quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Desisti definitivamente de aprender inglês

Resultado de imagem para inglÊs

Desisti definitivamente de estudar inglês. É, parece que realmente a minha casa é a desistência. Falo isso em alusão a um trabalho solicitado por uma professora de literatura no semestre retrasado, que pedia que identificássemos nossas casas. Na época escrevi um texto bastante reflexivo e acusatório. Acusando a mim mesma, claro. 

Sei das minhas limitações e me conheço melhor do que qualquer outra pessoa no mundo, obviamente. Assim, sei como vou me comportar diante de determinadas situações e até onde posso ir ou não. Nesse caso, não dava mais. Tentei pela quarta vez um curso de proficiência na UFBA. Mas apesar de tentar, não consigo aprender muito. Pelo menos nessa proposta de curso.  Uma sala de aula coletiva em que eu tenho que interagir com outras pessoas, fazer exercícios de prática e errar na frente delas. É muito difícil para mim. Além do mais eu estava num nível que as professoras falavam, contavam piadas e eu era a única da sala que não entendia, consequentemente não ria. Na boa, é demais pra mim.

Lembro que na época da escola sempre tirei notas boas em inglês. Eu gostava de estudar inglês e até ajudava os colegas. Mas também pelo inglês que é dado em escola pública né...? Ainda assim, eu conseguia pegar melhor que agora. Parece que é algo relacionado à idade. Dizem que quanto mais jovem for, mais fácil e rápido de aprender. Faz sentido. E eu não vou mais me massacrar por isso.

Entrei no curso no ano passado e fiz um módulo: o elementar I; para o elementar II fiz umas semanas e abandonei, depois me matriculei de novo e nunca fui. Agora me matriculei de novo aos sábados e foi aí que me convenci de que não tenho mais paciência para aprender. Além da falta de paciência, que já não tenho para muita coisa mesmo, mas percebi que tenho dificuldades para aprender mesmo. Pelo menos em uma sala de aula, em contato com outras pessoas. 

Por isso mesmo desisti. Eu não vou mais perder meu precioso tempo nesse curso e nem em nenhum. Me conformei e aceitei que não tenho mais jeito para estar em um curso de inglês. Talvez eu tenha alguma trava sei lá. Mas o fato é que eu desisti do inglês. De novo. Nem acabou ainda, mas parece que 2017 é o ano da desistência, para mim. Pelo menos desistência de coisas que não me fazem bem. E isso, definitivamente não me faz bem.



Rafaela Valverde
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...