terça-feira, 31 de janeiro de 2012

As vantagens de uma boa leitura


Os grandes gênios jamais largaram a prática da leitura. Hoje ela ainda  é presente no hábito da sociedade em si, mas mesmo com as campanhas e incentivos dessa prática no Brasil, a tendência e de até ter uma certa diminuição. A internet e a facilidade de acessos a várias fontes para um determinado assunto muitas das vezes tendem a disponibilizar uma informação superficial que nem pode ser comparadas às de um livro. Podemos utilizar tal hábito para nos enriquecermos de informações e nos tornamos mais inteligentes - ser mais inteligente é cada vez melhor, não concorda? As horas passam rápidas e podemos até ser mais feliz. 
Um segredo para dormir bem é sempre ler algo agradável antes de deitarmos, pois ajuda a enriquecer o sono. Separar algumas ou até mesmo uma única hora do dia para lermos alguma coisa ao invés de ficarmos vagando por aí pelo orkut sem fazer nada de útil e agradável ou ter aquela conversa superficial pelo MSN é um grande passo, lembrando que devemos fazer o mesmo com a televisão. Saia da internet, desligue a tv e leia um livro; em poucos tempos você mesmo notará que ficará mais inteligente e feliz.  

Vamos fechar a janela antes de o ladrão entrar

Ainda não tinha me pronunciado sobre os prédios que desabaram no Rio de Janeiro, na semana passada, mas agora eu resolvi escrever algo. Bom, eu acho que não adianta agora ficar preocupado com as possíveis causas, e nem procurando os culpados. O fato é que perdemos 17 pessoas até onde eu acompanhei, e que o prédio já caiu. Temos que agradecer por ter sido à noite após o expediente, e não em horário de pico. Esse fato vai abrir nossos olhos para algumas coisas que acontecem alheias à nós, ou que muitas vezes estão ao nosso lado e nós não percebemos. Ou fingimos que não vemos. Por exemplo, ontem passei pelo Comércio e em alguns pontos da Barra e verifiquei alguns prédios bem antigos e sinceramente não sei como esses prédios estão de pé ainda. Calma, não estou dizendo que os prédios antigos de Salvador vão desabar, mas agora cabe uma observação e fiscalização maior dos órgãos públicos e de nós civis também. Cuidado nunca é demais e já que nós brasileiros, só fechamos a janela quando o ladrão entra então que essas mortes na cidade do Rio de Janeiro sirvam de exemplo para nós soteropolitanos e baianos prestarmos atenção em nossa estrutura e cobrarmos dos gestores públicos.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Sensação de bem estar para terminar o mês

Ontem fui fazer a prova do concurso REDA da Secretaria da Educação para assistente administrativo. Foi numa escola em Itapuã, Mal Mascarenhas. Uma escola bem espaçosa com amplos locais de convivência e salas arejadas. O problema é que a falta de educação de nossos alunos, infelizmente não permite que a escola seja limpa e com as paredes sem riscos, nomes e xingamentos, mas tudo bem... nunca vamos conseguir mudar o fato de a as escolas particulares serem limpas, com paredes e chãos limpos e as escolas públicas por causa de seus próprios alunos não terem essa limpeza toda.
Bom, mas o fato é que fiz a prova com muito sono, mas de acordo com o gabarito, não fui mal não.Acabei de pegá- lo e agora vou analisar quantas questões eu errei e quantas acertei. Gostaram das mudancinhas do blog? Estou tão surpresa comigo mesma, já que sou taurina e resistente a mudanças, mas sempre quero melhorar esse blog e esse plano de fundo tem mais haver com coisas e casos, feitos e fatos.
Já resolvi os problemas dos cartões de passagem e agora fui trabalhar e estou muito mais tranquila agora. Não há sensação melhor do que quando resolvemos os problemas. Estou aliviada e otimista com essa prova de ontem. Ah! Vi agora o gabarito: das cinquenta questões acertei 30, faltam ver os escores de pontuação, etc.
Fui!

sábado, 28 de janeiro de 2012

Dicas de maquiagem

Olá gostaram das mudanças do blog? Estou sempre tentando melhorar esse espaçinho que é meu, que é nosso. Aliás esse é um dos poucos espaços exclusivos meu, onde eu reino, eu dito, eu mando...   (risos)
Gostaria de falar um pouco sobre um assunto que eu amo, mas que não falo muito aqui por que não entendo tanto assim, para falar, por que afinal só faço em mim: maquiagem. Mas fui pesquisar um pouco e vou fazer um resuminho do que aprendi.
Bom, primeiro deve -se passar a base, que deve ser de preferência líquida ou cremosa, com uma esponja umedecida em água. Essa base deve ser um pouco mais clara se você quiser iluminar o rosto. Em seguida pode vir o corretivo, que serve para disfarçar olheiras. No mesmo tom ou mais claro que a base.
Depois vem o pó facial, que segundo minhas pesquisas pode ser compacto ou translúcido. O pó tem como função uniformizar a pele e fixar melhor a maquiagem. Não precisa exagerar na quantidade. Eu particularmente adoro um bom pó compacto, ele sozinho já melhora minha pele.

Agora vamos para a sombra, lembrando que sombras escuras diminuem os olhos e sombras claras aumentam visualmente. No meu caso isso não é uma regra, pois como uso óculos meu olho fica pequeno de qualquer jeito. Coloque o tom mais forte da sombra no cantos externos dos olhos perto dos cílios, e o tom mais claro na parte de cima, próximo as sobrancelhas. Use pouco e apenas em ocasiões especiais.
Em seguida passe o lápis, que gosta passa bem rente em cima dos cílios inferiores. Aí tem a parte do delineador, eu não uso, por que não tenho coordenação motora para tanto. Então não vou entrar nesse mérito.
Vou pular então para o meu queridinho, o rímel. Deve- se passar pelo menos duas camadas para alongar os cílios, recomenda- se passar apenas nos superiores, mas eu sou ousada e passo nos inferiores também. Cuidado para não borrar e para não irritar os olhos. Agora vou falar um pouco sobre o meu segundo queridinho, o blush. Ele deve ser aplicado com um pincel com cerdas grandes levemente nas maçãs do rosto, em direção as orelhas, de baixo para cima. Deve se passar pouco para não ficar artificial, mas se erra na mão dê umas leves batidinhas com esponja para tirar o excesso.
Ai, ai, ai... chegamos agora no batom. Se quiser fixar melhor passe uma camada nos lábios, retire o excesso com papel absorvente passe um pouco de pó compacto e depois mais uma camada de batom.



Agora chegou a hora de  tirar essa maquiagem toda. E tem que tirar bem direitinho heim? Não pode dormir com maquiagem de jeito nenhum, a pele precisa respirar.
Você deve ter um bom demaquilante e um demaquilante para olhos e tirar tudo direitinho com a ajuda de um algodão, depois lave a pele com sabão e por último hidrate.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Desmotivação no trabalho

Hoje não fui trabalhar. Na verdade achei mesmo um desaforo ir. Vocês sabem que na segunda feira passada meu marido foi assalto e ele estava com o meu Salvador Card, do trabalho. Pois é,paguei antecipadamente o valor de 30,00 para um cartão novo, desde a quinta feira passada e me deram um prazo de cinco dias úteis para a entrega do cartão. Esse prazo venceria ontem. Pois ontem de manhã liguei e nada desse cartão chegar. Ainda tinha algum crédito no Salvador Card de meia passagem e fui. Mas hoje não tive como ir. Não tinha mais como pedir dinheiro a ninguém. Todas as pessoas responsáveis, com quem eu falei me disseram que nada poderiam fazer por mim. Então eu também não pude fazer nada por eles. Não fui. Achei muito desaforo. Sabe estou de saco cheio disso, tem coisas que não dá para aguentar muito tempo. Não há resiliência que aguente isso! Sabe quando você está num programa social, mas se sente num  programa comercial, onde você é apenas um item do lucro e do sucesso do trabalho do outro. Ninguém lhe pergunta nada, sobre isso. A gente vai vivendo e aprendendo e eu cada dia que passa aprendo o que há de pior no ser humano. Não levo desaforo para casa e o que euro dizer aqui hoje é justamente isso. Não deixe que pisem em você, só por que você precisa de emprego ou  estuda em Universidade Pública, que é outro lugar que parecem que estão te fazendo um favor.
Fiquei mais chateada e insatisfeita ainda com esse meu trabalho. Ai, ai, preciso de uma guinada na minha vida, é por isso que sempre estou procurando emprego e fazendo concurso. Li uma coisa uma vez, que dizia que é melhor até para a saúde ficar sem emprego, do que estar insatisfeito no que estamos fazendo, mas quando não temos opção e realmente temos que trabalhar para comer, vestir, pagar aluguel, pagar transporte para ir para a faculdade, etc, temos que às vezes passar por esse tipo de coisa, apesar de algumas vezes querer chutar o balde mesmo. Mas nem dá vontade de sair para ir trabalhar.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Educação de jovens e adultos

Tenho estudado EJA bastante agora nesse IV semestre. Já tive em duas disciplinas diferentes, contato com essa modalidade de ensino. Muitos textos sobre a trajetória histórica da Educação de Jovens e Adultos no Brasil, sobre a relação dessa modalidade com o trabalho e a produção da existência, sobre a especificidade do professor de EJA e as  propostas curriculares nacionais.
Tenho me deparado com discussões calorosas em sala de aula e tenho aprendido e percebido muitas peculiaridades da EJA. Essa modalidade  de ensino no Brasil, assim como a Educação Infantil/ Creche tem sido muito mal tratadas ao longo dos anos, com caráter assistencialista e apenas como preparação para o mercado de trabalho prático e braçal sem muita ou nenhuma preocupação com as bases científicas, filosóficas e sociais do conhecimento existente no mundo.
A EJA deve propiciar aos Jovens e Adultos trabalhadores, a educação que não tiveram acesso no tempo devido, na idade devida. Porém tem havido distorções na formação dos docentes de EJA, e nos conteúdos curriculares produzidos pelo Ministério da Educação. E em geral, o que tem havido mesmo é preparação para o mercado de trabalho, sem nenhuma reflexão das questões sociais.
Estive no mês de novembro em uma escola municipal aqui perto e essa experiência para mim foi rica e cheia de aprendizagem sobre a especificidade do professor, já que esse docente deve ser um profissional muito bem capacidade e apto para lidar com essa modalidade tão singular. Além disso o professor deve ser crítico, reflexivo, pesquisador, e humano, entendendo assim que aquele jovem, aquele adulto, aquele velho, está em condições semelhantes a dele, ou seja a condição de produção de existência, de trabalhar para viver.

Nessa escola me deparei com alguns casos pessoais e familiares desses adultos da EJA, me deparei com professores motivados e com professores desiludidos com a profissão e especificamente com uma professora bem preparada para lidar com as singularidades da EJA.
Estou encantada com essa modalidade e quero estudar mais sobre a EJA, e gostaria que o Brasil, o Ministério da Educação desse mais atenção a essa camada mais pobre da população que precisa do fortalecimento da Educação de Jovens e Adultos.

Sexo tântrico

A filosofia

O tantra é uma filosofia que nasceu na Índia há milênios em oposição ao hinduísmo, que é muito rígida. O tantra instituiu o culto ao feminino, à felicidade e à arte de amar. O sexo tântrico faz parte disso tudo e a mulher é o coração do tantra, é considerada uma deusa. Para se familiarizar, Shakti é o nome que se dá a energia feminina. Shiva é a polaridade masculina, a consciência que respeita e reverencia Shakti.


O sexo tântrico

O sexo não é praticado com o objetivo final do orgasmo. O interessante é atingir um estado de consciência maior, onde não há separação entre corpo e espírito. Durante o sexo, o casal deve evocar Shakti e Shiva e perceber um ao outro como divindades.

Como o caminho do paraíso para o homem não é ejacular, ele segura a ereção e atinge um tipo de prazer chamado "orgasmo cósmico". A mulher se abre para o prazer e é capaz de ter orgasmos múltiplos enquanto acompanha seu parceiro nesse jogo de autocontrole e concentração. Dizem que atingir o nirvana é inevitável.

Você deve pensar: que coisa maluca! Mas é possível aprender com os ensinamentos do tantra e encarar o sexo tântrico como um manual de exercícios. A relação sexual vira um verdadeiro encontro do amor e não uma relação sem intimidade ou compromisso.

Preparando o ambiente e o corpo

A preparação do ambiente faz parte do ritual: incensos, flores e música dão um toque especial. A iluminação deve ser feita com velas, nunca no escuro. Tome um banho demorado e escolha a roupa pela textura. Não há preocupação nem ansiedade com o desempenho no sexo.

Se você ainda não tem intimidade com o poder da deusa Shakti, imagine essa energia feminina como uma cobra adormecida na base da coluna vertebral. Quando acordada, ela sobe até o alto da cabeça, nutrindo os chacras da coluna, unindo consciência e prazer. Deve-se praticar uma espécie de meditação a dois, um treinamento físico e espiritual para atingir a consciência suprema.

Prepare o sistema nervoso, pratique posturas, respirações, mantras e visualizações. Revigore o corpo para que seja capaz de sentir, de se emocionar e de pulsar por inteiro. Comece a transformar a relação. Só tenha olhos para o seu namorado, caminhe de mãos dadas, beije-o com ternura, troque carícias. Vocês são criaturas sagradas, e o corpo é um templo.

Fonte: http://www.45graus.com.br/aprenda-e-pratique-o-sexo-tantrico,pontog,32536.html

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Os vários lados de uma mesma moeda

Ás  vezes sou meio radical mesmo nas minhas opiniões, como foi o caso das opiniões da postagem de ontem.  O meu próprio marido me disse que eu estava sendo radical, mas é assim que eu sou e é assim que fico quando vejo a situação em que estamos em nosso país e  ninguém percebe, ninguém faz nada. Mas aí vocês que estão lendo nesse momento podem me perguntar: Que situação é essa? O caos que  não querem que a gente veja, que estamos mergulhados até o pescoço. Estão dizendo por aí que o país vai bem, que estamos com a economia em boas condições com o PIB acima do Reino Unido, etc, etc...
Mas como é que vamos bem se foram derrubados 6 ministros no ano  passado, a maioria deles com acusações de corrupção? Como estamos bem se estamos com péssimos índices na educação e na saúde? Como estamos bem se o desemprego cresce, e o subemprego também? Pessoas morando em baixo de viadutos, assaltos a mão armada em plena a luz do dia, crianças sendo exploradas sexualmente, drogas, prostituição, abortos, assassinatos...
Fora a alienação geral da mídia em geral, das músicas dos realitys shows, etc, etc, etc... Como não só de críticas podemos viver, reconheço que tivemos um crescimento econômico grande e natural nesses últimos anos, mas como eu falei era natural acontecer esse crescimento, não poderíamos afinal de contas ficar tão para trás assim. Hoje muitas famílias possuem computadores, TVs LCDs, TV à cabo e etc, o que não tinham antes, porém junto com essas vantagens materiais que conseguimos, surge o aumento da desigualdade social, pois enquanto temos tudo isso, muitas famílias sobrevivem de bolsa família, muitas instituições sobrevivem de doações e caridades, muitas pessoas morrem em filas de hospitais e muitas crianças moram nas ruas e não tem sequer o que comer. E assim podem acabar caindo no mundo do crime e sabe lá Deus o que mais.
Tenho sempre uma receita: Pensar, pensar e pensar, analisar o mundo, refletir, questionar, ser cidadãos críticos e cobrar sempre das autoridades.
Fui!

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Nosso assunto de cada dia

Nos  últimos dias nosso país babaca, só se tem havido comentários sobre o BBB12 e o seu suposto estupro, a tal da Luíza, que estava muito melhor que nós lá no Canadá, mas que já voltou para essa porcaria de país. Eu fico pensando o seguinte: Será que com tanta desigualdade, com tantos problemas estruturais de falta de saúde, educação, transporte e com tanta corrupção, acho que deveríamos parar de dar atenção e de comentar tanta besteira idiota e discutirmos nossos problemas para uma possível resolução dos mesmos.
Sabe o que nós na verdade somos? Um bando de abilolados sem educação e sem cidadania, que só queremos consumir, gastar e se dar bem. Não pensamos na situação caótica em que nos encontramos. Será que ninguém vê isso? Aqui na Bahia, só pensamos em cachaça, arrocha, futebol, pagode com linguagem chula, carnaval, são joão e feriados para encher a cara. Só temos cabeça para isso. Não podemos parar alguns minutinhos para ler algo que preste, nos informar, conhecer coisas boas, músicas boas, filmes de qualidade?Mas sabe por que agimos assim? Por que ser diferente, falar o que pensa, ser crítico e reflexivo, ler, desenvolver nossa cidadania e intelectualidade é muito difícil.É  fácil, é muito mais fácil ser igual a todo mundo e ser fã de Restart, encher a cara até cair, nos transformarmos em um monte de cabeças vazias, sem criticidade e aceitando tudo que nos impõem.
Vamos parar para pensar em que perdemos o nosso precioso tempo, e vamos investir em coisas realmente úteis em nossas vidas. E por fim, vamos deixar Luiza no Canadá e vamos tirar esse programa infame BBB do ar. Sempre há tempo de abrirmos nossas cabeças para refletirmos sobre o que acontece ao nosso redor. Precisamos pensar mais, sermos críticos e cidadãos verdadeiros.

sábado, 21 de janeiro de 2012

Bebê sem papel (lindo)





Sustos do início do ano!

Estou numa provação essa semana. Pablo, meu marido foi assaltado na segunda feira, aqui na porta de casa. Com uma arma na cara, teve que entregar tudo que tinha não mão inclusive uma marmita de comida. Na carteira estava o meu Salvador Card, do trabalho que eu tinha emprestado a ele, trocado com ele, para ele ir visitar a mãe. Resultado ficamos sem transporte, e eu principalmente, fiquei no prejuízo. Ficamos chocados com essa violência sofrida na nossa rua, na nossa porta. E indignados com tanta violência, com tanta covardia e com tanto descaso do poder público, descaso com a segurança pública, com a educação, com a estrutura física das cidades, enfim, com o descaso existente em todas as esferas públicas, que fabricam criminosos, bandidos anti-sociais e anti-cidadãos, que não tem nada a perder por que a sua própria vida é uma tragédia.
Mas voltando as coisas que estão acontecendo nesse início de ano. Pois bem, tivemos ajuda de nossas famílias como sempre. Família é sempre família! Meu pai me deu o dinheiro para fazer os dois cartões, o estudantil que eu já tinha perdido há tempos e o da empresa e estamos nos virando. Alíás gostaria de falar sobre isso, o cartão da empresa, que é 30,00 eu tive que pagar antecipado, com um boleto. Não podiam descontar no salário no próximo mês? E acho que nem deveria pagar, já que estava com o B.O. Sabe ninguém facilita sua vida, só complica, não adianta fazer nada. Tem que correr atrás literalmente. Essa semana foi a maior correria para mim, mas já estamos superando, já consegui fazer novamente o Salvador Card de meia passagem e o da empresa chega na semana que vem. Quero falar uma última coisa para encerrar a postagem:
XÔ INVEJA! XÔ OLHO GROSSO!

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

BBB 12 e o machismo em nossa sociedade supostamente moderna e civilizada

É inacreditável que ainda possa haver em pleno 2012, século XXI, comportamentos e atitudes como essas. É inacreditável que possa ainda existir tanto machismo, com comentários podres ditos por bocas de mulheres. E por fim é inacreditável que esse programa BBB ainda exista, na maior TV aberta do Brasil e depois de tantas edições com muitas baixarias! Pois é fica difícil acreditar em tantos absurdos, divulgados na TV aberta e em todas as redes sociais. Hoje eu ouvi um grupo de pessoas com apenas um homem, ou seja quase todas mulheres, conversando sobre esse suposto estupro ou abuso sexual, sei lá... É só posso saber essas notícias através da internet ou dessas pessoas, por que cansei de acompanhar esse programa idiota e desnecessário. Por mim já tinha acabado! Mas voltando as pessoas que estavam falando, um discurso absolutamente machista  e fora de moda. Coisas como: "Ah, quem mandou ela beber?" , "Não sabe beber... aí, ó...", " Deitou com o cara na cama e não queria nada...?" " O cara tava lá, com o "instrumento" dele, e não vai usar?"...
E teve muito mais, mas nem me lembro, sabe? Gente só por que a mulher bebeu dá direito ao cara fazer uma coisa dessa??? Parece o discurso da saia curta, lembram? Temos que acabar com essa mentalidade machista que ainda ronda e paira em nossas cabeças, por que todos nós em algum momento já pensamos assim, ou vamos pensar, está em nosso imaginário já, que mulher que sofre qualquer tipo de abuso sexual e/ou violência causou de alguma forma o ato. Não admito tampouco que esses impropérios saiam da boca de mulheres, supostamente libertas da condição machista patriarcal em que viveram nossas avós. Ou mudamos primeiro nossa cabeça, nossa consciência, o Brasil e o mundo não vão mudar nunca, se é que realmente almejamos alguma mudança.
Era isso que queria falar sobre esse assunto.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Não me deixe ser feminista sozinho - Vinícius Luiz

"Ser mulher não deve ser moleza. Ter alterações no humor por causa de hormônios não parece divertido_ nem sangrar uma vez por mês ou carregar crianças na barriga por quase um ano.
São coisas que, por mais que eu me esforce, jamais vou saber exatamente como funcionam por falta de prática. Apesar disso, faço o que eu posso para compreender as mulheres e defender seus direitos. É que eu sou feminista. E não há nada de estranho em isso partir de um homem.
Muitas meninas tem ojeriza à palavra feminismo. Acho que é medo de cair no estereótipo da mulher solteirona e masculinizada, construído ao longo dos anos pelos inimigos das feministas históricas. É aí que entram frases do tipo " não quero ser feminista, quero ser feminina" ou " sou contra o feminismo por que acho que todos devem ser iguais". Menina, o feminismo defende exatamente isso, que todos sejam iguais_ e não que as mulheres transformem os homens em capachos.
Para ser feminista não é preciso queimar sutiã ou deixar de usar batom e rímel. Basta ter em mente que homens e mulheres devem usufruir dos mesmos direitos. É não aceitar, por exemplo, que a vítima de estupro seja responsabilizada pelo crime por usar "roupas provocantes". Ou que lhe digam que você não pode fazer faculdade de engenharia civil porque não é coisa de menina. Ou ainda que mulher precisa dar conta sozinha de lavar, passar, cozinhar e ainda ser gostosa.
Pode parecer exagero falar nisso em pleno 2012, mas acredito que as mulheres ainda tem muito espaço a conquistar - e infelizmente, muito do que se defender também. Como parte interessada dessa história, você deveria adicionar um pouquinho de feminismo ao seu feminismo. Vai ser melhor para todo mundo."



Fonte: Revista Gloss de janeiro

sábado, 14 de janeiro de 2012

Blogs de decoração

Como eu já disse aqui, estou para ira para minha casa própria. Conto os detalhes depois. O fato é que ando doida atrás de sites e blogs de móveis e decoração. Encontrei alguns, vejam, mesmo que não queiram fazer decoração. é lindo! Vou fazer uma pesquisa mais profunda e vou colocar aqui na página inicial do blog.
http://www.arrumadissimoecia.blogspot.com/

http://achadosdedecoracao.blogspot.com/

http://www.decoracaoblog.com.br/

http://casadachris.uol.com.br/blog/

http://casadecoraoartesecoisitasmais.blogspot.com/

http://decoracaoeideias.blogs.sapo.pt/

http://blogdedecoracao.lopes.com.br/

http://decoracaodeaaz.blogspot.com/

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Julia Roberts

Não escondo de ninguém que sou fã mais que absoluta da atriz Julia Roberts, e que ela junto com Jennifer Lopez e Adele, é minha diva e musa. Até o nome da filha que vou ter um dia, vai ser Júlia. Por isso quero
 compartilhar com vocês o que descobri sobre ela no Wikipédia:

Julia Fiona Roberts (Smyrna28 de outubro de 1967) é uma atriz dos Estados Unidos. Vencedora do Oscar, é conhecida principalmente por sua atuação em Pretty Woman.
O pai de Julia vendia aspiradores de pó de porta em porta e sua mãe era secretária de paróquia. Julia cresceu vendo seus pais envolvidos também em atividades teatrais. Gente de teatro frequentava sua casa.
Quando tinha apenas quatro anos, seus pais se separaram e aos nove perdeu o pai vítima de câncer.
É irmã do ator Eric Roberts.
Seu sonho era ser veterinária, mas aos 17 anos, optou por tentar a carreira artística e se mudou para Nova Iorque. Trabalhou em uma loja de sapatos e uma sorveteria, antes de se tornar modelo da agência de modelo Click. Tudo o que ganhava era para pagar os cursos de interpretação, mas não chegou a completar nenhum.
Após atuar em alguns seriados, conseguiu o seu primeiro papel no filme, Blood red (Sangue da Terra- 1980) pois o ator Eric Roberts, seu irmão mais velho, convenceu o diretor do filme a inclui-la no elenco. Julia e o irmão não se relacionam bem, pois Eric a acusa de ser mal agradecida, por nunca haver reconhecido a sua colaboração no início de sua carreira.
Julia terminou seu noivado com o também ator Kiefer Sutherland na década de noventa, o que baixou sua auto-estima e o seu apego ao trabalho por um longo período.
Indicada ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por Steel Magnolias, foi da cerimônia direto para os estudios de Pretty Woman. Depois deste filme, ao lado de Richard Gere, ganhou enorme destaque e mais uma indicação ao Oscar, agora como atriz principal.
A partir daí, ficou conhecida como a rainha das comédias românticas, embora tenha demonstrado talento também em papéis dramáticos.
Em 2001, com Erin Brockovich, foi premiada com o Oscar de melhor atriz. Ainda em 2001, durante o filme A Mexicana Julia conheceu o cameramanDanny Moder com quem viria a se casar, em 2002, após um escândalo que ocupou durante um bom tempo a imprensa sensacionalista, pois Julia era namorada do ator Benjamin Bratt e Danny era casado.
Em 2004, Julia anunciou que estava grávida de gêmeos e deu à luz Hazel Patricia e Phinnaeus Walter, no dia 28 de novembro do mesmo ano. Por causa dos filhos, Julia disse que iria abandonar a carreira. Não cumpriu a promessa, pois estreou na Broadway em 2006 com a peça Three Days Rain. Esta foi sua primeira atuação no grande palco de Nova Iorque, e seu trabalho foi bem recebido pelos críticos. Além disso, Julia trabalhou em uma nova produção, o filme Charlie Wilson's War, onde atua com Tom Hanks, que estreiou no ano de 2007. No dia 18 de junho de 2007, Julia deu à luz seu terceiro filho, Henry Daniel Moder. Irmã do diretor e famoso ator Eric Roberts e tia da atriz e cantora teen Emma Roberts. Também é embaixadora da marca de cosméticos Lancôme.


Ainda tem mais coisas lá como filmografia e os prêmios que ela recebeu, para quem se interessar.


quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Texto de Martha Medeiros (Amo...)

Acho a maior graça. Tomate previne isso,cebola previne aquilo, chocolate faz bem, chocolate faz mal, um cálice diário de vinho não tem problema, qualquer gole de álcool é nocivo, tome água em abundância, mas não exagere...

Diante desta profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos.

Sei direitinho o que faz bem e o que faz mal pra minha saúde.

Prazer faz muito bem.
Dormir me deixa 0 km.
Ler um bom livro faz-me sentir novo em folha.
Viajar me deixa tenso antes de embarcar, mas depois rejuvenesço uns cinco anos.
Viagens aéreas não me incham as pernas; incham-me o cérebro, volto cheio de idéias.
Brigar me provoca arritmia cardíaca.
Ver pessoas tendo acessos de estupidez me
embrulha o estômago.
Testemunhar gente jogando lata de cerveja pela janela do carro me faz perder toda a fé no ser humano.
E telejornais... os médicos deveriam proibir - como doem!
Caminhar faz bem, dançar faz bem, ficar em silêncio quando uma discussão está pegando fogo,
faz muito bem! Você exercita o autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de nada.
Acordar de manhã arrependido do que disse ou do que fez ontem à noite é prejudicial à saúde!
E passar o resto do dia sem coragem para pedir
desculpas, pior ainda!
Não pedir perdão pelas nossas mancadas dá câncer, não há tomate ou mussarela que previna.
Ir ao cinema, conseguir um lugar central nas fileiras do fundo, não ter ninguém atrapalhando sua visão, nenhum celular tocando e o filme ser espetacular, uau!
Cinema é melhor pra saúde do que pipoca!
Conversa é melhor do que piada.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Pergunta é melhor do que dúvida.
Sonhar é melhor do que nada!


terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Countdown- Beyoncé


Vejo esse clipe sempre no TVZ Multishow  e adorei!

Desânimo e espera de mudanças!

Estou ocupada meio ocupada com um estudo dirigido para ser entregue e realizado em fevereiro. O trabalho está na mesma chatisse e paz maceira. Acho que eu comecei o ano meio desanimada. Não sei por que. Está tudo ruim ultimamente sabe? Os serviços como essa internet porqueira da TIM, que sou obrigada a ter ainda por culpa da ineficiente Oi que insiste em me negar a internet velox. Tudo  na mesmice e daí para pior. Hoje ainda por cima estréia mais um BBB. Na décima segunda edição, já superou e ultrapassou todas as minhas edições de paciência. Aff! Juro que ninguém merece mais esse BBB. Assistia na minha pré adolescência, e para mim já deu. Aliás estou ficando de saco muito cheio da Globo, que está num complô alienante, deseducante, massificante  e estereotipante. Nem sei se existe essa última palavra, mas estou usando assim mesmo. Só gostaria de dizer que preciso de um gás para fomentar meu ânimo, minha alegria nesse ano que está apenas começando.
Eu que sou taurina e tão resistente a mudanças, mas nesse momento, surpreendentemente preciso de mudanças, principalmente na área profissional, onde estou tão insatisfeita. Ah e não tinha revelado nada aqui no blog ainda, mas a outra grande mudança que espero na minha vida esse ano, é a vinda do meu bebê, meu primeiro filho, que estamos tentando há  três meses fazer. Só falta agora a ação da mãe natureza!!!

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Ciências sociais

Estou pensando seriamente em fazer Ciências Sociais quando terminar a graduação em Pedagogia. Eu sei que é um curso pesado e que exige alto grau de leitura como pedagogia, mas eu gosto muito e quero ser antropóloga e depois quem sabe fazer uma pós-graduação, mestrado ou doutorado na área de antropologia relacionada à educação. Por isso quero compartilhar com vocês um pouco do estou pesquisando sobre esse curso.


É o estudo das origens, do desenvolvimento, da organização e do funcionamento das sociedades e culturas humanas. O cientista social estuda os fenômenos, as estruturas e as relações que caracterizam as organizações sociais e culturais. Ele analisa os movimentos e os conflitos populacionais, a construção de identidades e a formação das opiniões. Pesquisa costumes e hábitos e investiga as relações entre indivíduos, famílias, grupos e instituições. Desenvolve e utiliza um conjunto variado de técnicas e métodos de pesquisa para o estudo das coletividades humanas e interpreta os problemas da sociedade, da política e da cultura. Pode atuar nas áreas de ensino, pesquisa e planejamento, além de dar consultoria e assessoria a ONGs, empresas privadas e públicas, partidos políticos e associações profissionais, entre outras entidades.

O mercado de trabalho

O mercado tem aberto oportunidades para o cientista social. Ele encontra vagas especialmente no setor público, para atuar fazendo diagnósticos de problemas sociais, de impactos sociais de grandes obras governamentais e consequente remoção de pessoas dessas áreas. Os antropólogos são contratados para analisar e emitir certificações de origem de populações segundo sua etnia (como os quilombolas) para que se possam delimitar áreas e desenvolver programas especiais. A atuação se estende a outros campos, como ensino, meio ambiente, assistência social, saúde, segurança e transportes. ONGs e fundações voltadas ao desenvolvimento social abrem possibilidades de emprego, assim como a necessidade de as empresas realizarem projetos de sustentabilidade. Na área educacional, os licenciados podem lecionar no Ensino Médio como professores de sociologia, principalmente. Para ensinar nas universidades, é necessário ter pósgraduação. Outro setor que costuma contratar é o de pesquisa social e de opinião - como os institutos Datafolha e Ibope. O cientista social é requisitado para trabalhar na área de planejamento e desenvolvimento urbano, elaborando diagnósticos socioeconômicos. "A necessidade de expansão da agricultura tem feito órgãos como a Embrapa contratarem o cientista social para trabalhar com os pequenos agricultores. O objetivo é diagnosticar as carências de conhecimento específico dessa população para que a Embrapa elabore cartilhas e cursos", explica Raul Francisco Magalhães, coordenador do bacharelado em Ciências Sociais da UFJF, em Minas Gerais. 

Salário inicial: R$ 1.200,00 (fonte: Federação Nacional dos Sociólogos).

O curso

Esse curso exige grande carga de leitura e acompanhamento constante das questões sociais, culturais e políticas. Sua matriz curricular é estruturada tendo como eixo principal três grandes áreas: sociologia, antropologia e ciência política. O grupo de disciplinas obrigatórias é composto de história, geografia, economia, psicologia, filosofia e metodologia científica. Há, ainda, aulas práticas, que incluem pesquisa de campo e coleta, análise e interpretação de dados empíricos. Quem opta pela licenciatura acrescenta à carga horária outras disciplinas obrigatórias, além daquelas do bacharelado, e deve cumprir estágio supervisionado. Algumas escolas oferecem programas de iniciação científica e exigem a elaboração de uma monografia no fim do curso. Fique de olho: Há instituições que têm graduação específica numa das habilitações de Ciências Sociais, como sociologia, ciência política ou antropologia. Já o curso de Etnodesenvolvimento, da UFPA, em Altamira, é direcionado exclusivamente para indígenas, a fim de formar profissionais para lecionar e atuar nas aldeias e comunidades. 

Duração média: quatro anos. 

Outros nomes: Antrop.; Antrop. e Cult. Indígenas (antrop. soc.); Antrop. e Cult. Indígenas (antrop. vis.); Ciên. Hum. (sociol.); Ciên. Polít.; Ciên. Polít. e Sociol. (sociedade, estado e polít. na América Latina); Ciên. Soc. (ciên. polít.); Ciên. Soc. (sociol.); Etnodesenvolvimento; Sociol.

O que você pode fazer

Antropologia

Estudar a origem e a evolução do homem e das culturas. Investigar os diversos grupos sociais, culturais ou étnicos e as transformações ocorridas por causa do contato com outros grupos.

Ciência política

Analisar os sistemas, as instituições e os partidos políticos de um país e as relações entre as nações. Auxiliar na definição de políticas públicas e assessorar parlamentares e membros do Executivo.

Sociologia

Investigar as relações, as estruturas e a dinâmica das sociedades modernas, analisando os processos históricos de transformação das organizações sociais.

Ensino

Dar aulas para o ensino fundamental e médio.

Pesquisa de opinião

Coletar e analisar dados sobre diferentes acontecimentos ou ocasiões para identificar o comportamento e a reação de grupos sociais em relação a eles.

domingo, 8 de janeiro de 2012

Chasing Pavements (Adele- tradução)

Chasing Pavements

I've made up my mind,
Don't need to think it over,
If i'm wrong i am right,
Don't need to look no further,
This ain't lust,
I know this is love but,

If i tell the world,
I'll never say enough,
Cause it was not said to you,
And thats exactly what i need to do,
If i'm in love with you,

Should i give up,
Or should i just keep chasing pavements?
Even if it leads nowhere,
Or would it be a waste?
Even if i knew my place should i leave it there?
Should i give up,
Or should i just keep chasing pavements?
Even if it leads nowhere

I'd build myself up,

And fly around in circles,
Wait then as my heart drops,
And my back begins to tingle
Finally could this be it

Should i give up,
Or should i just keep chasing pavements?
Even if it leads nowhere,
Or would it be a waste?
Even if i knew my place should i leave it there?
Should i give up,
Or should i just keep chasing pavements?
Even if it leads nowhere

Should i give up,
Or should i just keep chasing pavements?
Even if it leads nowhere,
Or would it be a waste?
Even if i knew my place should i leave it there?
Should i give up,
Or should i just keep chasing pavements?
Even if it leads nowhere

Perseguindo Sonhos Impossíveis

Eu me decidi,
Não preciso refletir sobre isto,
Se estivesse errada estaria certa
Não é preciso mais nenhum olhar
Isto não é luxúria,
Eu sei que isto é amor mas,

Se eu dissesse ao mundo,
Eu nunca diria o bastante,
Porque que não foi dito a você,
E isso é exatamente o que eu preciso fazer,
Se eu estou apaixonada por você,

Eu deveria me render,
Ou eu deveria continuar perseguindo sonhos impossíveis?
Até mesmo se não conduz a parte alguma
Ou seria um desperdício?
Até mesmo se eu soubesse que é meu lugar deveria deixá-lo?
Eu deveria me render,
Ou eu deveria continuar perseguindo sonhos impossíveis?
Até mesmo se não conduz a parte alguma

Eu me construiria,

E voaria em círculos
Espere então meu coração cair
E atrás de mim começa a dor
Finalmente isto poderia ser

Eu deveria me render,
Ou eu deveria continuar perseguindo sonhos impossíveis?
Até mesmo se não conduz a parte alguma
Ou seria um desperdício?
Até mesmo se eu soubesse que é meu lugar deveria deixá-lo?
Eu deveria me render,
Ou eu deveria continuar perseguindo sonhos impossíveis?
Até mesmo se não conduz a parte alguma

Eu deveria me render,
Ou eu deveria continuar perseguindo sonhos impossíveis?
Até mesmo se não conduz a parte alguma
Ou seria um desperdício?
Até mesmo se eu soubesse que é meu lugar deveria deixá-lo?
Eu deveria me render,
Ou eu deveria continuar perseguindo sonhos impossíveis?
Até mesmo se não conduz a parte alguma

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Reflexões...

Ás vezes fico pensando em como a vida é engraçada. Penso sempre que, apesar de achar, que nós guiamos as nossas vidas através das nossas atitudes, fico pensando nos acasos que ás vezes vejo acontecendo. O que me deixa besta é que parece que os acasos das outras pessoas são sempre bons  e os meus não. Acho que isso é uma característica nossa mesmo, dos seres humanos, de achar que o jardim do vizinho é sempre mais florido que o nosso. O que quero dizer com isso? Várias coisas, inclusive que nunca estamos satisfeitos com as coisas que nos acontecem. Somos impacientes, queremos as coisas no nosso tempo e não, não sabemos esperar. E quando acontece com outra pessoa o que estamos há um tempo esperando, ficamos frustrados, decepcionados e até com raiva.
Agora, vou falar um pouco de mim nessa história. Me sinto exatamente assim ás vezes e, sim, estou falando de coisas específicas. Coisas que estou esperando há algum tempo há algum tempo, outras nem tanto tempo assim, mas que parecem que não virão nunca. Em compensação, parece que todas as pessoas ao meu redor foram agraciadas com os seus desejos e necessidades realizados. E o pior é que tenho a sensação de que apesar de batalhar, de lutar, de dormir pouco e de ter uma dura rotina, as coisas não vem mesmo.
Esse ano de 2012 será um ano de transição, de mudança de etapas. Digo isso por que estou muito próxima da minha casa própria tão almejada (e estou muito grata por isso) e, aí sim, depois dela conquistada dar 
passos mais largos. Mas preciso realmente de uma guinada, de uma alavancada, por que a minha parte estou fazendo. Disso tenho certeza e posso me orgulhar.
Mas eu quero mais. E quem não quer? Eu quero crescer, quero que sobe dinheiro no final do mês e não que falte; quero dar uma boa escola aos meus futuros filhos; quero poder viajar e ter lazer sem ter que ficar contando moedinhas.Enfim, não quero só o que o dinheiro pode comprar, mas também a vida digna e melhorada que todos nós sonhadores merecemos.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Hemoba convoca doadores voluntários de plaquetas

A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) convoca doadores voluntários de sangue e especialmente plaquetas.A convocação é decorrente da queda no estoque de plaquetas, material importante para o controle de sangramento. As doações podem ser realizadas no Hemocentro Coordenador, na Ladeira do Hospital Geral do Estado, no bairro de Brotas, em Salvador, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30, e sábado, das 7h30 às 12h30.

Segundo informação da Hemoba, o doador de plaquetas deve preencher os mesmos requisitos exigidos para o doador de sangue total, além de ter realizado pelo menos uma doação de sangue convencional nos últimos meses.

A forma de doação de plaquetas, um dos componentes do sangue, ocorre por aférese, processo que permite a separação e a coleta específica e é muito parecido com a de doação de sangue total.Todo o processo dura cerca de 60 minutos e em 48 horas o organismo repõe as plaquetas doadas.


Fonte: http://www.radiometropole.com.br/noticias/index_noticias.php?id=VG5wbmVrMVVRVDA9

Falta de consciência das pessoas...

Hoje acordei com um terrível humor, mas com a calma que está lá no trabalho, me recuperei. Mas tenho observado algumas coisas nesse início de ano que me deixam de mal humor e indignada. Ontem quando estava indo ao trabalho vi pessoas indo a praia com crianças ao meio dia, mas não é disso que quero falar, do horário adequado de levar crianças a praia e sim do que uma dessas pessoas fez no percurso. Ela, que era uma mulher estava bebendo água numa garrafinha, bebeu e atirou literalmente no meio  da rua. Na hora fiquei me perguntando: Será que ela não podia guardar na bolsa e depois jogar em uma lixeira? Seria muito trabalhoso para essa mulher fazer isso? Não... é claro que não. Mas a falta de educação, não permitiu que ela fizesse isso. Imagina só a sujeira que esse povo porco deixa na praia. Onde vamos parar?!?
A segunda coisa que gostaria de comentar se trata também de uma coisa que observei no ônibus, mas foi hoje. As mães, pais, avós, etc, insistem em querer tratar seus filhos, netos ou seja lá o que for, como estorvos que atrapalham e dão gastos. E com isso, insistem em burlar as leis e enfiar os meninos do lado, embaixo e em cima da catraca dos microônibus, que nem são tão espaçosos assim, para não pagar a passagem de ônibus das suas crianças. Pois é suas crianças, que nós sociedade temos que bancar! Sempre disse isso, que algumas pessoas põem filhos, muitos filhos no mundo para a sociedade arcar com esses filhos. Bem, mas voltando ao que eu observei hoje, foram vários casos assim. Crianças entrando por todos os lados da catraca para seus pais não pagarem sua passagem e sentando nos lugares de pessoas que pagam. E o pior é que os caras de pau dos pais deixam essas crianças nas cadeiras. Para mim não funciona assim, não fui educada assim. Se é criança e não pagou senta no colo. Mas não há a consciência dos pais e assim caminha a humanidade, por que essa falta de consciência, de educação, de cidadania, vão sendo passadas de geração à geração e então como vamos almejar mudanças se continuarmos a agir assim? Vamos refletir, vamos olhar as coisas com olhares críticos e vamos denunciar o que tiver errado na nossa sociedade. Isso é cidadania!





segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Começando o ano muito bem....

É 2012 chegou! E junto com ele o início de um novo ciclo. Esse ciclo e o funcionamento dele, dependem de nós, das nossas atitudes e de um pouco de sorte também não é? Sei que é preciso sorte, acaso, mas principalmente nossas atitudes, o que fazemos ou que deixamos de fazer por acomodação ou por falta de vontade.
Hoje eu voltei ao trabalho, depois das férias. Não encontrei muitas mudanças, apenas uma grande e decisiva mudança. Minha antiga coordenadora saiu de lá e foi para outro posto. Agora vai entrar uma nova coordenadora e enquanto isso ficamos na expectativa. Por que a outra era super relax e super flexível, mas agora não sei como ficaremos no setor. E eu como uma boa taurina, odeio mudanças bruscas de rotina. Mas nesse caso não tem outro jeito.
Gostaria de comentar três coisas que aconteceram esses dias de transição de ano. A primeira coisa que gostaria de falar hoje é sobre o PIB do Brasil, estar na sexta colocação mundial e estar acima  do Reino Unido. Os "economistazinhos" estão se achando e estão achando que o Brasil é o melhor país do mundo. A educação não é priorizada; nossos velhos e nossas crianças morrem em filas de hospitais públicos; todos os dias crianças e jovens entram no crime, sem outras opções mais interessantes; temos mortes e mais mortes no trânsito por conta da impunidade com os motoristas bebuns. Não sei por que eu tenho a leve impressão de que estamos caminhando para o caos e se comemora um índice idiota desses! Se eu tivesse a qualidade de vida que os ingleses tem, aí sim eu poderia comemorar essa porcaria de colocação de PIB. Temos gente morrendo de fome, vivendo de bolsa família e olhe lá. As desigualdades sociais só aumentam a cada dia. O pobre fica cada vez mais pobre,  e o rico cada vez mais ordinariamente rico. E ainda tem a exploração do homem pelo homem nas relações de trabalho, onde o trabalhador, trabalha muito, ganha pouco e ainda obtém pseudos- benefícios.

A outra coisa que gostaria de comentar são dois fatos que ocorreram aqui mesmo em nossa formosíssima cidade. A primeira coisa linda que aconteceu foi a ausência de fiscalização da lei seca em nossa cidade. Pois é, no final de semana de réveillon, a Transalvador tirou folga. Com tanta gente enchendo a cara e dirigindo, eles não fazem fiscalização em um final de semana agitado como esse que foi o último final de semana do ano. Eu achei isso um absurdo. E só para lembrar que um motorista reincidente matou uma mulher grávida em São Paulo. Aonde vamos parar heim? Vamos precisar matar quantas mulheres grávidas, para que se tenha rigor nessa malita lei seca? E vamos precisar de que para que a Transalvador se mexa?

A terceira e última coisa que quero falar, é sobre o roubo do carro oficial da deputada Maria Del Carmem na porta da casa dela na Avenida Daniel Lisboa, em Brotas. Porém me importa muito pouco o roubo do carro em si. Afinal de contas várias pessoas comuns passam por isso todos os dias, e por que a deputada petista não pode passar também? A  pergunta que não quer calar é: No primeiro dia útil do ano depois de muita esbaldação de festas de final de ano e a deputada estando em recesso, não é estranho que tenha um carro oficial com motorista na porta dela? Eu acho. Sei que carros oficiais são para serem usados em serviço e não para estar na porta da casa da senhora deputada depois do ano novo!

Eram essas três coisas que eu queria falar para começar o ano muito bem!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...