of faith, é um filme cristão lançado em 2014 no Brasil. Tem duração de 128 minutos, é dirigido por Rich Christiano e tem na Netflix. Enfim, gostei bastante do filme por ele ser bastante esclarecedor em alguns conceitos e questões relacionadas ao Criacionismo X Evolucionismo. Questões como: "como uma natureza tão sábia e inteligência pode ter surgido de uma explosão de algo qualquer?" Essa foi uma frase que me marcou muito no filme e  há discussões interessantes ao longo do filme.

A matter of faith traz a história de Rachel Whitaker, uma menina cristã que vai para a universidade e se depara com aulas de biologia que deixam sua fé um pouco abalada. O professor é defensor ferrenho da teoria da evolução e pauta suas aulas sempre relacionadas à essas questões. O pai de Rachel percebe a mudança da filha e decide fazer alguma coisa sobre isso. A partir daí o filme vai se desenrolando até o dia da decisão de Rachel sobre a sua fé.

A temática do filme é boa, porém questões como atuações e produção deixam a desejar um pouco.  Mas penso que vale a pena, pois me fez pensar em várias ideias que ainda não havia pensado, especialmente sobre a criação do homem.




Rafaela Valverde

sábado, 2 de junho de 2018

Confiar em Deus

  1. Resultado de imagem para tribulação




Tribulação e angústia me atingiram, mas os teus mandamentos são o meu prazer. Os teus testemunhos são eternamente justos, dá-me discernimento para que eu tenha vida.
Salmos 119:143-144


Aprendi que não adianta ser "barraqueira", me irar ou ficar triste. Não adianta e não precisa. O que preciso mesmo é confiar em Deus. Ele me mostrou isso mais uma vez essa semana. Quantas vezes será necessário que Ele me prove para que eu acredite que Ele está do meu lado? Eu fico com tanto medo de as coisas não darem certo que fico sofrendo por antecedência. Eu devia me envergonhar e sim, me envergonho, de não confiar suficientemente em Deus e saber que hora certa Ele vai agir. Preciso acreditar mais em Seu amor, misericórdia e graça. Tenho um Deus tão fiel e ainda duvido. Como ouso?

Obviamente a minha fé ainda está no início, sendo desenvolvida e ainda preciso melhorar muito, eu sei. Mas às vezes acho inadmissível algumas coisas que eu faço. Venho tentando mudar e me deixando ser moldada por Deus ao longo dessas últimas semanas, mas ainda assim, claro que que eu sei que não posso mudar de vez. Vou explicar a situação desde o início, mas vou me ater mais ao fato dessa semana  Enfim, no início do mês passado descobri que só iria receber minhas bolsas de estágio e transporte desde o mês de março, no final do mês de maio/início do mês de junho. Desde então tenho estado indignada com a situação, já que não fui avisada desde o início.

Venho mandando emails e ligando para tentar entender e até reclamar. Pois bem, me estressei (quem não se estressaria?) fiquei zangada, angustiada e preocupada. Para resumir a história, na quarta feira, acordei com a cabeça em um dos emails que havia recebido com uma resposta: "ligue pra fulana no setor tal, peça os números da sua matrícula, registro e data de admissão para ver o contracheque..." O que eu havia cismado aquela manhã é que os números de matrícula e registro que já haviam me dado poderiam estar errados e encasquetei que iria ligar para saber se os números realmente estavam corretos. Estava tentando entrar no sistema e o mesmo informava: "Servidor não encontrado". Achei aquilo estranho. Liguei pela manhã e nada. Depois que cheguei em casa, à tarde, ligue novamente e realmente um dos números estava errado. Me passaram errado ou eu anotei errado, não sei. O fato é que consertei os números e consegui entrar no sistema e verificar os valores e data de recebimento. Foi Deus quem meteu aquela ideia na minha cabeça, Ele me disse, tenho certeza disso. Como eu poderia saber ou pensar que o número que me deram há quase um mês estaria errado? Até porque não tinha pensado nisso até essa semana, que foi uma semana que me angustiei muito por causa disso. Deus veio me tranquilizar na minha angústia, na minha tribulação. E ele sempre virá! Aleluia!


Rafaela Valverde

quarta-feira, 30 de maio de 2018

O amor - Clóvis Pinho




E se eu falasse a língua
Dos homens e dos anjos
Sem amor

Seria como um sino
Que soa pelo vento
Mas sem amor

E ainda que eu tenha o dom de profecias
E saiba todos os mistérios um por um
E se eu der aos pobres tesouros e riquezas
Sem amor

De nada valeria
Não adiantaria
De nada valeria
Sem amor

O amor é maior do que a esperança
O amor é melhor do que a fé
O amor tudo sofre espera e não se cansa
O amor é o perfeito dom de Deus



Rafaela Valverde

Discernimento e livre arbítrio

Resultado de imagem para vontade de deus

As pessoas têm uma ideia errônea, a meu ver, que a gente precisa sair do resto da nossa vida para ser cristão. Olha só, tenho uma novidade, não é necessário se alienar de tudo para servir e amar a Deus. "Fulaninho não é crente, não vou mais falar com ele... " "Sicrano é assim e assado, vou me afastar..." ou então "Não vou mais ver essas séries, filmes e ler esses livros mundanos, só vou ver coisas edificantes..."

Tá. Ok. Então se feche em seu mundinho crente e fique aí sozinho, chato e sem assunto. Vai estar em encontro de família, na faculdade, no trabalho ou sei lá mais onde e não vai saber de nada que se passa no mundo. Nada de cultura jovem, nada de cultura feminina, nada de cultura geral. Nada. Mal sabe falar sobre a bíblia e sobre Jesus, até porque Jesus pregava o amor. Seus seguidores o seguiam porque percebia seu amor. Mas, nem vejo esse tipo de pessoas falando no amor dEle. Como se aproximar de alguém para falar de Jesus se mal sabe falar de Jesus e nada sabe sobre cultura geral?Até porque todo ser humano é dotado de cultura e está inserido na cultura da sua comunidade, então é impossível viver totalmente afastado disso.

Pois bem, eu ainda posso escrever literatura, estudar, ver filmes, ter hobby, lazer e atividades culturais. Tenho livre arbítrio garantido por Deus e eu que aguente as consequências dos meus atos, com Ele. Com Ele. Com mais ninguém. É óbvio que é necessário, é obrigação, respeitar e obedecer a palavra de Deus. Mas não vejo porque viver num "pode-não-pode" exigido por pessoas, seres humanos iguais a mim. Eu, a medida que vou em que vou conhecendo e estudando a palavra de Deus, não apenas lendo e decorando versículos, eu mesma vou percebendo o que me apetece ou não. O que devo fazer ou não. Não preciso que ninguém fique me falando. Na verdade, nem eu nem ninguém. Tenho discernimento suficiente, sou uma pessoa adulta e já saí do pior.

A falta de um relacionamento com Deus  e muitas vezes a preguiça de estudar, de meditar, de ver o contexto do texto bíblico, implica na falta de conhecimento dEle e de Sua palavra. Nós temos capacidade  de escolha. Capacidade essa dada por Deus. Portanto, precisamos saber escolher, porque o tempo de Deus é diferente do nosso e uma hora vai ser preciso usar nossa capacidade para escolhermos sozinhos.

É preciso pedir orientação a Deus. Se Ele não responde no nosso tempo, é porque ele vai responder no tempo dEle ou então está esperando que nós usemos nossa inteligência, discernimento, livre arbítrio e conhecimento da palavra - minimamente. Uma hora, em determinado momento da vida será necessário agir e nesse agir aos poucos ir pedindo o direcionamento de Deus. "Senhor, é isso aqui mesmo? Se não for não deixe chegar ao fim..." Enfim, tem muitas formas de fazer isso.

Às vezes a gente fica com preguiça ou então com medo de fazer a escolha errada e acaba esperando muito por uma resposta divina só para se eximir de culpa ou responsabilidade. Queremos imediatismo e ao mesmo tempo queremos que Deus nos diga tudo, nos mostre um sinal ou nos confirme algo através de alguém, porém em muitos casos a resposta já está em nossa cara, na bíblia. Das duas, uma: ou  não lemos ou não estamos sabendo interpretar o que estamos lendo. De um mês pra cá pude perceber que a bíblia não é um livro tão difícil assim de se entender como eu achava antes. Então, força, vocês também conseguirão entender. Beijos de luz!



Rafaela Valverde

terça-feira, 29 de maio de 2018

Essa poesia de estar sem você

Resultado de imagem para amor

Eu não sei exatamente o que sinto quando olho pra você
Se não é amor, é o quê?
Daquele que Deus criou e deu pra gente
E você nem invente
Dizer que estagnou, sei lá, acabou...
Eu não vou acreditar, ah por favor!
Foi Deus quem colocou você na minha vida
E você colocou Ele nela, temos uma dívida
E quero pagar com amor
Mas você me afastou
Hoje sigo saudosa
Nem escrevo mais prosa
Só essa poesia de estar sem você
Estatela na cabeça, é de doer!
Ao acordar, ao deitar
É ao seu lado que quero estar
Descobrindo o que sinto quando te olho
Tento falar e escrever, mas me embolo
Fico nervosa perto de você, nunca percebeu?
Sem ti, se vai a luz, fica o breu
É claro que é amor!
Nem ouso duvidar mais dessa cor
Que nasce em meu rosto quando te vejo
E que nasceu em minha vida, desde que você chegou nela, meu desejo
É você, disso eu sei
Enviado pelo Rei
Ele mesmo me diz em intimidade
Que nosso amor é realidade
Você precisa deixar de orgulho
Ele só acumula entulho
E não combina com amor
Orgulho só traz dor
É bíblico: orgulho ou soberba traz destruição
Humildade é nossa obrigação
Mas, então por que orgulho com quem te ama?
O que temos é chama!
Que poucos têm a oportunidade de viver em tão pouco tempo
Pense bem, é meu alento
Saber da gente
Vou esperar paciente
O dia de você se dar conta
Estarei aqui pronta
Sabia que eu mudei?
A Deus clamei
Pedi que Deus me transformasse
E que você visse
Uma hora verá
Não preciso gritar
Eu olho pra você e amo tudo
Até seu olhar carrancudo
Espero que leia
Faça de mim uma nova ideia
É só o que eu posso dizer
Eu amo você!




Rafaela Valverde

domingo, 27 de maio de 2018

Filme Pregando o Amor

Resultado de imagem para filme pregando o amor

Quero escrever um pouco sobre o filme gospel que acabei de assistir na Netflix: Pregando o Amor, com o o ex rapper americano Ja Rule. O filme foi lançado no ano de 2013 direto para a televisão, tem a direção de Steve Race e no elenco: Ja Rule, Adrienne Bailon, Michael Madsen, etc. O gênero é Drama. 

Miles Montego (Ja Rule) é um ex traficante e vive uma vida desregrada até encontrar Vanessa (Adrienne Bailon) e recebe convites para ir à igreja com ela e sua família. Eles começam a namorar mesmo com um pouco de resistência da família dela. Miles também se sente resistente para com a igreja e com a bíblia. Ele não acredita e não entende muitas coisas, mas a convivência com Vanessa pode fazer ele entender algumas questões que vêm de Deus. A partir de perdas e dificuldades, Miles passa a buscar a Deus. É um filme bonito e forte. Gostei bastante. Vale a pena.





Rafaela Valverde

Querido amigo ateu - Fabiana Bertotti


Descobri Fabi essa semana. Ela é jornalista, escritora, casada com um pastor e é Adventista. Não concordo com algumas coisas que ela fala, mas nesse vídeo eu concordo com tudo. Não adianta ser uma pessoa chata, até porque você não converte ninguém, quem converte é o Espírito Santo. Pode até pregar, mas antes viva em sua vida o que está pregando. Seja uma pessoa agradável pra falar de Jesus porque ele não merece gente chata achando que segue ele e proliferando mentiras e intolerâncias em Seu nome. Enfim, vejam o vídeo.



Rafaela Valverde

sábado, 26 de maio de 2018

O meu novo amor!

Resultado de imagem para amor de deus

Eu aceitei Jesus. No dia 13/05, dia das mães, em uma igreja Assembleia de Deus. Mas, olha só ela, não é mesmo? Que ironia da vida! Já tinha "aceitado" na minha pré adolescência mas agora é de verdade. Sou uma pessoa transformada. Sou uma pessoa consciente do amor de Deus e de Jesus e sou uma pessoa que tenta corresponder a esse amor. Todos os dias. 

Quero conhecer mais sobre o meu Deus, quero aprender muito mais sobre Ele e sua grandiosidade. Por isso, ando lendo alguns livros, além da bíblia. Faço devocionais diários quando acordo durante a semana. No final de semana faço em qualquer horário, porém em maior quantidade de tempo. Devocional é: "é a demonstração da devoção e admiração por algo ou alguma coisa, normalmente relacionado com aspectos religiosos. No âmbito religioso, devocional é o período de tempo que uma pessoa separa para se dedicar à Deus, ou seja, fazer orações, agradecimentos, leituras e discussões sobre a Bíblia."  Fonte:https://www.significados.com.br/devocional/

Estou me deixando moldar diariamente. Me policiando, orando e pedindo a Deus que mude o que eu não consigo sozinha. Já me libertei da escravidão do pecado, mas obviamente todos nós somos pecadores. Assim já nascemos, com o pecado residente, pois assim fomos gerados. Porém quando o Espírito Santo toca em nosso coração a gente ganha uma liberdade enorme - ao contrário do que as pessoas pensam e ao contrário do que eu mesma pensava. Liberdade no sentido de nos libertar da escravidão do pecado e de mim mesma, de meus próprios desejos mundanos e carnais. O amor de Deus e a forma que ele nos amou e ama é mais importante hoje para mim do que qualquer outra coisa no mundo. Nunca me senti assim na minha vida.

Uma das provas do amor de Deus está neste versículo: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3:16) Dessa forma temos Jesus. Ele veio como um homem, o único que nunca pecou, e morreu por nossos pecados. Olha, eu confesso que era uma pessoa muito cética até poucos meses atrás e às vezes, certas coisas se tornavam difíceis para eu entender, mas na medida em que vou estudando vou conseguindo entender. Ainda tenho algumas questões e dúvidas, porém tenho certeza que Deus vai me ajudar a entender, através do estudo das suas palavras..

O processo é gradual. E tenho sede de aprender. Sempre gostei de estudar tanta coisa então por que não estudar com mais profundidade os assuntos do Senhor? Tenho aprendido algumas coisas e deixando que essas coisas reflitam em meu comportamento e em minha vida. Estou buscando recursos diversos para aprender mais, como livros, blogs e canais cristãos no Youtube, além da própria bíblia é claro. Além disso tenho ido à igreja. Na verdade, domingo passado fui à uma batista. Então, ainda estou frequentando para ver em qual me adapto melhor. Servir a Deus e ter Jesus como melhor amigo são as melhores coisas que tive até hoje, mas não é fácil. Seguir o cristianismo não é fácil. Tentar se assemelhar a Jesus e amar ao próximo por exemplo, não são coisas fáceis, mas quando a gente ama a Deus e a Jesus e deixa o Espírito Santo habitar em nós, mantendo intimidade diária com Ele, fica um pouco mais tranquilo.

Então, meu coração e minha vida estão preenchidos e tomados por Deus. Meus pecados anteriores foram perdoados pois me mostrei arrependida. Eu pedi a Deus uma vida nova e a partir das minhas atitudes estou conseguindo. Uma das coisas que não entendia era o fato de abrir mão das minhas vontades e de mim para deixar Deus tomar conta. Eu não queria fazer isso, antigamente. Mas agora entendo que abrir mão da minha vontade e dos meus desejos significa que devo deixar de querer  pecar e de sentir prazer no pecado, significa que eu devo abrir mão dos desejos da carne e me dedicar mais e mais à vida espiritual... Enfim, sei que ainda há muitas coisas para eu entender e talvez muitas coisas que escrevi aqui tenham sido besteiras, mas é o pouco que aprendi até agora.

Sim, eu agora sou cristã. Ainda não me batizei e não sei em qual igreja vou congregar, mas tenho total certeza da minha nova vida. Até porque não tem como voltar mais atrás. Então, para onde é que eu voltaria? Não há lugar melhor que a presença do Senhor. Não há amigo melhor que Jesus Cristo e não existe consolador mais poderoso que o Espírito Santo. Pois bem, não preciso berrar aos quatro cantos do mundo minha decisão e nem preciso orar, clamar e adorar a Deus de forma ruidosa. Pelo contrário, a bíblia ensina que é no secreto que nosso encontro e intimidade com Deus são melhores efetivados. Enfim, há mais coisas que quero falar porém elas podem ser ditas em forma de texto ao longo do tempo... Achei que era necessário escrever aqui essa nova fase da minha vida.

Para terminar quero fazer algumas observações: estou muito feliz; sinto uma paz enorme, me sinto preenchida, não sinto mais solidão, nem aquela tristeza constante, não me sinto mais deprimida e com vontade de morrer. Várias vezes de 2015 para cá pensei em me matar, mas hoje não penso mais nisso e é graças a meu Deus! Minhas atitudes hoje são mais baseadas no amor. Amor a Deus, amor ao próximo (na medida do possível) e amor próprio. E acerca de amor próprio vem a ideia da auto estima, cuidados diários, cuidar da saúde do corpo e da alma, maquiagem, esmaltes, vestuário. Não vou deixar de usar essas coisas, que se tratam de usos e costumes e que a depender da igreja são "proibidos". São doutrinas de homens e não de Deus. Vale a interpretação do que se lê, já que não há nada diretamente relacionado a essas questões na bíblia. Posso escrever textos mais detalhados sobre esse assunto depois.

Mas, continuando minhas observações: o que mudou foi meu coração, minhas atitudes ruins que melhoram a cada dia e minha forma de viver e me relacionar com as pessoas e com Deus, o que mudou foi minha vida de pecado e de gênio difícil por exemplo. E algumas coisas têm menos importância hoje para mim do que tinham antes. Mas eu não deixei de ser eu. Não vou ser crente chata, fanática, nem vou virar homofóbica, preconceituosa e alienada do mundo que vivo. Não vou deixar de ver minhas séries, ler meus livros e ouvir música secular - claro que depende da música secular. Tem músicas que são verdadeiros poemas, são lindas e falam de amor. E eu sou poeta! Acho que nem preciso me ater mais a essas explicações, não é? Claro que não vou mais ouvir por exemplo músicas que tenham conotação sexual ou violência ou músicas que tenham danças muito sensuais. Isso porque o Espírito Santo tocou no meu coração e me incomodou. Várias coisas já me incomodaram e eu deixei de vez. O que importa é meu relacionamento com o Senhor, o que Ele me diz. O que importa é o nosso amor e meu coração que tenta dia após dia ser mais santo e puro. Religião é o menos importa aqui. Importa é Jesus, o cordeiro de Deus. Sou apaixonada por Ele!





Rafaela Valverde





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...