quinta-feira, 30 de junho de 2011

Cotidiano

Hoje foi praticamente o meu primeiro dia de aula. Na verdade, foi o dia que eu fui. E fui recebendo os baques, um a um.... Textos para ler, artigos, mesa redonda, debate,visita à campo, etc. Ufa! O calendário ainda continua indefinido, mas de qualquer forma, teremos TRÊS semestres em um ano letivo. Mas espera- se não é, seus professores? Que se regularize no ano que vem.
Bom, não tenho muita novidade para falar. Estou um pouco estressada e andei xingando e gritando aqui. Também não é para menos, com os engarrafamentos dessa cidade e com os desmandos da UNEB, não tem quem não se estresse. Estou cansada dessa cidade, e não me canso de dizer isso! São coisas inacreditáveis, que eu vejo aqui. Engarrafamentos do nada,  para nada e com nada da frente; pessoas mal educadas; buracos no asfalto; bêbados, mendigos, ambulantes, etc. Tudo de ruim eu vejo aqui! Ainda tem gente que está longe  e quer voltar... Não consigo entender! Sabe, até para sair dessa cidade, que deveria chamar São Satanás, temos transtornos, pois temos que pagar pedágios e passar por horripilentas estradas. 
Nem as belezas naturais compensam mais a permanência aqui. As praias estão faveladas e absolutamente sujas e abandonadas, o Centro histórico, nem queira que eu fale, por que lá é moradia de drogados e prostitutas e o resto eu nem quero falar. Bom estou cansada, hoje e é só.
Amanhã começa um novo mês e começa também o segundo semestre de 2011. Passou voando!

Rafaela Valverde

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Aniversário de relacionamento e novo livro que estou lendo

Hoje é dia 29 de junho, dia de São Pedro e hoje também eu faço quatro anos e dez meses de relacionamento. Isso para mim, é muita coisa. Provavelmente vamos sair para comemorar no sábado. Depende de  dinheiro, não é? Infelizmente ainda tenho que ficar esperando o dia de pagarem nosso salário. Mas isso é por pouco tempo!!!
Mas a cada mês que passa e a cada dia 29, tudo fica mais colorido na minha vida. Ainda mais com o fortalecimento da relação.
Não fui mais uma vez para a faculdade hoje, pois como tenho médico, teria que sair da aula mais cedo ainda, então achei melhor nem ir. Mas amanhã e sexta irei assistir minha aula. Depois dessa quebrada de ritmo, com essa greve ordinária! Pensei até em mudar de faculdade, pedir transferência externa para a UFBA  e claro fazer o processo seletivo, porém como o campus de pedagogia, fica no Canela, se tornaria inviável para eu ir para o trabalho e teria que mudar de posto. E isso não quero, então desisti e acabei optando em ficar na UNEB mesmo, pelo menos por enquanto. Por isso também fiz aquela postagem sobre transferência externa, pois nem todo mundo sabe exatamente como funcionam, assim como eu não sabia.
Quero falar também sobre o livro que eu estou lendo agora, que me chamou atenção pelo nome "Crônicas para ler na escola"  Ignácio de Loyola Brandão. 
São crônicas divertidas e bem cotidianas. Recomendo a quem gostar de crônicas.Eu estou curtindo muito a leitura e recomendo para quem quiser se enriquecer mais ainda nas leituras literárias e do mundo.



segunda-feira, 27 de junho de 2011

Informações sobre transferência externa.

A transferência externa é um recurso que permite mudar de instituição de ensino sem precisar abandonar os estudos. Se você não está satisfeito com a sua atual universidade ou tem outro motivo para mudar (preço, distância, etc.) a transferência externa pode ser a solução.
Pelo art. 49 da Lei nº 9.394/96 – da LDB (Lei de Diretrizes e Bases), as instituições de ensino superior devem aceitar a transferência externa de alunos regulares, para cursos afins, na existência de vagas e mediante uma avaliação. Esse processo também vale para as universidades públicas.
Muitas vezes é exigido que o aluno tenha completado, pelo menos, o primeiro ano da graduação.
Nem tudo são flores na transferência externa: se a grade curricular da universidade desejada for diferente você pode precisar completar disciplinas de períodos anteriores ao seu atual, o que pode atrasar a sua formação.
Como fazer?
Para realizar a transferência externa são necessários alguns documentos:
Acadêmicos:
1- Histórico escolar.
Neste documento deve constar o tipo de admissão na instituição atual (vestibular, transferência ou por ser portador de diploma de curso de graduação);
2 – Descrição do sistema de avaliação da instituição de origem. Se não for utilizada a avaliação por conceitos deve constar pelo menos as menções ‘Aprovado’ e ‘Reprovado’;
3 – Declaração de Reconhecimento ou Autorização do Curso pelo MEC;
4 – Programas ou ementas da disciplinas cursadas, incluindo o aproveitamento do aluno em cada matéria e as cargas horárias;
5 – Declaração de que a matrícula no estabelecimento de origem não está sob pendência judicial;
6 – No caso do curso de Direito, apresentar o currículo da Instituição de origem.
Pessoais:
1- certidão de nascimento/casamento (com cópia autenticada);
2 – carteira de identidade (com cópia autenticada);
3 – quitação com o Serviço Militar (com cópia autenticada);
4 – título de eleitor com a comprovação do exercício eleitoral (com cópia autenticada);
5 – 1 fotografia 3×4, de frente, recente, de boa qualidade;
Vale lembrar que cada instituição de ensino superior adota normas diferentes nos seus processos de inscrição e avaliação. A avaliação das transferências e a relação dos documentos exigidos também pode variar. Antes de comparecer a instituição entre em contato anteriormente para não perder nenhum prazo por causa de documentação.

domingo, 26 de junho de 2011

Dez lições sobre o amor

1-"Dê a quem você ama : asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar." Dalai Lama, líder espiritual
2-"Purifica o teu coração antes de permitires que o amor entre nele, pois até o mel mais doce azeda em um recipiente sujo." Pitágoras, filósofo
3-Quem começa a explicar o amor, a qualificá=lo e a quantificá-lo, já não está amando." Roberto Freire, escritor
4-"Quando se ama não é preciso entender o que se passa lá fora, pois tudo passa a acontecer dentro de nós"  Clarice Lispector, escritora
5- "Temer o amor é temer a  vida, e os que temem a vida já estão mortos." Bertrand Russel, filósofo
6-"Enquanto não atravessarmos a dor de nossa própria, continuaremos a nos buscar em outras metades. Para viver a dois, antes é necessário ser um." Fernando Pessoa, escritor
7-O oposto do amor não é o ódio, mas a indiferença." Érico Veríssimo, escritor
8-"É mais fácil ser amante do que marido, pois é mais fácil dizer coisas bonitas de vez em quando do que ser  espirituoso dias e anos a fio."  Honoré de Balzac, escritor
9-"Enquanto  há suspeita amorosa, o amor aumenta; quando surgem razões que fundamentam a suspeita, o amor é expulso."  Lope de Vega, dramaturgo
10-"Amores superficiais a gente ama em cima do edredom. Lençol é coisa muito séria." Tati Bernardi, escritora

Fonte: Revista Gloss desse mÊs

sábado, 25 de junho de 2011

Filmes do final de semana

Hoje eu gostaria de falar sobre os filmes que assisti esse final de semana. Comecei ontem com  Amor e outras drogas, que me surpreendeu, por na minha opinião, não ser simplesmente uma comédia romântica. Um filme bem inteligente e com boas cenas de sexo. Fora a surpreendente atuação de Anne Hathaway, de O diabo veste Prada. E ainda tinha um Q  de crítica ao sistema de saúde dos EUA, que realmente deixa muito a desejar. Recomendo.  Esse assisti sozinha, mas teve outro que assisti com Pablo. Pecado Original, com Antônio Banderas e Angelina Jolie. Um filme bem interessante e sem comentários sobre a atuação e beleza dos protagonistas e sobre a tórrida de sexo que eles fazem. Tórrida e bem real. Diria até que bem verdadeira! Uh!
O filme de hoje foi Revelações, com Nicole Kidman e Anthony Hopkins. Só feras não é? Uau! Sim, mas esse de hoje é um suspense  dramático e racista. Mas enigmático e surpreendente. Mas o que salva mesmo, são as atuações desses dois ótimos atores de Holywood. Mas um filminho é sempre bom, não é? Ainda mais se for com a pessoa amada, e um filme inteligente. Nem vem com aquelas comédias idiotas, como Se beber não case, e aquele terror que não se sabe nem qual o roteiro, por que só tem sangue.
Compramos mais uns filmes e logo que assisti comento para vocês aqui  e recomendo ou não.





sexta-feira, 24 de junho de 2011

A vida sexual feminina

Acho engraçado como eu nunca fiz uma postagem específica sobre sexo, já que é uma coisa tão natural e que nós mulheres gostamos tanto.  Hoje em dia esse assunto não é mai tabu. Pelo menos para mim, mas teve um período em que isso era proibido para as mulheres. E nós só podíamos participar passivamente da relação, que para as mulheres era feito apenas para a procriação e para satisfazer ao homem.
Hoje tudo mudou. Não tem liberdade sexual, a mulher que não quer, por motivos religiosos, pessoais ou de criação. E para essa liberação toda, surgiu a pílula anticoncepcional primeiramente e depois vieram os demais métodos contraceptivos e o avanço da camisinha. Isso facilitou muito a nossa vida, pois agora fazemos sexo com quem quisermos, onde quisermos e a hora que quisermos. E sem nenhuma encanação.
Defendo a liberdade sexual igual para homens e para mulheres. Afinal não existe diferença nenhuma entre os sexos e o homem não é melhor que a mulher e vice- versa. A mulher pode ter tanto desejo sexual quanto o homem, e o seu principal estímulo é o auditivo, apesar de o visual também funcionar bem.
Acredito que entre quatro paredes vale tudo, entre pessoas que se curtem, se amam, tem intimidade e se conhecem. Inclusive nós mulheres podemos usar e usamos vários recursos para apimentar nossas relações e estamos no páreo dos orgasmos tanto quanto os homens. Volto depois com mais postagem sobre sexo viu? Inclusive com dicas para melhorarmos nossa vida sexual.
O que vocês tem a  contar?
Experiências?

Feriadão

Hoje é sexta feira, dia 24 de junho de 2011, estou em casa, para variar. Não viajei e nem saí para nenhum lugar e passei esses dois sias vendo TV, assistindo filmes, ouvindo música e me empaturrando de comida.
Não posso dizer que não estou chateada, por isso. Estou assim. Me sinto até meio deprimida, por estar em casa, sozinha enquanto todo mundo se diverte. Mas também não teria graça nenhuma, me divertir sem Pablo que desde ontem trabalha. Não é diversão, sair sem ele. Mas também tem a falta de dinheiro. Nossa! Essa é a pior parte. Faço fé de um dia sair disso. De o dinheiro não durar até o fim do mês. E não me canso de lutar por isso, que é meu principal objetivo.
Mas voltando ao feriadão, nem descansar estou conseguindo, já que continuo dormindo tarde. E hoje não consegui dormir a tarde. O que está dando para fazer, um pouco é um trabalho da faculdade, que inclusive está um saco. Leitura, muita leitura! É o que me consola, nesse momento. Poder ler!
Bom, esse é o meu São João.

Dez coisas para fazer dentro do ônibus no engarrafamento

Os engarrafamentos são tão comuns, que já esperamos que ele vai acontecer em tal lugar. Tem gente que quando chega perto do ponto onde vai ter congestionamento, desce do ônibus e vai andando. Mas para quem não quer "paletar", trouxe algumas opções do que fazer nesse "singelo" momento dos nossos dias.

1- Ouvir música no MP3, ou rádio
Esse é um recurso clássico e o mais comum ultimamente, dentro dos "buzus".

2-Ler um livro e estudar
É o segundo recurso mais utilizado, pelo menos nas minhas observações.

3-Cuidar das unhas- tirar as cutículas com alicate, lixar ou tirar esmalte
Eu mesmo já fiz isso

4- Dormir até babar ( kkkkk!!)
Babar eu não babo, mas dormir.... só tenho medo de perder o ponto.

5-Falar da vida alheia
Esse é o pior, o ônibus fica parecendo feira livre, por conta do barulho e tem gente que vai fofocando todo o percurso

6-Passar creme nas mãos ou protetor solar
Essa é para as maaaais cuidadosas!

7-Comprar todas as besteiras que os ambulantes entrarem oferecendo
Cadê minha moeda?

8-Arrumar o cabelo e se maquiar
Clássicas das clássicas no engarrafamento feminino

9-Observar atentamente os (muitos) problemas da cidade
Isso é bem mais particular meu

10-Fazer contas das dívidas na calculadora do celular
Isso  aí eu prefiro fazer em casa mesmo....

E vocês o que fazem nos engarrafamentos?!?!?

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Clipe Rolling In the Deep

São João 2011

Hoje é véspera de São João,  onde  realmente  se comemora a data,  e  feriado  de  corphus christi. Descansar eu não sei se eu vou conseguir, ainda mais com a encheção de saco dos professores da UNEB, que acham que nós só fazemos faculdade, e nada mais além disso e acham que só temos a matéria dele. Fazem a porcaria da greve e depois quem se dá mal é agente. Realmente estou muito insatisfeita com isso!
Não viajei esse ano, e nem estou muito animada, por isso, vou ficar por aqui mesmo. A cidade  aparentemente  está  tranquila,  já  que muita  gente  viajou  e  eu  espero  ter a  oportunidade  de  descansar  um  pouquinho.  Aluguei  até  uns  filmes, para  me  distrair  e é  assim  que  vai  ser  meu São João  desse ano. Afinal  de contas muito  melhor que  o  do  ano  passado que  eu estava passando por  um momento difícil na casa de minha mãe, pois ainda morava lá. Então nem tenho do que reclamar.
Vejam o vídeo que coloquei na postagem anterior. É legal.
Comenta aí !

Someone Like You- Adele (em sua casa)

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Não há mulheres negras nas capas de nossas revistas femininas

Fui na Uneb e a situação ainda está indefinida. Não se sabe ainda como ficará a situação dos alunos. Como sempre sobra para o lado mais fraco. Aula agora, só segunda. Pelo menos eu só vou segunda, depois so São João.
Já falei sobre a inglesa Adele, que eu descobri e me apaixonei S2
Ela é maravilhosa. Uma cantora muito boa mesmo.
Hoje quero falar dois absurdos. Uma coisa que eu estava pensando e uma coisa que eu presencio todos os dias na minha andança nessa cidade. Bom a primeira coisa que eu quero protestar é sobre as capas de revistas brasileiras. Assino a revista  Gloss e até agora não vi nenhuma mulher negra em sua capa. E a revista Máxima também isso não acontece. Tantas mulheres negras lindas e interessantes, que são capazes de sair em capas de revistas boas como essas. Digo isso por que nunca vi desde que assinei a revista e desde que compro a Máxima.
Andei pesquisando e vi que já saiu Thais Araujo na Gloss, mas temos muitas outras negras bonitas como Sheron Menezes, Negra Li, Isabel Fillardis, etc... e quero aqui levantar meu protesto sobre isso.
As mulheres brasileiras precisam de identificar nas revistas que temos no Brasil e não só mulheres brancas são bonitas e inteligentes. Pensem nisso!
O que vcs acham sobre as capas de revistas brancas?

sábado, 18 de junho de 2011

Descoberta de hoje: A cantora Adele

Hoje passei meu dia trabalhando. Agora estou aqui com hidratação na cabeça para pranchar o cabelo, afinal aparentemente as aulas recomeçaram e vou voltar aquela velha rotina cansativa de sempre.
Quero compartilhar com vocês algumas coisinhas que descobri. Lendo a revista gloss desse mês, vi duas indicações de livros que achei interessante A cama na varanda de Regina Navarro Lins e Amor companheiro de Francisco Daudt da Veiga. E também conheci a cantora Adele e me encantei de primeira, por seu rostinho gordinho. Cheguei e fui logo no Youtube ouvir algumas músicas. Não deu outra, me apaixonei e estou baixando o seu disco 21. É, esse é o nome do disco que ela fez quando tinha vinte e um anos (por isso a referência) e que já é o disco mais vendido no mundo em 2011. Acreditem, cd de dor de corno! Pois é , ela terminou o namoro e compôs as onze músicas do disco. Músicas tristes e lindas. Amei e recomendo!

                                               
                                                                   Adele

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Prova, sou contra ela.

Hoje vou falar de algumas coisas que tenho observado e sobre algumas coisas que tenho observado. Ah! Ontem eu esqueci de falar uma coisa que eu vi, nessas minhas idas e vindas na Avenida Mário Leal Ferreira (Bonocô). Ali, na sinaleira que vai para o Ogunjá. Eu vi um taxista, na pista exclusiva de ônibus, passou, foi andando pelo passeio que tem debaixo do viaduto e retornou para o outro lado, sentido centro. Isso é um absurdo! Pelo passeio? E se viesse alguém andando? Com certeza ele ia achar que o transeunte é que estava errado. Me sinto indignada com as coisas que vejo nessa cidade. A Lapa está lá naquela situação lastimável. E o resto nem vou falar de novo, só tenho que agradecer a Deus, por eu não ter que passar por ali todo dia, por que senão ia morrer aos poucos de desgosto. Essa semana foi muito desgastante para mim, e prefiro trabalhar no Paralela mesmo, viu? O centro da cidade está lastimável.
Mudando de assunto, gostaria de falar uma outra coisa que me chamou atenção hoje. 
Lá na capacitação, uma colega minha, inclusive do Shopping Paralela, estava passando muito mal e estava diferente do habitual. Portanto fui perguntar a ela o que estava acontecendo, se ela estava passando mal. Ela me respondei que estava vomitando, com diarréia e dor de cabeça. Eu questionei sobre ela ir ao médico e ela disse que não, pois aquilo se tratava de nervoso. Aí, prontamente eu perguntei: Prova? E ela confirmou.
Agora, eu que sou completamente contra prova digo? Tem necessidade de no nível superior, uma aluna de Eng. civil passar por esse nervoso? Tem alguma necessidade de o professor fazer o terror que fez, segundo ela? E já ouvi falar que até em mestrado tem prova. É claro que isso não tem cabimento.
Como já disse, sou absolutamente contra prova e acho que ela não avalia e não comprova conhecimento de ninguém e é pior ainda no nível superior. É ridículo. E nada vai me demover da minha ideia. Sou CONTRA prova e estou aqui expressando mais uma vez minha polêmica opinião, sobre esse assunto que continua nos deixando a nível educacional, no século passado.
Vamos mudar a nossa mentalidade!

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Salvador, fim da greve da UNEB e situação da Estação da Lapa

 Hoje eu quero falar de várias coisas, mas vou começar a falar sobre o término da greve da UNEB, que é a que me interessa, né por ser a que eu estudo. Apenas a UESB continuará em greve. Bom não sei o que vamos fazer agora com o nosso semestre, que está praticamente perdido. Me sinto perdida também e sem saber por onde recomeçar, e com essa quebrada no ritmo, vamos voltar para aquele marasmo de sempre, das aulas de Pedagogia, do DEDC1. Ah e tem também a encheção de linguiça. Nunca vi tanta encheção de linguiça junta e agora o embromechion vai ser pior. Afinal temos que "repor" e "recuperar" as aulas perdidas, com certeza em dias de sábado. Coisa essa com a qual eu não vou compactuar, pois além de eu ter os meus momentos de estudo em casa e não precisar dessa encheção de linguiça, tenho muito mais o que fazer aos sábados, do que ir para a UNEB.. Inclusive faxinar minha casa, e trabalhar nove horas, um sábado no mês.
Bom, sobre o fim da greve era isso que eu queria falar.
Mas tenho outras questões a serem abordadas aqui que é o meu espaço de divulgação de coisas boas e ruins, que presencio e sei.
Bom quero falar mais uma vez sobre o abandono que estamos vivendo em nossa cidade. Realmente é uma terra de ninguém! Não tem lei, não tem regra, não tem fiscalização, não tem organização, não tem educação... Ufa! O que é que temos? Estações abandonadas, quarenta carros com prejuízos inestimáveis caindo em buraco, engarrafamentos de toda ordem, lixo, sujeira, esgoto à céu aberto, gente idiota ouvindo música alta no ônibus, tudo de ruim, que se possa imaginar, e que eu acredito que tenha em outras cidades, só que a diferença é que em Salvador, nada se faz para resolver, é tudo ao Deus dará e estamos entregue as baratas. Não estou aguentando mais isso. E os engarrafamentos então. Insuportáveis! Saí da Biblioteca central, onde estou tendo capacitação, as 18:00 e cheguei em casa ás 20:00 e pouquinhos. Vim no ônibus em pé até a estação Pirajá e depois em pé até aqui o bairro. Cheguei aqui arrasada de tão cansada, com os pés doendo, imaginem quem passa por isso todo dia?
Agora a Lapa, mais uma vez quero falar sobre ela. Aquilo lá está inviável para andar. Vendedores ambulantes em cada metro quadrado da estação, e nós não conseguimos andar em paz até o nosso ponto de ônibus. E na época dos rapas, as pessoas ficavam reclamando. Agora sou a favor, muito mais que a favor, pois aquela Lapa, do jeito que está não pode ficar! Cadê a prefeitura? Os vereadores? Aposto que não passam por lá, para verem como estão as coisas!

Bom, por hoje é isso...
O que vocês acham sobre a postagem? Opinem! Seus comentários são bem vindos!



quarta-feira, 15 de junho de 2011

Estação da Lapa em Salvador, degradada!

Estou essa semana, tendo obrigatoriamente que passar pela estação da Lapa, aqui em Salvador, no centro da cidade. Pois bem, aquilo está uma lástima, deprimente situação em que se encontra a estação que eu pegava ônibus para ir para o colégio. 
Bom, começa pelo chão, que quando chove fica alagado, é isso mesmo, alagado e não molhado! Mal podemos pisar no chão. Além do alagamento do chão há outro fator que nos impede de andar e pisar livremente no chão. Os vendedores ambulantes espalhados por todo canto e não nos deixam andar livremente, concordo que todos tem que ganhar dinheiro, pois no mercado formal de trabalho não cabe todo mundo, ainda mais com o déficit de qualificação e educação que temos, mas há também de se respeitar os locais públicos e o direito de ir e vir da população de Salvador, que paga imposto e tem esse direito. Tenho medo e nojo de andar por ali. Os banheiros são vergonhosos, a praça de alimentação (será que pode ser chamado assim) é uma casa de pombos, e vende -se de tudo ali, só falta agora comércio de criancinhas. Se é que já não tem.
Não temos fiscalização e organização em nossa cidade e as pessoas ainda contribuem mais ainda para a sujeira e caos da estação, jogando lixo no chão e comprando nos ambulantes. Sim, por que se eles estão lá, é por que tem clientela e essa é pior parte, pois é constatado que realmente nosso povo, infelizmente não tem consciência crítica, social e educação.
EDUCAÇÃO É A SOLUÇÃO!
Temos que acabar com esse descaso com a nossa cidade que está virando uma cidade fantasma. Atentai- vos!


segunda-feira, 13 de junho de 2011

O professor e a criança

Eu já estou cansada de ouvir e ver notícias sobre a precária situação de vida e de trabalho dos professores, no Brasil. Com salários de fome, sem tempo para especializações, sem vale alimentação, e corrigindo provas no final de semana. Todo os trabalhadores que eu conheço, e olhe que já atendi trabalhador de todo o tipo naquele SAC; do menor nível de estudo, tem direitos a finais de semana livre, sem levar "provas" para corrigir em casa, com vale alimentação, uma hora de descanso, etc.
Me sinto aviltada com essa situação, que é vexatória para o Brasil.
Já estou cansada de ouvir notícias ridículas sobre a educação no Brasil. Como é tratada a educação, com crianças sem merenda e recebendo livros com erros absurdos.
Os pais e a sociedade querem que a escola e os professores, eduquem os seus filhos, coisa que eles não estão sabendo fazer. Hoje se vê criança gritando e xingando, pai, mãe e também o professor. Esse último é o menos respeitado! Vê- se criança sem disciplina, sem horários para  cumprir, com uma liberdade exacerbada e  sem nenhum respeito com os mais velhos.
As crianças não não estimuladas pelos seus pais a ler, a respeitar o professor ( afinal ele está pagando!), a se portar em outros lugares, a não gritar. Temos crianças extremamente descontroladas, sem disciplina e sem respeito a nada e nem a ninguém. E isso é educação de casa! Mas é empurrado "nas costas" da escola e do professor.São eles que tem que educar e absorver o impacto de uma falta de educação generalizada dada em casa.
O que vocês acham sobre a educação das nossas crianças hoje?
E da situação dos professore?
Comentem!

domingo, 12 de junho de 2011

Amenidades...

Hoje finalmente chegou o dia dos namorados, e vocês podem conferir as dicas que eu deixei em postagens anteriores, sobre presentes e lugares para ir. Apesar de que não recomendo que ninguém saia de casa hoje, principalmente  aqui em Salvador que já é um eterno caos. Sim, mas voltando ao dia dos namorados,já dei o presente, desde ontem inclusive e já recebi o meu também, que foi um dia no salão para arrumar o cabelo. Fiquei muito feliz com o resultado e hoje vamos tomar um vinho e comer uma lasanha, para comemorar a data.
Ontem foi a festa de comemoração do aniversário de minha mãe que foi essa semana e  amanheceu chovendo de novo em Salvador.
Continuo tristinha por que meus gatinhos sumiram e ainda não me conformo. 
Estou acabando o livro pedagogia da autonomia e vou começar a ler o livro Gêmeas de Mônica de Castro que é um romance espírita.
Bom, hoje só tenho isso a dizer!


sexta-feira, 10 de junho de 2011

Tom e Mingau, meus filhos gatos sumiram!

Hoje é sexta feira, finalmente. O tempo está passando muito rápido e as semanas voam! Já estamos em junho. Não estou muito bem. Estou triste. Tantas coisas, tantas atribulações na vida, tantas coisas para resolver.
Meu gato Tom, que foi o primeiro dessa leva, ia fazer dois anos no mês, que vem, sumiu. Ele era castrado justamente para não ficar na rua, mas não adiantava, por que ia. E  morava na casa de minha mãe com ela e com minha irmã, era o xodó da casa. E Mingau também sumiu. Não entendo isso. Mas quem era meu xodó mesmo, de verdade era Tom. Tanta dedicação, tanto amor. Ano passado ele ficou doente, cuidei quando ninguém acreditava que ia sobreviver, levei o para castrar, de manhã cedo, depois de trabalhar de madrugada e passar a noite em claro, enfim, tantos sacrifícios, e tanta dedicação e agora acontece isso.
Isso já tinha acontecido com Tito, o pai de Tom, há algum tempo atrás e eu já tinha falado aqui quando estava no outro domínio do blog.
Já chorei, já me desesperei, mas não adianta. Mas não me conformo com isso, e não vou me conformar. É melhor que morra na nossa casa,doente, do que sumir assim, sem agente saber o que aconteceu. É uma péssima situação, principalmente para quem gosta tanto de gato como eu!
Estou muito triste e chateada!
                                    
                                                        Tom fazendo pose!
                                           
                                                     Tom
                   
                                                                Tom e Mingau

                                                                      Tom


                                                                          Mingau

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Brasil alienado!

Muito influenciada por Paulo Freire, venho dizer mais uma vez que precisamos sair desse marasmo, de ficar só assistindo os desmandos dos políticos e da elite econômica brasileira. Precisamos nos libertar dessa teia de gente que não sabe fazer outra coisa da vida, a não ser estar no poder, estar no comando.
Por que aqui no Brasil é assim: manda quem tem dinheiro. As elites dominantes econômicas, é claro, por que as elites intelectuais estão sendo caladas, banqueiros, empresários, ministros corruptos, etc...
Absurdos atrás de absurdos, acontecem no Brasil e nós ficamos quietos, passivos e achando o que eles querem que nós achemos, que é assim mesmo, que estamos assim por que Deus quer, que não há nada que possa ser feito para mudar, enfim... Coisas de gente de mente atrasada, e que acabam se entregando ao fanatismo religioso, na maioria dos caso.
Está o caso do ex ministro da casa civil Antônio Palocci, que depois de todo esse tempo e de nada esclarecedor falar, ainda se dá ao luxo de pedir demissão. Um cara como esse, que nem é "réu primário", poderia ter pedido demissão? Não!!!!! Ele teria que ser demitido, desde o início. Mas, não. Isso não aconteceu, por que o PT é todo a favor dele, e o defende até a "morte".
A oposição de faz de banana e fica tudo por isso mesmo. Estou cansada de ser voz única, solitária e infelizmente praticamente calada. Pois estamos, nós brasileiros, exatamente assim, calados. E pelo que eu estou vendo, é assim que vamos ficar, pelo menos a médio prazo. Me dá uma dor ter que dizer isso, mas temos que perceber e dizer a verdade.
Estamos nos formando e nos transformando em um bandos de alienados, comandados, que fazem, escutam, vêem e vivem como querem que sejamos! Nós só nos mobilizamos quando é para futebol, ou carnaval. Como é que alguém pôde ir naquele jogo ridículo ontem, tranquilamente, com as coisas que estavam acontecendo em Brasília, no mesmo momento.
Pessoas idiotas, gostam de coisas idiotas e se alienam, muito facilmente!
Comentem!
Opinem!
Contem!

terça-feira, 7 de junho de 2011

Livro Pedagogia da Autonomia, Paulo Freire

Gostaria de falar sobre o livro Pedagogia da Autonomia de Paulo Freire. Estou lendo já há algum tempo e ele  tem me feito descobrir coisas novas sobre o ato de ensinar. E ele reafirma coisas que eu já pensava antes. Isso me dá mais certeza ainda de como agir, e me dá certeza que eu estou pensando corretamente. E que sempre pensei corretamente, já que esses pensamentos revolucionários da educação, já habitam minha cabeça há um tempão.
Coisas como aproximar a escola e os conteúdos da realidade do aluno, desenvolver sua autonomia sempre, não concordar com a ideia da elite dominante, ao dizer que as coisas acontecem por que tem que acontecer e assim devem permanecer imutáveis, sempre achei isso. Nada é imutável, não devemos nos calar jamais e a escola e muito menos o professor, com seus discursos, devem pregar isso.
Tem uma frase, que é ao meu ver brilhante que diz assim: " Ensinar não é transferir conhecimentos, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção." p 47
Fico pensando, em como Paulo Freire era brilhante em seu discurso e como estava a frente do seu tempo, na educação. E como falta nos cursos de pedagogia, pelo menos no meu, da Uneb, o mergulho de cabeça nas ideias e concepções de Freire! Essa leitura me ocorreu agora, no meio do terceiro semestre, interrompido pela greve, indicado pela profª de didática. Mas pretendo ler todos a que eu tiver acesso e a que me tempo de trabalhadora, estudante e dona de casa, me permita!


segunda-feira, 6 de junho de 2011

Dicas de presentes para o dia dos namorados.

Hoje eu estou dódoi, passei o domingo assim. Ontem dormi a tarde, o que é o maior milagre na minha vida. Peguei dois dias de atestado e o médico disse que é virose. Acho que eles só tem esse repertório, virose, virose, virose...
Pois bem, quero deixar aquelas dicas de presentes para o dia dos namorados que está pertiinho. Bom, eu na época do namoro, era sempre dura. Só em alguns momentos estava trabalhando, então nem sempre podia comprar algo, principalmente algo caro. Comprava alguma coisa baratinha ou então usava a minha criatividade que não é pouca, para fazer uns presentinhos românticos.
Fazia cds com músicas especiais, cartões, coisas super românticas. Até carta de dois metros já fiz!
Mas agora que não estou mais dura e trabalho, já comprei um presentinho, estou pensando em comprar outro e também estou preparando uma noite agradável.
Primeiro quero dizer que é preciso que o casal se conheça bem para que o presente não desagrade o outro.
Quem quiser dar um presente personalizado com a foto do casal, por exemplo, pode encomendar camisetas, canecas, almofadas, qualquer objeto com fotos bonitas do casal.
Perfume também é uma boa pedida, mas lembre- se da dica que o casal tem que se conhecer bem! E nada daquela besteira de dizer que quando o perfume acabar...
Para as meninas que gostam de maquiagem, também sugiro que se dê, porém pesquise com amigas ou com vendedoras, sobre o tipo e cor de pele de sua amada, para saber qual melhor maquiagem comprar.
Sugiro também coisas básicas e funcionais, como cinto, carteira, camisas.relógio, meia não , tá?
Para mulheres, pode dar bombons, jóias bijuterias, bolsas (amo bolsas) e Eca! Ursinho de pelúcia.
Não no meu caso por que eu odeio esses bichinhos arlegênicos.
Vale tudo, cesta de café da manhã, livros, CDs, DVDs, camisetas de clube de futebol, produtos eletrônicos, como IPAD, Notebooks, IPHONE, video games, etc.

sábado, 4 de junho de 2011

Livro Por Uma Vida Melhor com português errado

Não tinha me manifestado ainda sobre isso, mas  agora resolvi falar alguma coisa sobre os livros de portugês que foram distribuídos pelo Mec a algumas escolas.
 Os livros tem o nome de Por Uma Vida Melhor, pode? E forams distribuídos a cerca de 500. 000 estudantes do EJA(Educação de jovens e adultos), e custaram milhões de reais ao bolso do contribuinte. Nosso bolso! Houve pouca reação pública na minha opinião. Mas eu deveria estar acostumada com essa passividade do povo brasileiro. As coisas acontecem nos nossos olhos e nós acahamos graça.
Mas voltando ao livro, ele traz uma frase que foi muito falada: Nós pega o peixe.
Uma das autoras do livro argumenta que está sendo ensinado no livro  a concicência e respeito com linguagens populares. A intenção segundo ela não é ensinar errado e sim trazer todas as linguagens populares para dentro da sala. E mostrar que há uma linguagem para cada ocasião, para cada momento.
Ela diz que um jovem não vai falar da mesma maenira em uma apresentação escolar e em uma conversa infomral com amigos da mesma forma. E defende o livro, dizendo que é um trabalho sério e responsável.
Eu acredito na diversidade linguística e cultural. Sei que todas as formas de linguagem devem ser respeitadas, porém ainda existe no Brasil a norma culta da língua portuguesa e é essa que deve ser ensinada as nossas crianças e adultos como no caso. O que pode ser feito é adaptação e uso dessas diversas línguagens e formas de linguagens para o ensino da forma correta, mas não podemos privar as pessoas de aprender a forma correta, a fazerem o melhor, na escrita e na leitura. Eu, como futura educadora, até entendo as intenções dos autores, porém não posso admitir e aceitar que as coisas sejam ensinadas de qualquer jeito. A norma culta da língua portuguesa, tem que ser ensinada! Acho que o MEC deveria ter tirado esses livros da escola (se é que já não tirou!) Não tenho conhecimento disso. Mas essa é a minha opinião!
E o que vocês acham disso?

quinta-feira, 2 de junho de 2011

O dia dos namorados está chegando!

O dia dos namorados está chegando e sempre bate aquela dúvida de que presente dar. Se para mim que tenho uma relacionamento de quase cinco anos e já sei todos os gostos, está difícil, imagina então para os novos casais com todo arroubo da paixão, mas que mal se conhecem?
Pois bem essas dicas darei depois, sobre que presente dar, hoje é só uma prévia.
Esse ano, o dia dos namorados cai em um dia de domingo, que é um bom dia comemorativo, porém, não há muita possibilidade, pelo menos para quem trabalha na segunda, de fazer uma noitada romântica, por exemplo.
Os móteis aumentam quase o dobro o preço do período e os restaurantes, lanchonetes e cinemas ficam lotados. Então, para quem não pretende passar a data em uma fila, ou gastar muito, eu sugiro que faça alguma coisinha em casa, com velas aromáticas, vinho, chocolate, flores, lingerie... enfim, tudo que proporcione uma noite agradável e sensual.
No ano passado eu e o meu amor fomos a um rodízio de massas no Pasta Fast Iguatemi, que é bem aconchegante e até que não estava lotado não!
Depende do tipo de relacionamento e depende da pessoa que você está namorando, para definir o presente, pois de nada adianta dar algo que ou não seja a cara da pessoa, ou que não sirva para nada.
Sabe, como já disse em algumas outras ocasiões, como no dia das mães, esse negócio de dar presente é pura invenção do comércio para aumentar as vendas e os lucros. É muito mais importante o sentimento que existe, do que qualquer presente. É melhor, na minha opinião ganhar uma cartinha carinhosa e uma rosa branca de preferência, com amor, do que dar algo caro e sem sentimento.
Mas apesar de eu achar isso sobre essas épocas "presentivas" é claro que eu acho que presentinho é sempre bom não é?
E se servir para apimentar e aquecer a relação melhor ainda!!!
E vocês o que acham disso?
Tem alguma experiência com presentes?
Comentem!

A operadora claro está péssima em atendimento ao cliente que a sustenta

Hoje estou vindo aqui fazer uma propaganda negativa, por que essa funciona muito mais do que a positiva, que foi a que eu sempre fiz para a Claro. Empresa de telefonia móvel, que eu sou cliente desde 2004, quando estava no início e ninguém dava nada por ela e quase ninguém queria ter.
Mas é sempre nós, clientes, só levamos chumbo e somos pagos com traição, sempre que possível.
Já não é a primeira vez que tenho problemas sérios com a operadora, e até já dei queixa no procon. Mas estou me irritando de vez agora!
No final de janeiro, ligaram para mim, oferecendo um plano controle, pagando 35,00 e com alguns benefícios como bônus e sms. Mas como a data de vencimento é longe da data em que recebo dinheiro e esse mês tive outras prioridades, atrasei a conta do dia 20/05 até hoje e perdi minha promoção. Até aí beleza, sei que estou errada, e que atrasei a conta. Mas em decorrência disso perdi minha promoção de ganhar 35 minutos a cada minuto tarifado e cem sms, mensais.
Então já que perdi minha promoção, e estou querendo cortar um gastos, que sejam mais supérfluos nesse momento, entre em contato com a claro, agora de manhã, para cancelar o controle e voltar a ser pré- pago.
Quero dizer que na claro, pelo menos não está sendo cumprida aquela determinação da Anatel, que a opção "falar com atendente" teria que estar no primeiro menu. Levei 2:15 minutos até que me fosse dada essa bendita opção. Em seguida, fiquei (acreditem!) 18:50 minutos para ser atendida por uma atendente de voz fraca e insegura chamada Elza, que me ouviu e me transferiu para um rapaz do setor de "não deixe que o cliente cancele nada", que ficou me oferecendo descontos e outras coisas só para eu não cancelar. Eu aceitei para "tirar de tempo", mas vou na loja cancelar esse controle. Quero dizer, o cliente não pode cancelar nada mesmo? Tem que ficar com tudo que a claro e as demais empresas querem? Não tem livre escolha? Essas retenções são um porre.
Ah e o site da claro, na parte de atendimento também é uma desgraça. Não se consegue nada lá! Desistam!
Aí depois de tudo isso inventei de dar uma queixa na Anatel, entrei no site da mesma e tentei me cadastrar para prestar queixas pela internet, mas eu consegui cadastrar meu CPF, no site?
Não!!!
Outra desgraça!
Meu Deus onde vamos parar com esses serviços? Quero deixar claro aqui que vou tentar cancelar na loja, se eu não conseguir lá vou direto ao procon.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Rímel Super shock da avon

Hoje eu vou falar sobre o rímel. Conheci quando pequena, mas passei a usar agora nesse ano. Comecei pelo incolor, apenas para ir aprendendo já que eu me sujava toda de preto. E depois fui para o preto. Sugiro que quem nunca usou é começar pelo incolor, inclusive tem na avon e custa cerca de 15,00. No momento estou usando o super schock, também da avon, e ele é sensacional, pois curva beeem os cílios e levanta o olhar.
Sabe, aprendi uma máxima: Não existe mulher feia, existe mulher sem rímel! Mas não acredito muito nisso que eu aprendi.
Pois bem, esse rímel custa em média 15 a 20,00, mais ou menos e como eu disse, dar um efeito de olhar levantado e fica sensual, junto com um bom efeito de sombra e lápis, principalmente se estiver esfumaçado, para a noite, então. Maravilhoso. Ah e ainda é a prova d'água. Dá um trabalhinho para tirar, mas uso o removedor de maquiagem dos olhos da avon, também que funciona direitinho.
Agora para o dia dos namorados viu? Se quiser fazer uma bela produção para sair com o seu amor, não esqueça do rímel, viu?
Eu agora não vivo sem ele. Mas existem outros da avon e até de outras marcas que vou experimentar e conto para vocês.
Agora me contem a experiência, de vocês meninas, com esse utensílio obrigatório em qualquer bolsa feminina.
Quero saber!!!
Qual rímel usam? Marca? textura? etc
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...