quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Primeiro de dezembro de 2010

Poxa já tem um mês que escrevi pela última vez, é a falta de tempo e  falta de computador, Também chego em casa de noite e com tanta coisa para ser feita, fica difícil, arranjar um tempinho para blogar. Mas hoje consegui esses minutinhos aqui na uneb e aproveitei. Vou me mudar para outra casa melhor esse final de semana. Maior, mais arejada, mais segura, e mellhor sem aquele povo chato!
Estamos começando o último mês do ano, e o mês que mais se gasta também por conta dos festejos natalinos.
Logo, logo, chega o verão e junto com ele o início de mais um ano, ímpar por sinal. Minha única surpestição, não gosto de ano ímpar. Bom, mas espero que dê tudo certo nesse ano que vai chegar. Muitos acontecimentos marcantes e violentos no Brasil, e particularmente em Salvador. Recentemente duas adolescentes da periferia da cidade, foram assassinadas, degoladas. E também houve a invasão no Complexo do Alemão, favela do Rio de Janeiro, dominada pelo tráfico. A polícia, e o exército (!) estão lá com tanque de guerra e tudo mais...
Isso é a prova de que o que realmente estamos precisando no Brasil, é educação. Pelo menos é a minha opinião! Fui!

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Liberações importantes e a primeira presidente mulher do Brasil!

Hoje é dia 02 de novembro, feriado de finados. Eu acho um feriado totalmente idiota, onde as pessoas aproveitam só para tomar mais cachaça ainda. Brasilieiro adora, um feriado, né? Bom, mas já expressei minha opinião sobre isso, agora quero falar duas coisas, a primeira, é que o ano já está indo embora, parecia que era um dia desse que eu tava na orla, rompendo 2009. Agora, daqui a pouco mais de um mês, estaremos finalizando 2010.
E o segundo assunto é a eleição da primeira mulher presidente do Brasil, como eu já tinha dito antes não votei nela, e nem no oponente dela, mas fiquei feliz, por que sou mulher, e isso é uma realização para nós mulheres. Quem diria que um dia chegaríamos nesse ponto, de ter uma mulher na presidência do Brasil e um negro  na presidência dos Estados Unidos. E quero ver as coisas melhorando nos próximos anos e nas próximas gerações.
Falta a melhoria da educação, a liberação do aborto e do casamento gay! Precisamos de liberdade de expressão e de mundo, para que possamos viver melhor.
Até mais!

domingo, 31 de outubro de 2010

Eleições 2010, segundo turno! Fui mesária!

Hoje fui participar novamente como mesária do segundo turno das eleições, considero como um ato de cidadania. E além disso, é um trabalho que tem alguns benefícios.
Pela primeira vez desde que comecei a votar, votei nulo. Não sou a favor disso, mas me senti obrigada, pela chatisse dessa eleição, que foi considerada por alguns sites, como a pior eleição da história do Brasil. Debates chatos, histórias polêmicas, idéias e propostas repetitivas... enfim, tudo que há de ruim e dantesco.
Mas olhando por um outro ângulo, essa eleição também foi muito democrática, pois foi a primeira vez que eu vi tanta gente se candidatando à presidência, e de vários partidos diferentes. Bom, é essa a minha opinião geral das eleições 2010. Não votei nem em Dilma e nem em Serra, por que não confio em nenhum dos dois e por que não fizeram nenhuma proposta boa para a educação, que é o meu interesse.
Agora, vou falar um pouco da rotina de um mesário: Temos que chegar à seção as 7:00 da manhã, montar a urna, e imprimir o comprovante de votos zero. Depois arruma tudo e só aguardar as pessoas chegarem as 08:00. Pegamos os documentos e mandamos as pessoas assinarem, e digitamos os número do título na urna, liberando -a para a votação. Depois, no final, organizamos tudo, tiramos os boletins de urna, que são as contagens dos votos, lacramos o pen drive com os votos, e entregamos aos responsáveis. Bom, basicamente é isso.
Espero que tenhamos votado consciente!

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

"Intelectualidade" nós brasileiros, possuímos?

Estou me sentindo feliz, apesar de ter tanta coisa ao mesmo tempo para fazer. Mas mesmo assim, não deixo de admirar as coisas boas da vida, como por exemplo pessoas intelectuais, ou pelo menos pessoas que ao menos tentam ir por essa linha de inteluctualidade. Gosto de estar sempre cercada por esse tipo de pessoas, que procuram ler boas coisas, ouvir boas rádios e músicas e que sempre estão pensando, pensando e pensando....Analisando o que está ao redor,e etc. Essas para mim, podem ser consideradas pessoas intelectuais. Gosto de estar acompanhadas, por esse tipo de pessoas. E não por pessoas medíocres que acham que Deus é que tem que fazer tudo por elas. Aff... Ouvindo hoje a rádio metrópole, ouvi um comentário de Norma Rangel, que falava sobre aquele Polvo que adivinhava os resultados na copa do mundo desse ano, que morreu essa semana. E fazendo um paralelo com a morte de Romeu Thurman, um grande político e policial brasileiro que também morreu essa semana, comparou a importância que a mídia, especialmente a Globo, deu à morte do polvo e a morte desse político. Bom, poderíamos pensar que o Polvo é mais importante que ele, pois segundo ela, que fazia o comentário, um jornalista esportivo dessa emissora, disse que queria ser esse polvo. Vamos ver o que é realmente prioridade, para nós e prestar atenção em algumas coisas que a mídia faz, de bom e de ruim também para nosso população, cada vez mais pobre e carente de conhecimento, boa informação e intelectualidade.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Livro A Cabana

A Cabana é um livro escrito pelo canadense William P. Young, lançado originalmente em 2007 e desde então já vendeu 12 milhões de cópias.[1] A Cabana foi publicado em português pela primeira vez em 2008.

Sinopse

O livro aborda a questão recorrente da existência do mal através da história de Mack Allen Phillips, um homem que vive sob o peso da experiência de ter sua filha Missy, de seis anos, raptada durante um acampamento de fim de semana. A menina nunca foi encontrada, mas sinais de que ela teria sido assassinada são achados em uma cabana perdida nas montanhas.
Vivendo desde então sob a "A Grande Tristeza", Mack, quatro anos depois do episódio, recebe um misterioso bilhete supostamente escrito por Deus, convidando-o para uma visita a essa mesma cabana. Ali, Mack terá um encontro inusitado com Deus, de quem tentará obter resposta para a inevitável pergunta: "Se Deus é tão poderoso, por que não faz nada para amenizar nosso sofrimento?"

Histórico
O livro, que tornou-se um best-seller desde seu primeiro lançamento não foi escrito para ser publicado, conta o autor. A história havia sido criada como um presente que Young imprimiu para 15 amigos no natal de 2005.
Young afirma que muito da história tem a ver com sua própria experiência de vida e que escreveu o livro em uma ocasião que "ele próprio precisava de consolo"'.
A receptividade da história levou Young a mostrar o livro para dois produtores de cinema, Wayne Jacobsen e Brad Cummings. Após reescrever a história 4 vezes em pouco menos de um ano e meio, Young enviou a versão final para 26 editoras, tendo sido recusada por todas. Por causa disso, Jacobsen e Cummings criaram uma editora e finalmente publicaram o livro, com um orçamento de divulgação inicial de 300 dólares.


Análises
Vale lembrar também que apesar de ser um livro de ficção com uma história intrigante, o conceito de santíssima trindade deste livro mais volta-se para o modalismo do que aquele da trindade propriamente dito.Isso porque no livro encontram-se frases do tipo "E Deus falou assim: eu sou verdadeiramente humano na figura de Jesus." ou ainda "existe um círculo de relações entre nós [Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo] ao invés de uma cadeia de comando" consistentes com modalismo


Fonte: wikipédia

Eleições, vamos nos decidir!

Estou sem aula, hoje e amanhã, por causa das eleições. Domingo é o dia em que vamos decidir nossas vidas, pelo menos pelos próximos quatro anos. Eu confesso que vou votar nulo, mas admito que o governo do PT, fez coisas boas para o país sim! Mas não pretendo escolher e decidirei ficar na covardia, dessa vez. Lembrando que no segundo turno, de 2006, onde Lula disputou com Geraldo Alckmim, eu votei em Lula. Mas dessa vez, não sei porque, não vou votar e pronto.Estou de folga amanhã, até terça feira... Folguinha boa! rsrsrsrsrs
Mas em compensação, no domingo estarei lá novamente como mesária! Estou numa vida agitada, porém feliz. Amanhã comemoro mais um mês de relacionamento, o que ao todo fica 4 anos e 2 meses.... Bom, no momento é isso, assim que der para postar novamente, voltarei, só que no momento estou sem computador em casa, e vou ter que comprar.
Estou fazendo treinamento no sine Bahia, esses dias sobre o atendimento em geral, e sobre o seguro desemprego. Espero ficar bem afiada, para que possa trabalhar da melhor forma possível. Voltarei em breve!

sábado, 23 de outubro de 2010

Felicidade na rotina!

Estou sem poder escrever muito. Hoje fui fazer a oficina na Faculdade Social, estou amando! Estudantes de pedagogia, atentaí- vos! Estou querendo comprar um computador, pois para estudar é preciso, mas está complicado...
A vida está indo bem, ñ tenho mais do que reclamar, sinceramente, só agradecer. Essa é mais uma prova de que ñ é preciso, ser crente fanática, ficar me submetendo a suposta "vontade" de Deus para realizar meus objetivos, basta ter fé, acreditar e ir atrás...
E sinto que ainda vou conseguir muito mais coisa, ainda. E vou vencer, obtendo tudo que eu desejo, tanto material, quanto a nível de conhecimento.
Estou na correria, me dividindo entre estudar, trabalhar e ser dona de casa e esposa. Mas estou feliz! Felis, como nunca tinha falado antes aqui!
E o ano está acabando ñ é?
Fui...
Até mais!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Cursos gratuitos na Fundação Getúlio Vargas a distância e Faculdade Social da Bahia!

Hoje estava na faculdade quando minha colega me falou de cursos gratuitos a distância na Fundação Getúlio Vargas, no site. Entrei e estou fazendo um, já que serve como carga horária de ACC, que é um requisito básico para a faculdade e para o término do curso.E também começo amanhã, um curso na Faculdade Social da Bahia, na minha área educação. São 5 sábados divididos em 20 horas. Existem vários cursos gratuitos lá. Bom, fica a dica.

sábado, 9 de outubro de 2010

Frases...

"O erro democrático é sempre melhor que o possível acerto autoritário." (Eduardo Portela)

"O êxito na vida não se mede pelo que você conquistou, mas sim pelas dificuldades que superou no caminho." (Abrahan Lincoln)

"As únicas coisas eternas são as nuvens."

"È bem mais fácil recebermos um sorriso quando sorrimos para alguém."

" Não corrigir nossas falhas é o mesmo que cometer novos erros." ( Confúcio)

"Mais inteligente é aquele que sabe que ñ sabe."

sábado, 18 de setembro de 2010

Livro a servidão humana- Somerset Maughman

Hoje é um sábado. Vou terminar de fazer faxina. Gostaria de sair para assistir o filme, Nosso lar, mas estou dura. O filme que já está em dois milhões de expectadores em duas semanas. Estou lendo ainda o livro servidão humana, inclusive desde maio. E também  tenho que terminar de ler a revista nova escola desse mês, qual eu sou assinante.
O livro citado fala de uma coisa que eu venho pensando há muito tempo: o sentido da vida. Ou a falta dele. Estamos aqui para que? Para onde vamos? Etc... Critica duramente o cristianismo e seus dogmas e mostra como podemos mudar o rumo das nossas vidas, várias vezes, e que é para isso que serve o livre arbítrio. Bom, por hoje é isso.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Os quatro pilares da educação



Aprender a Conhecer


Esta aprendizagem refere-se à aquisição dos “instrumentos do conhecimento”. Debruça-se sobre o raciocínio lógico, compreensão, dedução, memória, ou seja, sobre os processos cognitivos por excelência. Contudo, deve existir a preocupação de despertar no estudante, não só estes processos em si, como o desejo de os desenvolver, a vontade de aprender, de querer saber mais e melhor. O ideal será sempre que a educação seja encarada, não apenas como um meio para um fim mas também como um fim por si. Esta motivação pode apenas ser despertada por educadores competentes, sensíveis às necessidades, dificuldades e idiossincrasias dos estudantes, capazes de lhes apresentarem metodologias adequadas, ilustradoras das matérias em estudos e facilitadoras da retenção e compreensão das mesmas.



Pretende-se despertar em cada aluno a sede de conhecimento, a capacidade de aprender cada vez melhor, ajudando-os a desenvolver as armas e dispositivos intelectuais e cognitivos que lhes permitam construir as suas próprias opiniões e o seu próprio pensamento crítico.



Em vista a este objectivo, sugere-se o incentivo, não apenas do pensamento dedutivo, como também do intuitivo, porque, se é importante ensinar o “espírito” e método científicos ao estudante, não é menos importante ensiná-lo a lidar com a sua intuição, de modo a que possa chegar às suas próprias conclusões e aventurar-se sozinho pelos domínios do saber e do desconhecido.


Aprender a Fazer

Indissociável do aprender a conhecer, que lhe confere as bases teóricas, o aprender a fazer refere-se essencialmente à formação técnico-profissional do educando. Consiste essencialmente em aplicar, na prática, os seus conhecimentos teóricos. Actualmente existe outro ponto essencial a focar nesta aprendizagem, referente à comunicação. É essencial que cada indivíduo saiba comunicar. Não apenas reter e transmitir informação mas também interpretar e seleccionar as torrentes de informação, muitas vezes contraditórias, com que somos bombardeados diariamente, analisar diferentes perspectivas, e refazer as suas próprias opiniões mediante novos factos e informações.Aprender a fazer envolve uma série de técnicas a serem trabalhadas. • Aprender a conhecer, combinando uma cultura geral, suficientemente vasta, com a possibilidade de trabalhar em profundidade um pequeno número de matérias. O que também significa: aprender a aprender, para beneficiar-se das oportunidades oferecidas pela educação ao longo de toda a vida.

Aprender a viver com os outros

Este domínio da aprendizagem consiste num dos maiores desafios para os educadores, pois atua no campo das atitudes e valores. Cai neste campo o combate ao conflito, ao preconceito, às rivalidades milenares ou diárias. Aposta-se na educação como veículo de paz, tolerância e compreensão; mas como fazê-lo?



O relatório para UNESCO não oferece receitas, mas avança uma proposta baseada em dois princípios: primeiro a “descoberta progressiva do outro” pois, sendo o desconhecido a grande fonte de preconceitos, o conhecimento real e profundo da diversidade humana combate diretamente este “desconhecido”. Depois e sempre, a participação em projetos comuns que surge como veículo preferencial na diluição de atritos e na descoberta de pontos comuns entre povos, pois, se analisarmos a História Humana, constataremos que o Homem tende a temer o desconhecido e a aceitar o semelhante.



 Aprender a ser

Este tipo de aprendizagem depende diretamente dos outros três. Considera-se que a Educação deve ter como finalidade o desenvolvimento total do indivíduo “espírito e corpo, sensibilidade, sentido estético, responsabilidade pessoal, espiritualidade”.



À semelhança do aprender a viver com os outros, fala-se aqui da educação de valores e atitudes, mas já não direccionados para a vida em sociedade em particular, mas concretamente para o desenvolvimento individual.



Pretende-se formar indivíduos autônomos, intelectualmente activos e independentes, capazes de estabelecer relações interpessoais, de comunicarem e evoluírem permanentemente, de intervirem de forma consciente e proactiva na sociedade.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Muitas mudanças!

Bom, estou de volta.Muita coisa aconteceu desde a minha última passada aqui. Estou em um emprego novo, trabalhando para o governo da Bahia, através de um concurso que eu fiz em 2008. Passei agora para o segundo semestre de pedagogia, e estou adorando, ñ poderia estar em outro curso. Ah! Trabalho para a Saeb-Sac! E finalmente fui morar com meu amor.Alugamos uma casa,  e fomos viver a nossa vida, juntos, livres e mais independentes ainda. Fizemos um chá de cozinha, no dia07/08 e no dia 09/08 nos mudamos. Quando esse ano de 2010 começou,eu sabia que ia se operar uma mudança na minha vida,mas não sabia,qual ou quais. Foram várias e a primeira e ótima, foi eu ter passado no vestibular e agora minha vida, meus diálogos, minhas leituras estão contaminados pelo tema: Educação.
Nesse momento estou no trabalho, e hoje me considero uma pessoa feliz. Tentarei escrever mais, mas só que estousem pc em casa por enquanto. Então quando estiver com um tempinho passarei. Se é que eu ainda tenho leitores.... Mas vida de dona de casa, estudante e trabalhadora, ñ é fácil!

terça-feira, 22 de junho de 2010

Viagens de São João!

O povo já está viajando, mas eu vou ficar por aqui mesmo esse ano. Preciso economizar dinheiro, já que estou sem trabalhar novamente. Meu São João, pelo jeito vai ser um tédio.Estou cheia de problemas e não estou muito animada para festejar coisa alguma. A não ser talvez pela copa do mundo.
Vou passar esses dias estudando para a faculdade. Bom é isso. Estou em busca também de um estágio.

A Intelectualidade como Classe Social

Os termos “intelectuais”, “intelectualidade”, “intelligentsia” são bastante ambíguos e recebem as mais variadas definições e abordagens. Nas representações cotidianas, um intelectual é alguém “inteligente”. O termo intelligentsia é, formalmente mais próximo deste sentido, mas mais distante em seu conteúdo, já que não é uma referência positiva e sim negativa em relação ao coletivo dos intelectuais. Do ponto de vista teórico, indo além das representações cotidianas, os intelectuais não se caracterizam por sua elevada “inteligência” e sim por sua posição no conjunto das relações sociais. Por conseguinte, é através do seu papel na divisão social do trabalho que podemos entender quem são os intelectuais. Podemos, a partir desta visão, definir os intelectuais como uma classe social composta pelos indivíduos dedicados exclusivamente ao trabalho intelectual. Tal classe social assume formas diferentes em sociedades diferentes. Os intelectuais sempre tiveram uma posição privilegiada no interior da divisão social do trabalho. Historicamente, os intelectuais, ou “ideólogos”, segundo expressão de Marx e Engels (2002), surgiram a partir da expansão da divisão social do trabalho e sempre estiveram ao lado da classe dominante.




Na sociedade escravista, os intelectuais eram fundamentalmente e/ou majoritariamente os filósofos; na sociedade feudal, os teólogos e, na sociedade moderna, os cientistas. A forma de remuneração ou os meios de sobrevivência variam de acordo com o modo de produção, mas sempre possuem rendimentos superiores aos das classes exploradas. Portanto, trata-se de uma classe social que ocupa determinado papel no processo de reprodução da sociedade e privilégios derivados disto. A sua constituição e dinâmica depende da totalidade das relações sociais e do modo de produção que está na base de uma determinada sociedade. Isto quer dizer que existem semelhanças entre os intelectuais nos diversos modos de produção mas também diferenças. Obviamente que o papel e características da intelectualidade enquanto classe social poderia, devido a diferença, gerar uma distinção na terminologia. Sem dúvida, assim como se pode utilizar a expressão “trabalhadores” para se referir tanto aos escravos da sociedade antiga quanto aos proletários da sociedade moderna ou a expressão genérica de “classe dominante” para variadas classes que sucederam uma à outra no poder, o mesmo se poderia fazer com a intelectualidade. Isto é derivado de um nível de generalidade maior da expressão, que deve, a cada forma de sociedade existente, receber um tratamento diferenciado, pois ao lado da semelhança existe a diferença. Para nossa definição, que possui maior grau de generalidade, os intelectuais, em todas as sociedades, fazem parte das classes sociais privilegiadas, sendo sempre uma classe auxiliar da classe dominante e que se dedicam exclusivamente ao trabalho intelectual.



No capitalismo, os intelectuais são trabalhadores assalariados improdutivos, no sentido marxista do termo, isto é, trabalhadores que vendem sua força de trabalho em troca de um salário mas não produzem mais-valor. Os salários dos intelectuais são muito maiores do que dos trabalhadores produtivos (proletários) e de outras setores da sociedade. A definição do salário dos intelectuais está ligada, por um lado, ao custo de reprodução desta força de trabalho específica e, por outro, às suas ligações com o Estado capitalista e demais instituições da sociedade burguesa, isto é, por sua utilidade para os interesses da classe dominante. É claro que juntamente com isto está o poder de pressão dos intelectuais, isto é, a luta de classes, bem como a hierarquia no interior desta classe social, já que no capitalismo a complexificação da divisão social do trabalho cria inúmeras subdivisões no interior das classes sociais. A função dos intelectuais é produzir e/ou reproduzir determinados saberes que são de interesse daqueles que detém o poder.



O surgimento dos intelectuais ocorre com a separação entre trabalho intelectual e manual. Os intelectuais passam a se dedicar ao trabalho intelectual e o produto do seu trabalho é a ideologia (Marx e Engels, 2002). A ideologia é uma expressão sistemática da falsa consciência da realidade. A falsa consciência existe e é produzida e reproduzida por todas as classes sociais, o que significa que não é produção dos intelectuais. O que estes produzem é um processo de sistematização desta falsa consciência, transformando as representações ilusórias existentes em saber sistemático, como filosofia, teologia, ciência. Este processo pode ser exemplificado pela crítica que Marx fez aos economistas: eles traduzem para a linguagem da ciência econômica as representações cotidianas – e ilusórias – dos agentes do processo econômico (Marx, 1988). Uma ideologia, uma vez produzida, passa a legitimar as relações sociais existentes, cumpre o papel de naturalizá-la e universalizá-la, sob uma forma também considerada legítima, a forma científica, filosófica, teológica. Assim, um saber legítimo realiza a legitimação das relações sociais existentes. O discurso dos intelectuais possui uma legitimidade devido ao fato de ser considerado verdadeiro, superior. A legitimidade do discurso do intelectual se encontra na sua auto-declarada capacidade de monopolizar a veiculação da verdade, através da razão, da interpretação da palavra de Deus, da pesquisa empírica, ou qualquer outra justificativa, ela mesma ideológica, mas aceita socialmente. Os intelectuais estão sempre ligados à burocracia e a passagem de um intelectual para a burocracia (estatal, privada, etc.) é bastante corriqueira, tendo em vista que o “capital cultural”, para utilizar expressão dos sociólogos Bourdieu e Passeron (1982), é um meio de se conquistar cargos de direção no Estado ou nas instituições da sociedade burguesa.



Posto isto, fica claro o papel conservador dos intelectuais numa determinada sociedade concreta. A produção intelectual é subordinada aos interesses da classe dominante e por isso não tem o menor sentido a ficção segundo a qual os intelectuais seriam um setor progressista da sociedade, ou então a de que a educação, a produção científica, etc., seriam elementos que contribuiriam com a emancipação humana. Os intelectuais, por sua posição social e os interesses e valores derivados dela, são agentes da conservação e não da transformação.



A suposta “liberdade” ou “autonomia” dos intelectuais também é outra ficção. Na verdade, os intelectuais são tão condicionados e determinados quanto qualquer outra classe social. O sociólogo Karl Mannheim defendeu a tese da autonomia dos intelectuais e de que eles teriam a possibilidade de produzir um saber superior ao das demais classes sociais (Mannheim, 1986). Os intelectuais possuem seus interesses próprios, particulares, ligados aos interesses da classe dominante. Os interesses dos intelectuais são manter uma posição privilegiada na sociedade, altos salários, status, etc. A própria existência dos intelectuais e de seus privilégios depende da conservação da sociedade atual, o que significa que os intelectuais estão indissoluvelmente ligados ao poder. A sua autonomia, por conseguinte, é fictícia. No entanto, faz parte da lógica dos seus interesses produzir o discurso de sua autonomia, pois assim escamoteia sua ligação com o poder e ganha legitimidade. A idéia da autonomia dos intelectuais é uma ideologia produzida pelos intelectuais e para os intelectuais, o que também é interesse da classe dominante. Assim, os intelectuais são uma classe auxiliar da burguesia mas deve ocultar esta relação. A idéia de autonomia dos intelectuais é exemplificada magistralmente na ideologia produzida por eles a respeito da “neutralidade de valores” na ciência.



A tese da autonomia dos intelectuais já foi defendida inúmeras vezes e sob as mais variadas formas. Realmente, os intelectuais possuem uma autonomia relativa, como todos os indivíduos, grupos e classes sociais em nossa sociedade. No entanto, também como todas as demais classes sociais, a intelectualidade visa se autonomizar, seja aumentando sua renda e privilégios, seja querendo se tornar uma nova classe dominante. É por isso que surgem ideologias que afirmam que os intelectuais devem ser os dirigentes da sociedade, desde Platão e sua A República (1974), na sociedade escravista, até Lênin e sua obra O Que Fazer? (1978), no início do século 20. Em outras palavras, os intelectuais possuem o desejo de se tornar burocratas (dirigentes) ou nova classe dominante e os burocratas buscam legitimar sua dominação através do discurso sobre o saber. Aqueles que sabem devem dirigir, ou, como já dizia Bacon, “saber é poder”. Daí a eterna aliança entre burocratas e intelectuais.



Poucos são os intelectuais que denunciam a si mesmos. Geralmente a crítica aos intelectuais é proveniente de não-intelectuais. Obviamente que estamos nos referindo aos intelectuais enquanto classe social, isto é, aqueles que, segundo Gramsci (1977), exercem a função de intelectuais, e não qualquer pessoa que realiza uma produção intelectual, pois nesta acepção mais ampla, como bem colocou Gramsci, todos são intelectuais. Uma das críticas mais fortes aos intelectuais (intelectualidade ou intelligentsia) enquanto grupo social foi a realizada por Jan Wanclaw Makhaïsky (1981). Ele realizou uma análise marxista dos intelectuais, observando os seus altos rendimentos e a fonte de tais rendimentos: a renda nacional e esta, por sua vez, é oriunda da exploração capitalista, isto é, da extração de mais-valor da classe operária. O nível de vida quase burguês dos intelectuais é derivado de sua apropriação de parte do lucro patronal, de parte do mais-valor global. Se esta intelectualidade se diz “socialista”, ela visa concentrar os meios de produção nas mãos do Estado, para assim garantir a apropriação de uma parte maior do mais-valor global.



Makhaïsky anunciou profeticamente o destino da Rússia ao criticar o bolchevismo e ser perseguido pelo Partido Bolchevique. A Revolução Bolchevique e a burocratização que lhe acompanhou gerou diversos estudos sobre a “nova classe” e sobre a burocracia e a intelectualidade. Em 1973/1974, o sociólogo Ivan Szelenyi e o romancista George Konrád escreveram Os Intelectuais e o Poder, expressando a tese de que a intelligentsia se torna uma classe que cada vez mais reduz sua distinção com a burocracia no “socialismo real” do Leste Europeu (Konrád e Szelenyi, 1981). Estes e muitos outros estudos tematizaram a intelectualidade e revelaram, com maior ou menor exatidão, as relações entre esta classe social e o poder.



Porém, é preciso deixar claro que existe uma distinção entre indivíduo e classe social. A intelectualidade, enquanto classe social, é conservadora, o que não quer dizer que todos os intelectuais, ou seja, todos os indivíduos pertencentes a esta classe, sejam conservadores. O indivíduo possui uma autonomia relativa e, dependendo do desenvolvimento de sua consciência, valores, interesses, pode, mesmo pertencendo a uma classe social conservadora, romper com a reprodução das concepções desta. Obviamente que apenas uma minoria poderia realizar tal processo, pois a posição social (o seu modo de vida e todos os valores, interesses, etc., derivados dele) da intelectualidade predispõe todos os indivíduos que a compõe ao conservadorismo.



No entanto, vários indivíduos podem romper com isso, devido ao seu processo histórico de vida, desde a origem de classe, relações familiares, desenvolvimento da consciência, ligações com pessoas, a percepção de que apesar dos privilégios também está submetido à alienação, ao modo de vida degradado do mundo contemporâneo e ao processo de desumanização, entre outros fatores, podem contribuir com isso. Segundo Marx, todas as classes sociais produzem seus representantes intelectuais (que podem ou não exercer a função de intelectual), isto é, indivíduos que produzem concepções que são de seu interesse (Marx, 1986).



A intelectualidade é uma classe auxiliar da burguesia e por isso produz ideologias que expressam seus interesses, embora alguns intelectuais (indivíduos) podem romper com este processo e representar intelectualmente outra classe social. Esta ruptura pode ser parcial ou total. Um intelectual profissional, por pertencer aos extratos mais baixos desta classe social, pode se revoltar contra sua condição e assim assumir um discurso crítico e até se aliar a setores que pregam a transformação social, o que não significa que tenha se tornado autenticamente um intelectual revolucionário, pois sua produção intelectual ainda fica limitada por não realizar uma superação completa, já que o seu posicionamento não é derivado de uma identificação dos seus interesses com os da classe explorada e sim um descontentamento individual que proporciona uma revolta individual sem grande alcance e que, se for compensado, pode “mudar de lado”. Este é o caso de diversos intelectuais ligados a partidos de “esquerda”, e é isso que possibilita a idéia da o caráter corruptível dos intelectuais de esquerda, embora existam aqueles que são dissimulados, que tão logo assumam a direção do partido mostram sua verdadeira face (Michels, 1982) e os iludidos, que são sinceros mas que não conseguem ultrapassar determinadas concepções – não se aliando com a direção e nem rompendo com o partido – e geralmente ficam à margem do partido, principalmente quando este se fortalece através das vitórias eleitorais. Tal como colocou Nietzsche quando se referia aos “que são perigosos entre os espíritos subversivos”:



“Dividam-se aqueles que pensam em uma subversão da sociedade naqueles que querem alcançar algo para si mesmos e naqueles que querem alcançar algo para seus filhos e netos. Estes últimos são os mais perigosos; pois têm a crença e a boa consciência do não-egoísmo. Aos outros pode-se satisfazer; para isso a sociedade dominante é ainda rica e esperta o bastante. O perigo começa quando os alvos se tornam impessoais; os que são revolucionários por interesse impessoal podem considerar todos os defensores do que existe como pessoalmente interessados e por isso sentir-se superiores a eles” (Nietzsche, 1991, p. 69).



A observação de Nietzsche serve para distinguirmos entre o intelectual engajado por interesse pessoal e o por interesse de classe, isto é, identificação com as classes exploradas. O interesse pessoal, neste contexto, é o interesse imediato e constituído socialmente, de acordo com os valores dominantes. O interesse de classe não é o interesse de classe da intelectualidade e sim o interesse da classe social revolucionária, que aponta para a abolição das classes sociais em geral e a emancipação humana.



E o que podem fazer os intelectuais que rompem com o conservadorismo de sua classe? Não se trata de abandonar o próprio pertencimento de classe, pois não é esta a questão. O intelectual, neste caso, deve realizar um engajamento na luta pela transformação social e abolição das classes em geral, inclusive da sua própria classe social. Isto pode ser feito sob as mais variadas formas, desde a ação política concreta até a própria atividade profissional, direcionada para a crítica das ideologias, da burocracia e do próprio papel do intelectual na sociedade moderna. A articulação do intelectual com o movimento operário, os movimentos sociais, as lutas políticas concretas também assume importância neste contexto. Além disso, é fundamental a contribuição com o desenvolvimento do pensamento complexo no sentido de desvendar as diversas formas de dominação e reprodução da exploração e opressão. Assim, os intelectuais passam de serviçais do poder para críticos do poder e este é o papel do intelectual que supera os seus interesses imediatos e egoístas e passa a defender os interesses gerais da humanidade, que são também seus interesses, contribuindo, assim, com a emancipação humana.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Textos utilizados até agora no meu curso de pedagogia!

-O campo do conhecimento pedagógico e a identidade profissional do pedagogo- Libânio
-Aprender a viver- Edgar Morin
-A sociedade contra o estado- Pierre Clastres
-Recursos para o bom adestramento- Michel Focault
-Tempo cíclico e tempo linear- Edgar Morin
-Os corpos dóceis- Michel Focault
-A sociologia como disciplina crítica-Caulgoa e Riddell
-Leitura, texto e sentido-Ingedore Koch e Vanda Elias
-Felicidade clandestina- Clarice Lispector
-Texto e contexto- Ingedore Koch e Vanda Elias
-Educação Cidadã, etnia e raça- Nilma Lino Gomes
-As facetas de um racismo silenciado- Kabengele Munanga
-Em busca de um novo paradigma para a educação-Maria Cândida Moraes
- O que é filosofia e para que serve
-A antropologia e o mundo contemporâneo: cultura e diversidade- Omar Ribeiro Thomaz
-Cultura e Ser humano: Código e Simbolismo- José Carlos Rodrigues
-Educação? Educações: aprender com o índio- Carlos Rodrigues Brandão
-Platão- Danilo Marcondes
-Platão e as idéias - José Américo Motta Pessanha
-Gêneros textuais- Koch Ingedore e Vanda Maria Elias

É vem o São João!

quinta-feira, 17 de junho de 2010

E continuo vivendo!

A Uneb continua em greve, ontem fiz entrevista de emprego, porém não estou muito querendo trabalhar e sim estagiar, apesar de ainda estar  no primeiro semestre. Estágio para mim fica melhor, pois apesar de ser pouco o dinheiro, o horário é menor e eu fico dentro da minha área mesmo. Mas mesmo assim, vou continuar correndo atrás. No sine e no simm só tem telemarketing ou estágio a partir do segundo semestre. Hoje vou fazer uma seleção para um cargo público que eu fiz o concurso em 2008 e seria para o Sac. Chamado jovem aprendiz do programa mais futuro, das voluntárias sociais da Bahia.
Copa do mundo rolando e São João próximo, mas não vou viajar esse ano. Vou ficar por aqui mesmo estudando, assistindo os jogos do Brasil e esperando a greve acabar.

domingo, 13 de junho de 2010

Amenidades da vida!

Ontem foi o dia dos namorados, tentamos ir ao cinema, mas aconteceu um imprevisto e não rolou, mas fomos a um restaurante no Shopping Iguatemi, Pasta Fast, muito bom. Fomos lá pela primeira vez e eu gostei muito, ele tinha sido indicado por minha irmã. Pronto vou fazer propaganda mesmo! Quem puder, e quiser ir, vá! Estou sem aula, pois os professores da Uneb entraram em greve, por tempo indeterminado, mas sei que não posso ficar sem estudar para não perder o hábito. Estamos no terceiro dia de jogos da copa do mundo 2010, onde o Brasil disputa o hexacampeonato. E nesse exato momento desse domingo, estou na internet a procura de estágio. É isso!

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Empresas ainda não valorizam público interno

:: 16/5/2010



GESTÃO 49% dos empresários ignoram o evento, fato que pode acarretar desmotivação e queda na produtividade da equipe



Beatriz Garcia



Apesar dos conselhos dos especialistas em clima organizacional, tudo indica que a maior parte dos líderes ainda não se apercebeu da oportunidade que a Copa representa. De acordo com levantamento realizado pela agência de recrutamento Curriculum, apenas 21% das empresas brasileiras pretendem aproveitar os jogos da seleção canarinho para promover a integração dos seus funcionários, enquanto 49% ainda nem seuqer cogitaram o que pretendem fazer quando nossos craques estiverem em campo.

"Este levantamento é uma forma de alertar para a oportunidade que este momento representa. Os empresários às vezes gastam muito dinheiro", opina o presidente da Curriculum, Marcelo Abrileri.

Prova disso é que com menos de R$ 1 mil, a clínica de diagnóstico por imagem Diagnoson vai distribuir para seus 98 funcionários uma camisa personalizada com as cores da seleção e a logomarca da empresa. "Para mim este tipo de ação não é custo, é investimento", opina a coordenadora de recursos humanos, Maria do Carmo Cruz.

Iniciativas como estas são importantes para evitar que o funcionário se sinta desvalorizado pelos empregadores, o que pode acarretar num descontentamento irreversível. "Se a empresa simplesmente esquecer dos jogos e levar como se fosse um dia qualquer, certamente haverá uma desmotivação que reflete na produtividade. O colaborador pensa que como a companhia não se preocupa com ele também não há porque estar engajado por ela", opina a especialista em comportamento humano e organizacional, Luciana Botelho.

A decisão de fechar ou não durante os jogos é uma questão cultural, mas que envolve também a economia de todo o País. "É preciso compreender que se uma empresa não para, provavelmente seu fornecedor vai parar, seu cliente não vai aparecer, seu parceiro não vai te atender", explica Luciana.



Liberação

Ao lado das 12,7% das empresas que liberarão seus colaboradores para assistirem aos jogos em domicílio estão os funcionários públicos do Estado, que na última terça receberam a confirmação de que serão liberados 1h30 antes de cada jogo do Brasil. Os horários definidos pela FIFA para os jogos do Brasil (11h e 15h30) são traiçoeiros para os empresários que desejam seguir a resolução do governador Jaques Wagner para os servidores públicos.

"Como os jogos vão acontecer bem no meio do expediente, fica complicado liberar o funcionário para que ele assista ao jogo em casa, pois acaba-se perdendo toda a tarde de trabalho", explica Ana Lídice, proprietária do Instituto de Beleza Performance. Esta é, portanto, mais uma razão para optar por uma confraternização no lugar de simplesmente liberar o funcionário.

A agência de marketingo Mezo criou um pacote especial para empresas que desejam investir neste momento. A produção pode incluir telão, kit torcida, decoração verde e amarela, petiscos, refreigerantes, banners e organização do bolão. O serviço custa cerca de R$ 3,8 mil para uma equipe de 30 pessoas, valor que varia de acordo com o nível de incrementação da ação. "Independentemente do porte da confraternização, o importante é a iniciativa", frisa a gestora de comunicação corporativa da Mezo, Renata Matos.

Tudo é válido, desde a simples disponibilização de telões até competições internas de grandes proporções, a exemplo da Arcos Dourados, operadora da marca MsDonald's na América Latina. A multinacional vai desenvolver uma ação para os funcionários dos 577 restaurantes da rede no País, mas que pode ser adaptada para empresas menores. Na competição, cada vez que um restaurante atingir 100% da sua meta de vendas, a equipe ganha 50 chances de chutar que times estarão na final da Copa do Mundo de 2010. Ou seja, quanto melhor o desempenho do restaurante, mais oportunidades os gerentes e seus funcionários têm de concorrer a prêmios, que incluem três carros 0 km.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Poema, operário em construção de Vinícius de Moraes

Era ele que erguia casas


Onde antes só havia chão.

Como um pássaro sem asas

Ele subia com as asas

Que lhe brotavam da mão.

Mas tudo desconhecia

De sua grande missão:

Não sabia por exemplo

Que a casa de um homem é um templo

Um templo sem religião

Como tampouco sabia

Que a casa que ele fazia

Sendo a sua liberdade

Era a sua escravidão.



De fato como podia

Um operário em construção

Compreender porque um tijolo

Valia mais do que um pão?

Tijolos ele empilhava

Com pá, cimento e esquadria

Quanto ao pão, ele o comia

Mas fosse comer tijolo!

E assim o operário ia

Com suor e com cimento

Erguendo uma casa aqui

Adiante um apartamento



Além uma igreja, à frente

Um quartel e uma prisão:

Prisão de que sofreria

Não fosse eventualmente

Um operário em construcão.

Mas ele desconhecia

Esse fato extraordinário:

Que o operário faz a coisa

E a coisa faz o operário.

De forma que, certo dia

À mesa, ao cortar o pão

O operário foi tomado

De uma subita emoção

Ao constatar assombrado

Que tudo naquela mesa

- Garrafa, prato, facão

Era ele quem fazia

Ele, um humilde operário

Um operário em construção.

Olhou em torno: a gamela

Banco, enxerga, caldeirão

Vidro, parede, janela

Casa, cidade, nação!

Tudo, tudo o que existia

Era ele quem os fazia

Ele, um humilde operário

Um operário que sabia

Exercer a profissão.



Ah, homens de pensamento

Nao sabereis nunca o quanto

Aquele humilde operário

Soube naquele momento

Naquela casa vazia

Que ele mesmo levantara

Um mundo novo nascia

De que sequer suspeitava.

O operário emocionado

Olhou sua propria mão

Sua rude mão de operário

De operário em construção

E olhando bem para ela

Teve um segundo a impressão

De que não havia no mundo

Coisa que fosse mais bela.



Foi dentro dessa compreensão

Desse instante solitário

Que, tal sua construção

Cresceu também o operário

Cresceu em alto e profundo

Em largo e no coração

E como tudo que cresce

Ele nao cresceu em vão

Pois além do que sabia

- Excercer a profissão -

O operário adquiriu

Uma nova dimensão:

A dimensão da poesia.



E um fato novo se viu

Que a todos admirava:

O que o operário dizia

Outro operário escutava.

E foi assim que o operário

Do edificio em construção

Que sempre dizia "sim"

Começou a dizer "não"

E aprendeu a notar coisas

A que nao dava atenção:

Notou que sua marmita

Era o prato do patrão

Que sua cerveja preta

Era o uisque do patrão

Que seu macacão de zuarte

Era o terno do patrão

Que o casebre onde morava

Era a mansão do patrão

Que seus dois pés andarilhos

Eram as rodas do patrão

Que a dureza do seu dia

Era a noite do patrão

Que sua imensa fadiga

Era amiga do patrão.



E o operário disse: Não!

E o operário fez-se forte

Na sua resolução



Como era de se esperar

As bocas da delação

Comecaram a dizer coisas

Aos ouvidos do patrão

Mas o patrão não queria

Nenhuma preocupação.

- "Convençam-no" do contrário

Disse ele sobre o operário

E ao dizer isto sorria.



Dia seguinte o operário

Ao sair da construção

Viu-se súbito cercado

Dos homens da delação

E sofreu por destinado

Sua primeira agressão

Teve seu rosto cuspido

Teve seu braço quebrado

Mas quando foi perguntado

O operário disse: Não!



Em vão sofrera o operário

Sua primeira agressão

Muitas outras seguiram

Muitas outras seguirão

Porém, por imprescindível

Ao edificio em construção

Seu trabalho prosseguia

E todo o seu sofrimento

Misturava-se ao cimento

Da construção que crescia.



Sentindo que a violência

Não dobraria o operário

Um dia tentou o patrão

Dobrá-lo de modo contrário

De sorte que o foi levando

Ao alto da construção

E num momento de tempo

Mostrou-lhe toda a região

E apontando-a ao operário

Fez-lhe esta declaração:

- Dar-te-ei todo esse poder

E a sua satisfação

Porque a mim me foi entregue

E dou-o a quem quiser.

Dou-te tempo de lazer

Dou-te tempo de mulher

Portanto, tudo o que ver

Será teu se me adorares

E, ainda mais, se abandonares

O que te faz dizer não.



Disse e fitou o operário

Que olhava e refletia

Mas o que via o operário

O patrão nunca veria

O operário via casas

E dentro das estruturas

Via coisas, objetos

Produtos, manufaturas.

Via tudo o que fazia

O lucro do seu patrão

E em cada coisa que via

Misteriosamente havia

A marca de sua mão.

E o operário disse: Não!



- Loucura! - gritou o patrão

Nao vês o que te dou eu?

- Mentira! - disse o operário

Não podes dar-me o que é meu.



E um grande silêncio fez-se

Dentro do seu coração

Um silêncio de martirios

Um silêncio de prisão.

Um silêncio povoado

De pedidos de perdão

Um silêncio apavorado

Com o medo em solidão

Um silêncio de torturas

E gritos de maldição

Um silêncio de fraturas

A se arrastarem no chão

E o operário ouviu a voz

De todos os seus irmãos

Os seus irmãos que morreram

Por outros que viverão

Uma esperança sincera

Cresceu no seu coração

E dentro da tarde mansa

Agigantou-se a razão

De um homem pobre e esquecido

Razão porém que fizera

Em operário construido

O operário em construção

terça-feira, 25 de maio de 2010

Servidão humana - SOMERSET MAUGHAM


SERVIDÃO HUMANAAUTOR: SOMERSET MAUGHAMWillian Somerset Maughamm nasceu em 1874 em Paris, filho de família abastada, o pai era conselheiro na Embaixada Britânica, órfão aos 10 anos de idade, teve como tutor um tio, formou-se médico porém não exerceu a profissão, começou a carreira de escritor aos 23 anos de idade.Em 1915 escreveu Servidão Humana o seu maior sucesso.(na minha opinião), quando expõe as suas experiências na época da juventude, e enfatiza o seu ponto de vista sobre o ser humano, suas fragilidades, seus sonhos, seus desencantos, as rebeldias, e por fim a aceitação de todo caminho percorrido cujo destino, com certeza, já vem traçado.Philip Carey, um menino feliz, muito amado pelos pais.Ele nasce com um defeito no pé esquerdo, isso o faz mancar e desperta, ora piedade ora escárnio das pessoas que com ele convivem. Ao ficar orfão Philip é entregue ao tio, que será seu tutor. O tio Willian era pastor, levando e atribuindo a todos uma vida severa, onde tudo o que importava era os sermões que declamava na igreja aos sábados e domingos sua esposa Louisa o segui sem nada argumentar, foi com essa família que Philip viveu até a sua adolescência quando foi interno numa escola onde fez seus estudos para seguir a careira do tio. Na escola o menino foi martirizado pelos colegas pois faziam-no expor o seu defeito físico o que o tornou cada dia mais acabrunhado, dificultando a seu relacionamento com os demais estudantes e até mesmo com os professores.Philip decide que não quer seguir os passos do tio e resolve continuar os estudos entrando numa faculdade onde pretende fazer medicina, mesmo nesse curso ele continua a ser motivo de chacota tanto dos professores quanto dos colegas estudantes. Durante o curso Philip conhece Mildred ,a garçonete de comportamento amoral, fica loucamente apaixonado fazendo tudo para conquistá-la, ela porém o humilha e o despreza, só quer dele o dinheiro e o conforto, cruel e sem escrúpulos, interesseira, ela o escraviza pela atração física, até que ele consegue superar esse amor louco e encontre o equilíbrio. Só com o passar do tempo e depois de muito sofrimento Philip encontra Sally uma mulher jovem, batalhadora, que realmente o ama, sem o demonstrar ele só descobre seu afeto por ela quando imagina que a engravidou e ela de modo muito correto diz que foi um rebate falso, que ele não precisa se preocupar, pois ela jamais quer ser um estorvo na vida dele. Nesse momento Philip descobre o imensurável afeto que os


une e decidem se casar.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Um resumo de minha vida!

Estou estudando muitos clássicos, como Marx e Weber e lendo livros e textos, nunca imaginados. Está sendo fascinenate e ao mesmo tempo cansativo.  Estudar Platão por exemplo, é dfifícil e muitas vezes pode ser desinteressante porém, é como se fosse um privilégio intelectualizante. Para poucos. No momento estou sem trabalhar. Por enquanto. Querendo viajar no São João. E no momento é só isso. Fui!

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Karl Marx e Paulo Freire

Karl Heinrich Marx (Tréveris, 5 de maio de 1818 — Londres, 14 de março de 1883) foi um intelectual e revolucionário alemão, fundador da doutrina comunista moderna, que atuou como economista, filósofo, historiador, teórico político e jornalista.




O pensamento de Marx influencia várias áreas, tais como Filosofia, História, Sociologia, Ciência Política, Antropologia, Psicologia, Economia, Comunicação, Arquitetura, Geografia e outras. Em uma pesquisa da rádio BBC de Londres, realizada em 2005, Karl Marx foi eleito o maior filósofo de todos os tempos

Paulo Reglus Neves Freire (Recife, 19 de setembro de 1921 — São Paulo, 2 de maio de 1997) foi um educador e filósofo brasileiro. Destacou-se por seu trabalho na área da educação popular, voltada tanto para a escolarização como para a formação da consciência. É considerado um dos pensadores mais notáveis na história da pedagogia mundial[1], tendo influenciado o movimento chamado pedagogia crítica

domingo, 11 de abril de 2010

Início das aulas

Amanhã dia 12 começa o período letivo 2010.1 e eu vou lá para ver alguma coisa, não sei exatamente como funciona isso, mas no calendário do site tá dizendo que o semestre começa amanhã e termina em agosto, pode? E o segundo já começa em outubro. Doideira. Mas mesmo assim eu vou. Tenho que levar almoço e almoçar na empresa. Bom essa vai ser a minha nova rotina da minha vida.

sábado, 3 de abril de 2010

Primeiro dia de trabalho!

Ontem foi o primeiro dia de trabalho, porém não trabalhei. Pois havia inoperância no sistema e o meu login não foi aceito. Mas acho que hoje fica normal. Ontem foi sexta feira santa, e está tudo assim nesse marasmo. Ontem trabalhei no meu horário normal e pude assistir novamente minha novela Bela a feia (amo!). E estou há duas semanas direto sem dormir, praticamente, pois fiquei no horário de treinamento até as 02:00 da manhã.
Hoje fizeram o favor de me acordar, e eu estou aqui agora as 07:41 na frente do computador. É isso por hoje... fui!!!!!

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Curiosidades sobre o mês de abril!

É o quarto mês do calendário gregoriano e tem 30 dias. O seu nome deriva do Latim Aprilis, que significa abrir, numa referência à germinação das culturas. Outra hipótese sugere que Abril seja derivado de Aprus, o nome etrusco de Vénus, deusa do amor e da paixão. É por esta razão que surgiu a crença de que os amores nascidos em Abril são para sempre.

O nome do mês Abril tem origem na palavra latina aperire que significa abrir, que se relaciona com o desabrochar das flores. Consagrado pelos romanos a Vénus, era também designado por mensis veneris em homenagem à deusa. Durante o mandato de Pompílio o mês só tinha 29 dias, retomando, com Júlio César, o número de dias que tem hoje. Este mês era representado por Cupido, deus do amor. Na cabeça uma coroa de rosas associava-o à Primavera.


 
1 – Dia dos Enganos


2 – Dia Internacional do Livro Infantil

17 – Dia Mundial da Hemofilia

21- Dia de Tiradentes

22-Dia do descobrimento do Brasil

25 – Dia da Liberdade

29 – Dia Mundial da Dança

quarta-feira, 31 de março de 2010

Último dia de treinamento!

Hoje é o último dia do meu treinamento, amnhã começa o trabalho de verdade e eu preciso estar sempre motivada, ter foco nos meus objetivos e fazer o possível e o impossível para não me estressar, ou pelo menos me estressar o mínimo possível.
Por enquanto ainda terei tempo para postar aqui pois vou trabalhar de tarde, mas quando as aulas começarem (não sei quando vai ser isso), vai ser pura correria. E no máximo, poderei postar algo aos finais de semana.
Bom, por hoje é isso!

terça-feira, 30 de março de 2010

30 Dicas para uma vida mais saudável

Faça exercício - Pratique exercícios 30 minutos por dia, 3 a 4 vezes por semana. Mas é sempre aconselhável consultar o médico antes de começar qualquer tipo de exercício.



Coma alimentos bem nutritivos - Dê preferência a uma dieta com baixo teor de gordura, cheia de frutas, vegetais e cereais.



Não se sobrecarregue - Faça aquilo que voce sabe que vai conseguir fazer; evite se sobrecarregar. Descanse e relaxe sempre que tiver uma chance.



Rir, o melhor remédio - Mantenha-se sempre positivo, com bom senso de humor; nada como uma boa risada para se relaxar.



Mantenha-se ativo - Arranje sempre uma atividade para fazer; andar, praticar algum esporte, ter algum hobby, sempre ajuda a manter a mente saudável.



Seja seu próprio dono - Controle sua vida como você deseja; seja independente. Não deixe que os outros ditem o que você deve fazer ou pensar.



Ajude aos outros - Procure se voluntariar para alguma atividade; ajudar aos outros traz felicidade e bem-estar.



Pare de fumar - Fumar só traz prejuízo à sua saúde, à dos que estão ao seu redor e ao bolso.



Não coma demais - Comer demais acaba provocando mal-estar; evite comer de 2 a 3 horas antes de ir para cama, a comida aumenta a quantidade de ácido em seu estômago e você não vai dormir bem.



Reduza o álcool, chocolate, alimentos gordurosos e menta - Esses alimentos provocam aumento de ácido no estômago, causando má digestão.



Pense antes de beber - Coma algum alimento antes de beber, para evitar que a bebida seja absorvida muito rapidamente. Saiba quando parar também!



Não coma muito rápido - Coma aos poucos, sem pressa, mastigando bem os alimentos.



Não encha o prato até a boca - Pegue um pouco de cada comida e vá saboreando aos poucos.



Não tome muito sol - Sol em excesso estraga sua pele, sem falar que pode provocar desidratação.



Use um protetor solar - Aplique um protetor solar em sua pele sempre que for se expor ao sol. Comece com um fator 15 e reaplique a cada 2 horas.



Use equipamentos de proteção solar - Chapéus, óculos escuros com proteção contra raios ultravioleta, guarda-sol e roupas adequadas são muito úteis para se proteger do sol.



Evite as horas de "pique" de sol - O horário das 10 da manhã às 3 da tarde é o pior para se tomar sol.



Evite o bronzeado excessivo - Ficar com 'aquele' bronzeado é muito bonito, mas estraga a pele e provoca envelhecimento precoce, além de poder causar câncer.



Durma bem - Durma pelo menos 8 horas por noite, num lugar tranqüilo. Mantenha sempre a mesma rotina, a mesma hora de ir para a cama e de acordar.



Coma alimentos ricos em anti-oxidantes - Vitamina C, Beta caroteno e vitamina E contribuem para evitar o envelhecimento, aumentam a resistência física às infecções e evitam a destruição das células que podem levar ao câncer. Evitam também doenças do coração e disfunção cerebral.



Coma menos gordura - Mantenha uma dieta com apenas 20 por cento das calorias derivadas de gordura; você vai reduzir o risco de ter uma doença do coração e alguns cânceres, além de se manter em forma.



Tenha dados importantes com você - Mantenha uma lista com o nome dos médicos da família ou dos hospitais com os quais você tem convênio. Na hora da emergência, qualquer minuto conta.



Tenha o número do telefone de um Centro de Controle de Intoxicações - Crianças estão sempre mexendo onde não devem e podem ingerir algum produto perigoso.



Aprenda como fazer Ressuscitação Cardio-respiratória - Você pode salvar a vida de alguém! Quanto menos tempo a pessoa ficar sem respirar e sem batimentos cardíacos, mais chance ela tem de se recuperar e ficar sem seqüelas.



Mantenha com você um bilhete com as doenças importantes - Se você tem uma doença especial como epilepsia, diabetes ou doença do coração, ou se você toma algum remédio importante, escreva num papel e ande sempre com ele. Num caso de emergência, pode ser crucial.



Trabalhe com a cabeça - Use sempre equipamento de proteção se o seu trabalho requer. Você pode evitar muitos acidentes de trabalho.



Use cinto de segurança - Essa medida tão simples pode evitar muitas mortes, bem com reduzir o trauma físico durante um acidente.



Use capacete - Quando andar de bicicleta, use capacete. Crianças tem uma alta incidência de quedas quando andam de bicicleta, muitas vezes batendo a cabeça, causando lesão cerebral que pode ser irreversível ou mesmo levar à morte.



Evite lugares com fumantes - Respirar fumaça dos outros fumantes também aumenta o risco de desenvolver câncer de pulmão, além de outras doenças respiratórias.



Tenha uma vida sexual saudável e segura - Use preservativos sempre que tiver relações sexuais. Prefira as relações monogâmicas nas quais você tenha certeza de que o parceiro não tenha o vírus da Aids ou outra doença genital

segunda-feira, 29 de março de 2010

Dia 29 de março, aniversários!

Hoje é aniversário de Salvador, minha cidade Natal. São 461 anos.Não sei se nós temos muita coisa para comemorar não. Cidade suja, Orla favelizada, trânsito caótico, violência, povo sem educação... Temos comemoração? Ai, ai...
Hoje  é também meu aniversário de namoro e noivado. 7 meses de noiado e 3 anos  e sete de meses de namoro. Duas comemorações para mim.
Tom está bem, apesar de não ter ficado quieto, e em repouso. Ainda continuo em treinamento e naquele mesmo horário atá 2 da manhã. Aff! Dia 1º acaba.
Estou com um frio na barriga...

quinta-feira, 25 de março de 2010

Semana corrida e castração de Tom!

Tantos dias sem postar... Bom vou contar algumas coisas sobre esses dias que eu não postei. Domingo fui para a casa de Pablo, voltei na segunda e fui fazer exame admissional, na terça acordei as 9:00 e fui ao banco abri a conta. E ontem foi o dia D... Quase não dormi, pois estou chegando em casa 2:30/ 3:00 e acordei as 5:00 para levar Tom para a clínica para fazer a cirurgia de castração. Ufa! Ele está aqui com pontos, mas não para quieto. Tenho medo dos pontos romperem, ou ter alguma complicação, semana que vem quando for retirar. O treinamento está fluindo, e ontem já fui atender (que diferença!) e vamos começar efetivamente dia 01/04, quinta feira que vem. Tá uma correria e um cansaço muito grande, pois esse horário é barra, viu? Fora isso está tudo bem, estou feliz! Até por que agente tem que se motivar todos os dias para ser feliz e não ficar esperando as coisas acontecerem.
Volto em breve!

sexta-feira, 19 de março de 2010

Aconteceu sim!

Ao contrário do que eu postei aqui, e disse que não tinha acontecido, aconteceu sim. Na quarta feira eu estava aqui tranquiila, fazendo minha unha, quando me ligaram as 18:00, confirmando a minha ida para o treinamento. Corri e fui. E estou indo. Hoje tem de novo e vai até a outra terça feira dia 31/03. Por enquanto estou gostando de lá e conheci muita gente legal e é claro estão se formando os grupos que podem ser amizades fortes e verdadeiras ou não. Como por exemplo as que eu tive na Contax.
E agorq que estou na concorrente mor da Contax...
Fui!

Treinamento!

Bom não tenho muita coisa para dizer, não. Só que estou na correria e a madrugada nunca foi tá útil e ativa para mim.(rsrsrsrs). Estou satisfeita, por enquanto pelo menos, e as vezes bate um desânimo e até chego a dizer que está difícil, e me vem um lapso de desistência. Mas depois tudo volta claramente para mim, como uma nuvem de fumaça. E eu consigo identificar o que realmente eu quero para mim.
Hoje é sexta feira e o meu treinamento vai até a outra terça feira da outra semana e tendo em vista que é até as 2 da manhã, acho que vou ter muitos dias claros para dormir...
É isso!

quarta-feira, 17 de março de 2010

Curso pré vestibular gratuito em Salvador!

Bom hoje eu fiquei sabendo de um cursinho pré- vestibular gratuito  da Gapecc (grupo de apoio para a promoção educacional- científico- cultural). Para quem tiver interesse, as seleções com entrevista sócios- culturais cão de hoje até xesta feira. O educando precisa levar um recibo (conta) de LUZ atualizada e ir até o Colégio Central, em Nazaré a partir das 13:30.
Feita essa seleção inicial, a matrícula será dias 22 a 24 de março de 2010 e a aula inaugural será dia 29 de março.
Mais informações: gapecc@hotmail.com
*Leonardo Paiva- coordenador pedagógico (82461474)

Aproveitem!

Não aconteceu!

Bom, a empresa não me contactou ainda, sendo que o prazo para ligarem era até ontem e o treinamento começaria hoje. Não sei o que pensar. Na segunda feira eu estava na rua e me ligaram. Porém eu não ouvi o toque, só fui ver alguns minutos depois, e o nº estava privado, não pude retornar. Fiquei mal. Não sei se foi eles ou se foi a outra empresa de telemarketing, que me ligou no mesmo dia, para eu ir ontem fazer seleção. Eu fui. Vou ficar esperando ambas.
Pode ter havido um adiamento do treinamento, ou algo assim, mas eles poderiam ter avisado. Fiz a outra seleção e estou esperando resultados, seja o que Deus quiser.
Fui!

segunda-feira, 15 de março de 2010

Castração de Tom!

Hoje finalmente eu fui lá no Centro de Controle de Zoonoses, pegar o encaminhamento para a castração de Tom, fiquei emocionada, quando peguei os documentos, imagine quando fizer a cirurgia. Foi uma confusão. Tive que sair atrás de um local que tirava xerox, pois eu tinha esquecido de tirar do cartão de vacina. Mas no fim deu tudo certo. Agora é só ligar para marcar a cirurgia. E isso eu vou fazer logo hoje. Recebi uma outra proposta de seleção para telemarketing, é  amanhã. Se a proposta for melhor, do que a outra, ótimo. É isso...

domingo, 14 de março de 2010

Novidades!

Ontem foi sábado, mas mesmo assim teve a seleção no sine, estava cheio, para minha surpresa. Fiz prova, depois entrevista, leitura e dinâmica. Tudo ontem, foi uma maratona. Mas deu tudo certo e agora vou fazer exame médico e abrir a conta. O treinamento vai começar na quarta feira dia 17/03. É para a atento, apesar que eu disse que não queria mais telemarketing, porém eu espero que seja melhor que o 102 e além disso para mim é melhor, pois a carga horária  me dá a possibilidade de estudar. E ainda fica perto da Uneb.
Bom é isso. Não vou encarar como uma coisa ruim, afinal tem muitos prós.Estou tranquila.

sexta-feira, 12 de março de 2010

Minha burrice!

Ontem fiz uma tremenda burrice, e fico muito mal quando percebo que fiz uma burrice. Tinha uma seleção as 13:00, mas antes fui na biblioteca pegar um livro que eu tinha reservado, porém por causa de engarrafamentos e problemas no traânsito, dessa cidade que está cada dia mais caótica, eu cheguei atrasada. Meia hora atrasada e quando cheguei lá as pessoas já estavam fazendo prova e eu não pude entrar, e aí me remarcaram para amnahã já que não tinha mais turma, para ontem, nem para hoje. Nem sabia que o sine funcionava dia de sábado, mas a funcionária me garantiu que sim. Agora estou com medo de ir, gastar dinheiro e não ter ninguém lá amanhã, afinal de contas é sábado.
Liguei para lá hoje, mas não consigo falar com ninguém para saber se essa informação procede. Resultado: se não conseguir falar com ninguém, vou ter que ir e deixar nas mãos de Deus, mas eu que eu fiz burrice eu fiz e estou danada, tomara pelo menos que o livro valha a pena. Mas se eu não consegui resolver isso esse fim de semana, segunda eu vou lá pesquisar de novo. Fazer o que né?
É isso...
Fui!

quarta-feira, 10 de março de 2010

Tom, meu gatinho está curado!

Hoje estou feliz, pois Tom meu gato está muito melhor, está bem já. E voltou ao normal com uma fome voraz. (risos) Hoje eu vou sair para pegar um livro que eu tinha reservado na biblioteca do sesc, acho que é a menina que roubava livros. Nem lembro o nome do livro, pode? Amanhã tenho outra seleção e estou me sentindo revigorada depois dessa doença de Tom, e sinto que vou passar e que preciso passar.
Rstou lendo ainda, o símbolo perdido e estou fascinada, é uma história brilhante. Não sei que dia começam as aulas, e estou muito bem na minha vida amorosa.
E não vou desistir de procurar emprego, jamé!
Fui!

terça-feira, 9 de março de 2010

Boletim da Uneb!

Hoje eu fui no sine mais uma vez. Estou aqui na internet de bobeira e descobri a minha nota e a minha classificação do vestibular da Uneb. Fui aprovada com nota final 74,08 em pedagogia e 14° lugar. Nem sabia desse detalhe, mas hoje eu vi essa classificação, e as maiores notas das matérias foram em ciências humanas, redação e português, nessa ordem. Bom é isso...
Tom ainda está apático, e eu estou muito preocupada.
Fui!

segunda-feira, 8 de março de 2010

Meu twitter...

http://twitter.com/rafavalverdeS2

Hoje, dia internacional da mulher.

Hoje é segunda feira, dia 08 de março, dia internacional da mulher.Parabéns a nós todas! Somos guerreiras e lutadoras e temos que comemorar mesmo toda essa sensibilidade e jeitinho especial que temos por natureza.
Bom, meu gato, Tom está melhorzinho, eu espero que ele fico bem logo para eu poder ficar mais feliz. Estou em casa dando massagem no cabelo, para alisar na prancha, para quem sabe se aparecer alguma seleção.
Isso é ser mulher!
Bom é isso...
Fui!

domingo, 7 de março de 2010

Assim que estou...

Tom, continua doente e eu estou ficando doente junto com ele também. As vezes, as pessoas acham que é apenas um gato, que eu não deveria me preocupar tanto, etc... Mas para mim é muito mais que isso, é um bichinho inofensivo que precisa de nós e que eu gosto muito. O que eu posso fazer sem trabalhar? Nem um remédio eu posso comprar e muito menos levar ao veterinário.
Fico me sentindo horrível, com isso.
Começa mais uma semana, e com ela dias úteis. Úteis para quem? Para quê? Para mim, não existe mais dia útil...
Bom assim eu estou, vendo meu gatinho doente, na semana que eu ia ajeitar tudo para castrar ele, não me conformo, e se eu perder essa oportunidade?
Fico muito chateada...
:-(

sábado, 6 de março de 2010

Tom está doente!

Tom, meu gatinho continua dódoi,apresentou sensíveis melhoras, mas nada de muito concreto. Isso me deixa triste e frustrada, pois dá sensação de impotência, apesar de estar fazendo tudoi o que posso, como dar comida a ele na boca com uma seringa e enrolá- lo com um pano por causa do frio e dar carinho. Não esperava por essa e estou muito chateada, logo agora que estou preparando a operação de castração dele. Que raiva! Espero de verdade que ele sobreviva, mas como dizem por aí que gatos tem 7 vidas, né?
Espero que tenham mesmo.
É isso...
:-(

sexta-feira, 5 de março de 2010

Êta semana dura!

Desde terça feira estava com uma tremenda diarréia acompanhada de uma dor barriga e mal estar terrível. Pois bem, ia no sine ontem, pois tinha vagas de telemarketing. Acordei cedo e tudo, aliás eu praticamente nem dormi, já que as 1:55 da manhã eu estava acordada sentindo dor.
Mas levantei com a danada da diarréia e acabei não indo no sine, mas fui na Uneb, preencher o protocolo para solicitar o Salvador Card. Saí de lá e fui nas bibliotecas, fazer uma das coisas que eu mais gosto de fazer que é pegar livro. Peguei um monte de livro, mas mesmo assim não estava me sentindo bem, praticamente sem comer nada direito esses dias com medo. Me encontrei com Pablo e de lá fomos resolver algumas outras coisas, cheguei em casa e olhei na internet e as vagas não estavam registradas mas no site, resolvi não ir essa semana. Foi até bom, pois estou e casa morrendo de cólica. Mas um fim de semana chato vem aí e outra semana começa, essa passou muito rápido e a maioria dos dias eu passei dentro do banheiro (risos).
Meu gatinho Tom, estava sumido e chegou agora todo sujo e cansado, eu estou preocupada com ele, mas já dei entrada na castração dele, e vai dar tudo certo com fé em Deus. Está aqui dormindo, como se tivesse cansado e eu fico com o coração na mão.
Fui!

quarta-feira, 3 de março de 2010

Duas novidades!

Hoje eu vim saber que para solicitar o Salvador Card, é preciso voltar na Uneb, preencher um cadastro e depois fazer o cartão. Ninguém me avisou isso. Mandei um e mail e depois liguei e fui informada. Amanhã vou mais uma vez ao sine e na sexta feira eu vou lá resolver isso.
E já fiz a primeira etapa para castrar Tom, meu gato. E com o passar dos dias, vou resolvendo o restante. Bom é isso.
Fui!

O símbolo perdido- Dan Brown

Estou lendo o livro, O simbolo perdido de Dan Brown, estou no início ainda, mas estou gostando. é um livro cheio de mistérios e polêmicas como os outros desse autor. É o segundo livro dele que eu leio, o primeiro foi o Código da vinci.

terça-feira, 2 de março de 2010

Resumo do dia!

Hoje fui levar Tom, meu gato para vacinar, pois para ser castrado precisa estar vacinado. Ainda não mandaram meu nome para o Salvador Card, por isso estou impossibilitada de sair muito, pois ainda não pude fazer meu cartão de meia passagem.
Não estou passando muito bem hoje, tive uma queda de pressão e agora estou com uma tremenda dor de cabeça. Mas estou aqui no vício e é claro procurando emprego para mim e para Pablo, também . Que agora quer sair de onde ele está, para procurar uma coisa melhor. Isso é sempre bom.
Mas voltando, acho que estou com esse mal estar por que não estou dormindo bem esses dias, pois estou muito ansiosa, com o início das aulas que eu nem sei quando vai ser, esse negócio do cartão e com a falta de emprego.
Bom, é isso, eu ligo para a uneb e ninguém me atende. Estou ficando estressada e acho que vou ter que ir lá.
Fui!

segunda-feira, 1 de março de 2010

O primeiro dia do terceiro mês!

Hoje é o primeiro dia do mês de março. E as esperanças mais uma vez se renovam e se reafirmam. As aulas começam esse mÊs. Ainda não sei a data, mas a minha rotina vai mudar a partir daí.
Agora é só esperar.
Acabei de descobrir que é feriado no Rio de Janeiro, por causa do aniversário da cidade. E isso me atrapalha pois não vai surgir baga hoje nos sites nacionais. Significa: esperar mais uma vez.
Estou lendo o livro O símbolo perdido de Dan Brown, e estou gostando muito.
Por hoje é só!
Fui...

domingo, 28 de fevereiro de 2010

O último dia do mês mais curto do ano!

Hoje é o último dia do mês e como não poderia deixar de ser eu vim postar. Um fevereiro longo e demorado, mas eu aproveitei os dias de carnaval na ilha e acabei postando pouco. Ontem, sábado saí a noite, para me divertir um pouco. E cheguei em casa agora de manhã.
O terceiro mês do ano começa amanhã e eu tenho que ter esperança, e renovar os bons sentimentos, como otimismo, paz de espírito e solidariedade. Agora esse mês começa minhas aulas na Uneb, mas não sei exatamente ainda o dia, tenho que ligar para lá para saber. E eu espero encontrar logo um emprego. Vou continuar esperando.
Seja o que Deus quiser...
Volto amanhã!

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Livro um encontro inesperado- Rosamund Pilcher

Às vésperas de seu casamento, Caroline Cliburn viaja para a Escócia com o irmão caçula Jody para investigar o desaparecimento do irmão mais velho, que não vê há anos, e repensar seus sentimentos; afinal, vai se unir a um homem que sua madrasta julgou adequado para ela. No entanto, um acidente e uma nevasca inesperada para o mês de abril deixam-nos isolados, obrigando-os a procurar abrigo numa casa próxima, propriedade de Oliver Cairney, próspero executivo londrino. A atração entre os dois é recíproca.


Uma vizinha, porém, frustra as expectativas de Caroline, alertando que ele é noivo. Sem avisar, ela e Jody deixam a residência sem dizer adeus ou obrigado. Mas o destino fará com que se reencontrem. Ambos estão prestes a cometer erros terríveis, e talvez esse encontro consiga salvar e libertar um ao outro.

Um Encontro Inesperado é o ponto de partida para os leitores que apreciam a prosa de Pilcher. Nesta obra, escrita em 1972 e inédita no Brasil, já se percebe por que Rosamunde iria se tornar uma das melhores e mais amadas contadoras de história da Escócia e do mundo. Um Encontro Inesperado vai apaixonar os amantes de um belo romance de amor.



quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Probleminhas...

Hoje fui ao sine de novo, pois vi ontem no site 12 vagas para promotor de vendas, que não precisava experiência, fui doidinha lá, e peguei a carta, mas acho que não vou para a seleção, pois além de ser para vender linhas de telefones na rua, ainda são 44 hrs semanais. O que para mim, não dá por causa da universidade que é de manhã, então eu só posso trabalhar a tarde.
Só se for mais uma vez telemarketing ou então lojas de shopping (algumas) que tem essa carga horária, não sei mais o que fazer nem onde procurar.
Não sei se dá para transferir o turno agora e a maioria das vagas que eu tenho visto, são até 17:00 mais ou menos e se a aula começar 18:30, posso chegar sempre atrasada.
E para completar estou sem poder sair direito para procurar, por que estou pagando a passagem inteira, pois a Uneb ainda não mandou os nomes dos matriculados para o Salvador Card. Que saco!
Bom... é isso.
Fui!

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Banho quente faz mal?

Depois de um dia cansativo, nada melhor que um banho quente para relaxar o corpo. Saiba que este hábito além de ser gostoso e fazer com que você demore um pouco mais no banho, pode ser prejudicial para a saúde e para a viscosidade da pele.


Muitas pessoas pensam que apenas com cremes e sabonetes hidratantes a pele fica revigorada, mas acabam não se dando conta que a temperatura da água conta bastante para a beleza da pele. O banho quente faz mal sim, pois prejudica a camada manto-lipídica da pele, responsável pela textura macia. Além disso, estimula a dilatação dos poros e pode provocar coceiras na pele.

O uso do sabonete freqüentemente também pode ser prejudicial à pele. Por isso, é aconselhável usá-lo no corpo todo uma única vez ao dia e nos demais banhos, utilizar apenas nas axilas, na região genital e nos pés. As buchas também podem acabar com a suavidade da pele quando usadas diariamente, por isso, utilize mais nas axilas e nos pés, dando preferência para as buchas macias.

Sendo assim, para que o banho quente não faça mal para sua saúde, evite tomá-lo em uma temperatura muito alta, deixando a água sempre na temperatura morna. Utilize sabonetes adequados, que agridam menos o PH alcalino da pele. É aconselhável também fazer uso de hidratantes a base de uréia, ceramidas e óleos de essências para todo o corpo.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

As 12 perguntas mais frequentes numa entrevista de emprego

1. Fale sobre si.


Esta pergunta é quase obrigatória em uma entrevista de emprego e deverá ser muito bem praticada para uma resposta sucinta, direta e, acima de tudo, que valorize o seu perfil profissional.



2. Quais são seus objetivos a curto prazo? E a longo prazo?

Seja específico e tente aproximar, de alguma forma, os seus objetivos aos da própria empresa. Respostas como "ganhar bem" ou "aposentar-se" são totalmente proibidas.



3. O que o levou a enviar o seu curriculum a esta empresa?

Aproveite esta deixa para demonstrar que fez o seu "trabalho de casa" e fale sobre a atividade da empresa e a forma como o posicionamento desta a torna uma empresa de elevado interesse para qualquer profissional. Naturalmente, para responder a esta pergunta, é preciso fazer previamente uma pesquisa sobre a empresa. Vá ao site institucional, faça pesquisas usando mecanismos de busca, leia revistas da especialidade e converse com pessoas que trabalham ou já trabalharam lá.







4. Qual foi a decisão mais difícil que tomou até hoje?

O que é pretendido com esta questão, é que os candidatos sejam capazes de identificar uma situação em que tenham sido confrontados com um problema ou dúvida, e que tenham sido capazes de analisar alternativas e consequências e decidir da melhor forma.



5. O que procura num emprego?

As hipóteses de resposta são várias: desenvolvimento profissional e pessoal, desafios, envolvimento, participação num projeto ou organização de sucesso, contribuição para o sucesso da sua empresa, etc.



6. Você é capaz de trabalhar sob pressão e com prazos definidos?

Um "não" a esta pergunta pode destruir por completo as suas hipóteses de ser o candidato escolhido, demonstre-se capaz de trabalhar por prazos e dê exemplos de situações vividas em trabalhos anteriores.



7. Dê-nos um motivo para o escolhermos em vez dos outros candidatos.

Esta é sempre das perguntas mais complicadas mas o que se espera é que o candidato saiba "vender" o seu produto. Isto é, deverá focar-se nas suas capacidades e valorizar o seu perfil como o mais adequado para aquela função e a forma como poderá trazer benefícios e lucros para a empresa.



8. O que você faz no seu tempo livre?

Seja sincero, mas sobretudo lembre-se que os seus hobbies e ocupações demonstram não só a capacidade de gerir o seu tempo, preocupações com o seu desenvolvimento pessoal e facilidade no relacionamento interpessoal.



9. Quais são as suas maiores qualidades?

Aponte aquelas características universalmente relacionadas com um bom profissional: proatividade, empenho, responsabilidade, entusiasmo, criatividade, persistência, dedicação, iniciativa, e competência.



10. E pontos negativos/defeitos?

Naturalmente que a resposta não poderá ser muito negativa, pois serão poucas as hipóteses para um profissional que diga ser desorganizado, desmotivado ou pouco cumpridor dos seus horários.

Assim, o truque é responder partindo daquilo que normalmente é considerado uma qualidade mas agravando-o de forma a parecer um "defeito". Ou seja, exigente demais, perfeccionista, muito auto-crítico, persistente demais, etc.



11. Que avaliação faz da sua última (ou atual) experiência profissional?

Não se queixe e, em caso algum, critique a empresa e respectivos colaboradores. Diga sempre alguma coisa positiva, ou o ambiente de trabalho ou o produto/serviço da empresa. Se começar a apontar defeitos ao seu emprego anterior correrá o risco de o entrevistador achar que o mesmo pode acontecer no futuro relativamente aquela empresa.



12. Até hoje, quais foram as experiências profissionais que lhe deram maior satisfação?

Seja qual for a sua escolha, justifique bem os motivos. Tente mencionar as mais recentes e que sejam mais adequadas aos seus objetivos profissionais

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Dez dicas para o emagrecimento saudável.

1. Não tenha pressa. Se está acima do peso, pergunte-se há quanto tempo carrega esse excesso. Então, para que eliminar peso do dia para a noite?




2. Corrija gradativamente a sua atitude em relação aos alimentos.



3. Não exclua de um dia para outro aquele alimento que só de pensar dá água na boa. Na verdade, nunca o exclua, mas saiba quando e quanto pode ingerí-lo.



4. Controle a ansiedade. Encontre uma distração ou um hobby que faça com que a sua atenção desvie da comida.



5. Estipule horários para as refeições.



6. Deixe de comer aquele doce e substitua pela fruta da sua preferência.



7. Beba muita, mas muuuuuita água.



8. Deixe o seu prato colorido. Saladas e legumes devem estar presentes diariamente no almoço e jantar.



9. Se alguém notar que está adotando novos hábitos e perguntar se está de "regime", mande um audível "não". Muitas pessoas adoram sabotar as boas intenções alheias.



10. Confie em você! Tenha sempre uma atitude positiva. Estar determinada e confiante é mais do que meio caminho andado para atingir o seu objetivo.

Um aviso!

Esses dias eu vou fazr posts com coisas interessantes para quem quiser ler. E ter boas informações. Nada de novidade está acontecendo para mim, por isso, não há nada da minha vida para postar.
Por isso, vou ficar colocando vários textos interessantes para quem gosta de boas informações...

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Cuidado com os ganhos fáceis na internet

A oferta é tentadora: você aplica 1 000 dólares por meio de uma corretora sediada no exterior e ganha até 5 000 dólares em uma semana. Pelo simples fato de ter aberto uma conta, já terá como crédito um bônus de 200 dólares para começar a brincar no mercado internacional de moedas. Melhor ainda. Ao indicar amigos também interessados em obter rendimentos altos, você ganha um percentual sobre o investimento deles. Não acredita? É só baixar o software e fazer algumas simulações.




O dinheiro rapidamente começa a render e você até se pergunta: afinal, por que o meu gerente no banco não oferece algo parecido? A resposta muitos investidores descobrem apenas quando tentam sacar o saldo disponível: foram vítimas de uma fraude. “Não são poucos os internautas à procura de juros atraentes que topam com ofertas sedutoras de dinheiro fácil, envolvendo principalmente o forex (foreign exchange), um tipo de investimento que se faz apostando simultaneamente em moedas estrangeiras”, diz Reginaldo Alexandre, presidente da Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais de São Paulo (Apimec-SP). O forex tem operações apenas pela internet. E esse é o problema. Há milhares de sites fajutos que se passam por corretoras internacionais, prometendo juros mirabolantes e simulando uma operação aparentemente perfeita.



O investidor acompanha suas aplicações em tempo real e acredita que está ganhando a maior bolada ao acertar, por exemplo, que o dólar da última quinta-feira se desvalorizou em relação ao iene japonês. Os sites chegam a apresentar vídeos explicativos e até uma seleção de notícias de agências de informações como a Reuters. Tudo fachada. “Em um dos casos que investigamos a empresa, cujo site dava a impressão de ser de uma corretora de Nova York, era, na verdade, de uma pessoa operando de um notebook a partir de uma residência em uma cidade do interior fluminense”, diz José Alexandre Cavalcante Vasco, superintendente de orientação e proteção aos investidores da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão fiscalizador do mercado financeiro, que desde 2005 detectou mais de 100 arapucas desse tipo no Brasil.



Em que pese os trapaceiros de plantão, o mercado forex existe de verdade. Mas não é recomendado a investidores leigos, apenas aos especializados, como bancos e multinacionais. Na prática, aplicações em forex consistem na compra de uma moeda e a simultânea venda de outra, ou seja, as moedas são negociadas em pares. Digamos dólar e iene. “O investidor aposta em qual será a diferença entre a valorização e a desvalorização dessas moedas em determinado momento”, diz Fernando Botti, diretor da Atrattore, consultoria de ensino em investimentos, de São Paulo.



A vantagem para um investidor especulativo está em poder negociar com alavancagem, ou seja, tendo apenas uma pequena fração do dinheiro que seria necessário para comercializar as moedas físicas. “As margens variam entre as corretoras, mas há aquelas que oferecem até 100:1. Isso significa aplicar 1 000 dólares e apostar 100 000 dólares”, diz Fernando Botti. No caso de ganho, em que a moeda escolhida varia, por exemplo, 1 centavo para cima ou para baixo — dependendo da aposta feita —, o retorno pode atingir mais de 30% ao mês, chegando ao equivalente a 400% ao ano. Nem é preciso dizer o que acontece quando a aposta resulta num movimento contrário ao do mercado.





GANHO FÁCIL NÃO EXISTE

Para confundir ainda mais os incautos, há corretoras que trabalham misturando diferentes investimentos alavancados, além do forex, passando a falsa sensação de que estão diluindo os riscos do investidor ao não concentrar todos os ovos na mesma cesta. No entanto, o que acontece é exatamente o oposto. “Apostar em uma mistura de câmbio, ações e derivativos é apostar quase sempre na volatilidade, que nada mais é do que lidar com oscilações bruscas nas cotações, que podem fazer um investidor leigo dormir milionário e acordar falido”, diz Reginaldo, da Apimec-SP.



Para começar, muitas dessas operações são negociadas apenas entre corretoras — nem todas de boa índole, como se pode observar —, fora da plataforma oficial e regulamentada das bolsas de valores. Tecnicamente, é o que se chama de “mercado de balcão”. “O mercado de balcão não é necessariamente ilegal. São as transações realizadas diretamente entre as partes por telefone, sistemas eletrônicos e internet. Não há uma operação centralizada, mas uma rede entre as instituições interessadas”, diz José Alexandre, da CVM. O problema é que a maior parte dos investimentos de ganho fácil não existe. “O administrador do site simplesmente pega o seu dinheiro e some, ou alega perdas por culpa da má configuração do software por parte do investidor”, diz Fernando, da Atrattore.



O internauta pode ainda estar fazendo movimentações ilegais. Isso porque nenhuma corretora brasileira está habilitada a oferecer o forex (pelas regras cambiais do país, não é permitido em algumas circunstâncias remeter recursos para investir em derivativos no exterior). Aproveitando-se disso, corretoras usam estruturas virtuais de paraísos fiscais para traduzir seus sites para diversos idiomas, inclusive português. Além disso, cooptam espécies de representantes locais, que recebem comissões para atrair investidores daquele país com disposição para aplicar dinheiro.



Não é à toa que os fóruns de discussão e redes sociais estão abarrotados de consultores supostamente entendidos oferecendo seus serviços. “A dica para quem quer aplicar em forex legítimo ou fugir de aplicações desonestas é verificar se a entidade está apta a operar com autorização das entidades de fiscalização, como CVM e Banco Central, ou similares do país de origem, como a NFA, nos Estados Unidos”, diz Reginaldo, da Apimec-SP. Em suma, nunca o velho ditado popular fez tanto sentido: “Quando a esmola é grande, o santo desconfia”.



INVESTIMENTOS CAÇA-NÍQUEIS

Há várias operações perigosas na internet. Conheça algumas delas:



CFD

O que é: Contracts for difference (“contratos por diferenciação”). Enquanto o forex especula com moedas, o CFD especula com preço de ações. Se o investidor espera que o preço de uma ação suba, ele compra CFDs baratos. Se a expectativa é de que a ação desça, pode vender CFDs e comprar depois a um preço inferior — tudo em questão de horas ou, no máximo, poucos dias. A diferença de preços será o lucro da operação. O risco? Essa atividade não passa pela bolsa de valores.



HYIP

O que é: Do inglês High- Yield Investment Program (algo como “Programa de Investimento de Alto Rendimento”), uma espécie de Certificado de Depósito Bancário (CDB) fortificado. Começou como programa legítimo de bancos para atrair clientes de alta renda para fundos mais sofisticados. Com o tempo, o termo HYIP foi apropriado por golpistas que aplicam o esquema de pirâmide e prometem ganhos de até 300% ao ano. Obviamente não revelam detalhes sobre a operação, exceto por vagas promessas.



Autosurf, Doubler, GPT ou PTC

O que é: Funcionam de forma parecida — algumas empresas pagam para uma rede de afiliados exibirem suas propagandas em sites. Cada banner visualizado rende alguns centavos. A fraude começa quando alguns programas requerem depósito prévio para entrar num clubinho e instalar o software que o usuário deve abrir todo dia para visualizar uma quantidade de banners. Golpe para anunciantes e internautas.



MML

O que é: As ofertas são do tipo “Invista 75 dólares e ganhe 16 000 dólares ao mês indicando 10 pessoas”. Os produtos pelos quais se ganhariam comissões podem ser os mais variados, passando por cartões de crédito a perfumes. Em tese, bastaria seus indicados venderem os produtos e você não precisaria vender nada. Tudo enganação: os produtos não existem e não vão ser entregues a você, nem aos novos vendedores indicados. É só uma pirâmide virtual.



Fonte Você S.a

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Mais uma seleção.

Hoje eu saí cedo de casa, e fui mais uma vez ao sine, e coloquei alguns curriculos também, ontem e hoje. Peguei a senha de nº22 e saí de lá as 08:20. Tinha vagas de telemarketing, que eu já sabia. Em empresas diferentes que eu pude escolher. A seleção é terça feira. Vamos ver no que vai dar. Não vou me animar muito e nem ficar fazendo planos, para não acabar me frustrando apesar de não ser exatamente o emprego que eu quero, mas eu não posso mais ficar parada.
E quem sabe não seja tão ruim assim, deixarei tudo nas mãos de Deus. E não me meterei na decisão dele.Ontem fui na escola pegar a segunda via do histórico, já que a primeira ficou na Uneb e tentei fazer meu cartão, mas ela ainda não mandou meu nome para lá.
É isso. Previsão de um fim de semana tranquilo.
Fui!

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Estou de volta!

Cheguei hoje da ilha, bronzeada, relaxada e feliz.Agora que a ficha caiu, depois que eu me matriculei. Se é que caiu mesmo... O ano começa agora, não é o que dizem por aí? Então, vamos correr atrás das coisas, correr atrás de emprego e a vida volta a rotina aos poucos. Agora a luta continua, a procura de um emprego. Amanhã vou sair para procurar.
Bom, lá foi muito bom, tomei muito sol, mas tive alguns aborrecimentos e estava entediada já e decidi voltar antes de minha mãe. Estava chateada também pois não dá para ter vontade própria numa casa cheia de gente. Tem que dormir em determinado horário, acordar idem, e todas as outras coisas, isso me sufoca. Mas resisti a 9 dias de "confinamento". Agente dizia que era o nosso BBB...
Fui!

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Viagem de carnaval....

Fui me matricular, hoje, deu tudo certo e aquele medo foi pura idiotice. Amei conhecer um pouco a minha universidade, ganhei a minha agenda , finalmente e a que eu queria. Vou viajar daqui a pouco e ficarei alguns dias afastada do blog, mas como dizem que o ano só começa depois do carnaval, então... ( rsrsrsrsrs) Estou inacreditavelmente feliz, e ainda não agradeci o suficiente.
Devo voltar dia 19, ou antes, então a partir daí, recomeçarei a procurar emprego e dessa vez, vou mais empenhada do que nunca, pois afinal, ser universitária dá trabalho e gastos.
Bom, por hoje é só.
Fui e até a volta.

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Novas...

Hoje eu voltei da casa de Pablo e amanhã é o dia da minha matrícula, e quando eu sair de lá da Uneb provavelmente vou viajar para a ilha Taipoca, Vou passar 11 dias lá mais ou menos. Ainda me custa a acreditar, mas já tenho caderno e uma infinidade de canetas. Os documentos estão aqui, todos preparados dentro do classificador.
O clima dentro do BBB 10 está pegando fogo, e quarta feira é o show de Beyoncé em Salvador. Bom essas são as novidades por enquanto.
Depois do carnaval eu pretendo encontrar logo um trabalho, mesmo que não seja de carteira assinada, eu preciso é trabalhar para poder me manter melhor na faculdade, e para colocar meu selo de meia entrada no Salvador Card. Enfim... tudo que um estudante precisa. E não posso ficar dependendo de ninguém.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Vou ficar uns dias sem postar...

Vou ficar um dias afastada, sem postar pois vou para a casa de meu noivo, e depois vou para a ilha, se der eu passo aqui.
FUI!

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

O cão dos Barkevilles- livro de Sherlock Holmes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.



Ilustração original por Sidney PagetThe Hound of the Baskervilles (em português, O Cão dos Baskerville) é um livro escrito por Sir Arthur Conan Doyle, tendo como protagonistas Sherlock Holmes e Dr. Watson. Publicado em 1902, a história era originalmente dividida em partes, impressas pela revista Strand Magazine de agosto de 1901 a Abril de 1902.



É considerada uma das melhores aventuras do famoso detetive.



 Enredo

O Cão dos Baskerville conta a história do Solar dos Baskerville, que há quinhentos anos abriga a família de mesmo nome. No entanto, à época da morte de Hugo Baskerville por um suposto cão diabólico, ergue-se a lenda de que este mesmo cão negro e com fogo saindo dos olhos e da boca assombra a família, matando cada um de seus membros que se arrisca na perigosa charneca próxima ao solar. Sir Charles Baskerville tem o mesmo destino de Hugo: é morto pelo cão. O terrível animal não precisou nem tocar o homem, mas matou-o de susto, já que Sir Charles sofria do coração.



Já em 221B Baker Street, o Dr. Mortimer, antigo amigo de Charles, pede ajuda a Holmes para desvendar o mistério do cão dos Baskerville, e apresenta o novo morador do solar, Sir Henry Baskerville, sobrinho de Sir Charles

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

O primeiro dia do mês!

Segunda feira, 01 de fevereiro de 2010, estamos entrando já no segundo mês do ano. Hoje fui ao sine, cheguei lás as 06:56 e peguei a senha 172, porém o sitema caiu e uma pessoa trocou a senha comigo, portanto fiquei com a senha 05. O sistema voltou as 10:30, mas não tinha nenhuma vaga hoje.
Amanhã vou ao simm, para aproveitar o dinheiro de transporte já que tenho outras coisas para fazer na rua. Ocerco está se fechando, pois o meu transporte está acabando, as contas chegando e eu não tenho dinheiro para pagar. Estou aceitando qualquer emprego, qualquer trabalho. Para não ficar endividada.
Bom, por hoje é só!

domingo, 31 de janeiro de 2010

Último dia do mês!

Hoje é o último dia do mês de janeiro. Tantas coisas aconteceram, o ano começou cheio de tragédias, mas espero que não termine do mesmo modo. As coisas mudaram para mim também, como meu noivo disse ontem, o mundo gira e nada como um dia após o outro para que as coisas mudem. Ainda esse mês, na mesma semana do vestibular estava me lamentando e revoltada com a vida, por que tinha perdido em mais uma seleção.
E de repente, puf! Tudo muda, e para melhor! Aí fico pensando que não pode ser verdade. Por que agente tende a acreditar que as coisas boas não podem acontecer conosco, por que acreditamos mais nas coisas ruins do que nas boas?
Essa é a reflexão que eu deixo hoje, por que eu fico olhando várias vezes, para ver se meu nome está lá na lista mesmo, e fico esperando que no dia que eu vá me matricular seja tudo um engano, sei lá....
Isso é horrível, mas eu acredito que passei, e estou muito, muito feliz! Eu sei muito bem a prova que eu fiz! E eu mereço isso.
Ontem fui ver a filha de minha amiga, Jeane. Amo babar com os filhos dos outros, já que tão cedo não vou fazer os meus. (rsrsrsrs)
Amanhã é 01 de fevereiro e eu vou no sine, vê se tem alguma vaga lá me esperando, faço seleção, esses dias, por que nos próximos, estarei na ilha curtindo o carnaval.
E fui...

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Algumas matérias do curso de pedagogia!

1ª semestre:


Introdução à Pedagogia

História da Educação I

Didática I

Leitura e Produção Textual

Metodologia Científica e de Pesquisa

Fundamentos Filosóficos

2º semestre:

História da Educação II

Psicologia da Educação I

Linguagem e Infância I

Currículo e Conhecimento

Fundamentos Sociológicos

Antropologia Cultural

3º semestre:

Didática II

Linguagem e Infância II

Psicologia da Educação II

Fundamentos Filosóficos, Sociológicos e Antropológicos da Educação da Infância

Formação Estética

Fundamentos Históricos, Políticos e Legais da Educação da Infância

Sociologia da Educação

4º semestre:

O Lúdico e a Brincadeira na Educação da Infância

Didática III

Linguagem e Infância III

Estágio Supervisionado em Pedagogia I

Organização do cotidiano na Educação Infantil

Fundamentos Teóricos e Metodologia da Matemática I

5º semestre:

Linguagem e Infância IV

Fundamentos Teóricos e Metodologia da História

Fundamentos Teóricos e Metodologia da Geografia

Fundamentos Teóricos e Metodologia da Matemática II

Políticas Públicas em Educação

Estágio Supervisionado em Pedagogia II

6º semestre:

Pesquisa em Educação

Fundamentos Teóricos e Metodologia das Ciências

Fundamentos Teóricos e Metodologia da Língua Portuguesa

Estágio Supervisionado em Pedagogia III

Organização e Gestão da Educação I

7º semestre:

Estágio Supervisionado em Pedagogia IV

Núcleo Orientado

Psicologia nas Organizações

Organização e Gestão da Educação II

Teoria e prática pedagógica em educação especial

Mídia, Infância e Educação

Educação, Exclusão e diversidade: políticas e práticas

8º semestre:

Núcleo Orientado

Núcleo Orientado

Estágio supervisionado em Gestão dos Espaços Educativos Formais e não formais

Ética e Educação

Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação

Projetos Educativos de Inclusão e Atendimento à Diversidade

Libras
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...